O cartão de crédito pode ser um grande amigo ou um inimigo do seu bolso. Para os disciplinados, facilita o planejamento financeiro, gera milhas de viagem e permite compras on-line. Mas para quem não consegue se controlar, pode ser fonte de dívidas virtualmente impagáveis.

Veja a seguir sete dicas para usar o cartão de crédito com inteligência e a seu favor:

1. Tenha no máximo dois cartões de crédito

Evite ter uma penca de plásticos na sua carteira. Você pode acabar esquecendo as datas de vencimento e os gastos que fez em cada um deles, perdendo o controle das suas despesas.

Muitos cartões também podem fazer você cair na armadilha da contabilidade mental, aquela nossa tendência a separar receitas e despesas em caixinhas e fazer contas intuitivas que nos induzem ao erro.

Ao fazer poucos gastos em cada cartão, você pode acreditar que está tudo sob controle. Mas, ao somar tudo no fim do mês, percebe que gastou demais.

Com dois cartões de crédito, você pode ter duas bandeiras e duas datas de vencimento diferentes – por exemplo, no início e na metade do mês. Isso pode ser interessante para quem recebe os rendimentos em duas parcelas.

Lembre-se apenas de se certificar de que a soma dos limites dos dois cartões não ultrapasse metade da sua renda mensal.

Porém, ao dividir seus gastos em dois cartões, você divide também a geração de pontos para programas de milhagem. Se tiver como pagar todas as despesas numa mesma data, prefira ter um só cartão. Se for possível concentrar todas as despesas da família em um único cartão, melhor ainda.

2. Negocie a anuidade ou faça um cartão isento

Você não precisa pagar anuidade. Hoje em dia, já existem cartões de crédito que não cobram anuidade.

Mesmo se preferir permanecer com o seu cartão atual, você pode obter um desconto ou até conseguir a isenção da anuidade numa conversa com o gerente ou a operadora. Tudo vai depender do seu relacionamento com o banco.

3. Reduza seu limite de crédito

Se quiser evitar o endividamento, reduza seu limite de crédito para algo como a metade ou mesmo 30% dos seus ganhos. Às vezes um limite de crédito muito elevado nos induz a gastar mais, e os limites de cartão de crédito costumam ser bem superiores aos rendimentos dos titulares.

4. Só parcele a compra se não tiver desconto à vista

Toda compra que pode ser parcelada deveria ter desconto para pagamento à vista. Não existe parcelamento sem juros, pois o dinheiro tem valor no tempo. Isto é, ao se parcelar uma compra, os juros na verdade já estão embutidos nas parcelas.

O pagamento à vista com desconto é quase sempre mais vantajoso que o parcelamento. Mas sabemos que, na vida real, nem sempre conseguimos desconto à vista. Se for este o caso, parcelar vale a pena.

5. Sempre pague a fatura integralmente e sem atraso

Se você não pagar a fatura na íntegra, a quantia faltante estará sujeita à maior taxa de juros de todas as linhas de crédito do Brasil. Os juros do rotativo do cartão são astronômicos e podem virar uma gigantesca bola de neve se a dívida rolar por algum tempo.

O atraso no pagamento da fatura também está sujeito à cobrança de juros, então escolha a data mais propícia para você pagar sempre no prazo.

6. Não pague apenas o mínimo da fatura

Se não tiver como pagar a fatura da íntegra, não pague o mínimo. Ao pagar o mínimo, a quantia que não foi paga entra no rotativo e fica sujeita aos seus pesados juros. Além disso, seu limite de crédito se renova e você poderá gastar normalmente no próximo mês.

Em resumo, o pagamento mínimo é uma corda para você se enforcar. Se continuar pagando apenas o mínimo todos os meses e usar seu limite normalmente, sua dívida em pouco tempo se tornará impagável.

Na falta de meios para pagar a fatura integralmente, é melhor ficar sem a renovação do limite e tentar renegociar a dívida com seu gerente – por exemplo, obtendo um desconto ou trocando a dívida no cartão por outra linha mais barata.

Veja algumas dicas para renegociar dívidas e saiba mais sobre trocar uma dívida cara por outra mais barata.

7. Para os controlados: concentre todas as suas despesas no cartão de crédito

Se você é disciplinado, controlado e bom de planejamento, concentrar todos os gastos no cartão de crédito pode ser uma ótima ideia para acumular o máximo de milhas possível.

Já conhece a GENIAL? Saiba como podemos ajudar você a investir melhor o seu dinheiro.

A Genial é a plataforma de investimentos que está democratizando o acesso aos melhores produtos do mercado, de forma simples, ágil e eficiente, através de uma assessoria financeira isenta, transparente e qualificada.

Comentários