Sumário

Você se preocupa o bastante com o seu futuro? É preciso ser capaz de se antecipar aos desafios para vencê-los mais facilmente e ter resultados satisfatórios. Ao pensar nas finanças e no passar dos anos, a aposentadoria merece destaque.

Esse período é marcado pelo encerramento da atividade de trabalho e pela alteração da disponibilidade financeira. Por isso, é importante se preparar desde já para que você tenha recursos quando for necessário.

Neste e-book, nós, da Genial Investimentos, trazemos as principais informações sobre o investimento para aposentadoria — incluindo desde por que começar a se preocupar com isso até como se preparar para tal período da vida.

Faça a leitura deste material e tenha uma visão completa sobre onde investir, como fazer e por que começar o quanto antes!

 

Introdução

Por que começar a se preparar (e investir) para a aposentadoria?

Qual é o perfil dos investimentos para a aposentadoria?

Algumas alternativas de investimentos focados na aposentadoria

Como começar a se preparar para a aposentadoria?

1234

Introdução  

Uma pesquisa feita pelo Broadcast constatou que, entre 15 países, o Brasil tem o povo que mais se preocupa em perder benefícios da aposentadoria. Isso demonstra que este é um assunto de interesse no país e, portanto, cada vez mais jovens e adultos em idade produtiva se preocupam com essa questão relacionada ao futuro.

No entanto, mais que reconhecer a situação, é preciso se preparar financeiramente para ela. Na prática, uma das formas de fazer isso é por meio dos investimentos. Se forem estratégicos e focados nesse objetivo podem ser de grande ajuda para a consolidação de bons resultados.

Para que você também comece a se preparar para a aposentadoria, preparamos este guia. Nas próximas páginas, você acompanhará as principais informações das quais precisa para organizar suas finanças e se preparar para a aposentadoria na hora de investir.

Boa leitura!

 

voltar para o sumário

Por que começar a se preparar    (e investir) para a aposentadoria?

Previdência
P
rivada

Como declarar o

Imposto
de Renda 2019

Por mais jovem que você seja ou por mais tempo que você acredite ter até se aposentar, começar a planejar essa fase da vida desde já é importante. É necessário, principalmente, estar preparado para iniciar os investimentos e aproveitar todas as oportunidades no período de acumulação de patrimônio.

Isso se deve às características dos investimentos e aos pontos essenciais para quem deseja se aposentar. Para se convencer dessa importância, veja por que você deve começar a se preparar para a aposentadoria:
 

Qual é o perfil dos investimentos para a aposentadoria?

voltar para o sumário

Contrato de Índice Futuro

Investir com foco na aposentadoria é diferente de alocar os recursos para fazer uma viagem, comprar uma casa ou abrir um negócio. Por isso, é natural que o perfil desses ativos também seja diferente e traga características específicas.

Ao conhecer como os produtos financeiros se comportam, você poderá reconhecer mais facilmente o que é uma boa oportunidade para se aposentar e o que não é tão interessante.

Então, veja quais são os pontos principais para se atentar antes de fazer seus investimentos.

 
Aproveitar o poder do tempo sobre os investimentos

Em termos de duração do investimento, é preciso considerar que investir para a aposentadoria é um hábito que costuma ser estabelecido com bastante antecedência. A intenção é poder guardar de pouco em pouco e rentabilizar o montante para construir o patrimônio. Somente depois você poderá usufruir do dinheiro.

Para que isso aconteça, os investimentos são, necessariamente, voltados para o longo prazo. Geralmente, isso significa uma liquidez menor, pois a intenção é deixar que os valores rendam pelo máximo tempo possível.

 
Segurança

Quanto à segurança, o investimento para aposentadoria pode ter tanto um perfil com menor exposição a riscos quanto um nível maior de riscos assumidos. Certos fundos, por exemplo, podem seguir estratégias mais arriscadas, enquanto títulos públicos trazem maior proteção.

Correr riscos em busca de maior rentabilidade pode fazer sentido, porque os riscos se diluem no longo prazo. Logo, a exposição à volatilidade é menor e os impactos das oscilações também são reduzidos, o que pode melhorar o alcance dos resultados.

Rentabilidade

Pensando no retorno, ele é variável e depende das condições dos investimentos. Em geral, uma alternativa mais arriscada costuma oferecer um potencial maior de retorno, o que pode ajudar na consolidação do patrimônio.

Além disso, deve-se considerar que há investimentos que favorecem a geração de renda passiva. É o caso de investir em empresas que distribuem um bom volume de dividendos. É possível utilizar o valor para reinvestir no período de acumulação ou gerar renda no usufruto. 

 

voltar para o sumário

Algumas alternativas de investimentos focados na aposentadoria

Para alcançar os objetivos quanto à aposentadoria, os investimentos com as características que agora você conhece devem receber preferência. Afinal, é assim que você poderá construir o patrimônio necessário para se manter em uma nova fase da vida.

Para facilitar a sua escolha, nós separamos alternativas que podem compor a sua carteira. Conheça as características de investimentos para a aposentadoria. 


Passo a passo para declarar as contribuições feitas no plano VGBL:

voltar para o sumário

Como começar a se preparar para a aposentadoria?

Antes de começar a investir em uma dessas opções ou em outras alternativas do mercado, é fundamental se preparar. Então, não basta selecionar investimentos sem uma reflexão sobre o que cada um representa ou sobre qual é a melhor maneira de alcançar os resultados esperados.

Em vez disso, fazer um bom planejamento é essencial para que você potencialize suas chances de se aposentar com tranquilidade quando chegar o momento.

Confira importantes dicas para começar a se preparar e para investir com foco nessa fase da vida.

 

Declaração de resgates ou rendas de PGBL e VGBL

  eBook 

voltar para o sumário
Facebook Genial Investimentos
Twitter Genial Investimentos
Instagram Genial Investimentos
YouTube Genial Investimentos
LinkedIn Genial Investimentos

Siga a gente nas redes sociais!

Facebook Genial Investimentos

Baixe o nosso aplicativo

Fale com a gente

CENTRAL DE ATENDIMENTO
Logo Genial Investimentos
Autorregulamentação ANBIMA
Certificação B3

Acesse o disclaimer.
GENIAL INVESTIMENTOS CORRETORA DE VALORES MOBILIÁRIOS S.A.
CNPJ: 27.652.684/0001-62
www.genialinvestimentos.com.br

2020 Genial

Acesse o disclaimer.
GENIAL INVESTIMENTOS CORRETORA DE VALORES MOBILIÁRIOS S.A.
CNPJ: 27.652.684/0001-62
www.genialinvestimentos.com.br

2020 Genial

ABRA SUA CONTA
Logotipo Genial Investimentos

Investir é inteligente.
Lucrar é Genial.

Capítulo 1

Capítulo 2

Capítulo 3

Capítulo 4

Capítulo 5

6

Conclusão

5

Sobre a Genial Investimentos  

7
Luciano Faustino

CMO da Genial Investimentos

Luciano Faustino

CMO da Genial Investimentos

Cuidar da aposentadoria desde já é importante para que o seu planejamento seja efetivo e para que você possa aproveitar todos os aspectos positivos dos investimentos de longo prazo. Assim, será viável construir um patrimônio e usufruir dele em seguida.

Nesse processo, é fundamental ajustar e organizar suas finanças, selecionar investimentos de acordo com o seu perfil e ter uma carteira diversificada que, de fato, esteja alinhada aos seus objetivos de curto, médio e longo prazo – como a aposentadoria.

Para contar com uma corretora de valores que ofereça um leque amplo de investimentos e estrutura completa, fale com a Genial Investimentos. Com o nosso apoio, ficará muito mais fácil dar os primeiros passos rumo ao futuro e se preparar adequadamente para ele.

 
Entre em contato conosco e descubra como podemos ajudá-lo!

 

Conclusão

voltar para o sumário

Capítulo 7

Somos uma plataforma de investimentos que tem como objetivo facilitar o acesso ao mercado financeiro e ampliar a educação financeira no Brasil.

Descomplicamos o mercado financeiro para você tomar boas decisões na hora de investir. Acreditamos que investir pode ser fácil e rápido. Somos 100% digitais, mas sempre humanos.

Aqui, na Genial Investimentos, nosso principal investimento é sempre você!

Abra sua conta conosco!

Sobre a Genial Investimentos

voltar para o sumário

Qual é o perfil dos investimentos para a aposentadoria?

de

Viver

IPO

APOSENTADORIA

Como 

se preparar

para a

na hora de investir

Capítulo 6

Organize e planeje as finanças

Primeiramente, é necessário deixar seu orçamento pronto para realizar investimentos. Você deve começar conhecendo quais são os seus ganhos e quais são os seus gastos para entender a situação da sua vida financeira.

Aproveite esse momento para quitar dívidas e para montar um orçamento que contemple o investimento frequente. Também é importante investir em educação financeira e criar um planejamento completo. Você verá como isso servirá como um mapa rumo aos seus objetivos.

Separe um montante mensal para investir

Quando falamos em aposentadoria, construir um patrimônio do qual você poderá usufruir depois é essencial. Além de contar com os juros compostos e com a mecânica dos investimentos, é importante ter recorrência.

O ideal é ajustar seu orçamento e economizar para que haja um montante mensal destinado ao investimento. Além do investimento para a aposentadoria, é provável que você tenha mais objetivos. Portanto, é preciso cuidar do orçamento para que os interesses sejam contemplados.

Conheça o seu perfil de investidor

Para investir de maneira que seja relevante para as suas necessidades é indispensável conhecer o seu perfil de investidor. Ou seja, você deve entender qual é a sua tolerância ao risco para poder planejar corretamente como será a exposição da sua carteira.

Há três classificações possíveis. São elas:

● conservador: representa o investidor que prioriza a segurança e a liquidez, com baixa tolerância ao risco e à volatilidade. Por isso, prefere alternativas mais seguras e previsíveis;

● moderado: é o investidor que está disposto a correr um pouco mais de riscos para obter uma rentabilidade maior;

● arrojado ou agressivo: diz respeito a quem tem a maior tolerância ao risco na busca por melhores resultados.

É preciso fazer o chamado teste de suitability para conhecer seu perfil. Com base em algumas questões, ele indicará em qual classificação você se encaixa. Investir de maneira alinhada ao seu perfil é essencial para ficar mais confortável com as próprias escolhas, especialmente no longo prazo.

Explore as alternativas de mercado e foque no longo prazo

Depois de saber qual é a sua tolerância ao risco e entender seu objetivo, é preciso explorar as possibilidades do mercado. As alternativas que mostramos podem ser interessantes, dependendo das suas características.

Também é oportuno buscar outros investimentos focados no longo prazo, já que a aposentadoria costuma acontecer em alguns anos ou mesmo décadas.

Lembre-se de que, no mercado, também há investimentos de curto e médio prazo, então é preciso ponderar corretamente para que a carteira seja voltada para seu objetivo. Os investimentos de menor prazo podem, portanto, ser destinados a metas diferentes.

Diversifique a sua carteira de investimentos

Ainda que o foco esteja em investimentos de longo prazo, é indicado montar um portfólio com risco diversificado. Por exemplo, escolhendo investimentos diferentes com objetivos e perfis de risco distintos.

É possível selecionar alternativas da renda fixa e da renda variável, além de investir em diferentes setores. Dessa forma, você dilui ainda mais os riscos no longo prazo e potencializa a chance de obter ganhos maiores.

Escolha uma corretora com diversas oportunidades

Para realizar os investimentos você precisará ter uma conta em uma instituição financeira que permita que tudo aconteça com segurança e de maneira regulamentada. Nesse caso, a escolha da corretora de valores é um ponto crítico para que sua estratégia funcione conforme o esperado.

Opte por uma empresa que ofereça um portfólio diversificado, com muitas alternativas para investir. Isso possibilita que você realize todos os investimentos que desejar de forma prática, usando a mesma estrutura e aproveitando os benefícios.

Avalie ainda características como a plataforma de investimentos, o suporte oferecido pela equipe qualificada, as condições e taxas. Assim, você poderá selecionar a instituição capaz de oferecer as melhores características para o seu investimento durante todo o período até a aposentadoria.

Luciano Faustino

CMO da Genial Investimentos

Luciano Faustino

CMO da Genial Investimentos

Ter mais tranquilidade e bem-estar no futuro

Na aposentadoria, é comum que haja uma queda de renda. Mesmo que você se aposente pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), o valor a ser recebido será, possivelmente, menor que o do seu último salário. Então, o padrão de vida muda ao mesmo tempo que muitos gastos se elevam.

Com os investimentos voltados para a aposentadoria, você pode complementar a renda ou mesmo obtê-la de maneira completa de acordo com suas necessidades. Isso permite aproveitar, com qualidade de vida, a fase de aposentado.

 
Proteger-se contra impactos na Previdência Social

Uma das maiores preocupações é o chamado rombo da Previdência. Com o envelhecimento e baixo crescimento populacional, a tendência é que seja preciso cada vez mais dinheiro para sustentar a Previdência Social, o que gera um déficit.

Na prática, isso pode gerar um colapso nas contas, o que faria com que mais ninguém recebesse aposentadoria pelo INSS.  Além disso, há as sucessivas mudanças nas regras e as reformas previdenciárias, que aumentam o tempo necessário de contribuição ou diminuem o salário.

Ao investir para se aposentar, você deixa de depender apenas da previdência pública e evita ser afetado pelo problema. Um bom plano de investimento pode impedir, portanto, que você seja impactado por essa questão.

 
Aproveitar o poder do tempo sobre os investimentos

Como a aposentadoria envolve um plano de muitos anos, ou até de algumas décadas, existe um longo período entre começar a investir e resgatar os valores. Na prática, isso permite aproveitar o poder da rentabilidade e da capacidade de acumulação.

Portanto, começar mais cedo, não é apenas uma forma de se prevenir. Também permite maior acumulação, pois você aproveita o efeito do tempo sobre os investimentos. Como pode potencializar seu retorno, faz sentido dar os primeiros passos agora.

 

Por que começar a se preparar        (e investir) para a aposentadoria?

Tesouro IPCA+

Quando pensamos na renda fixa, o Tesouro IPCA+ é uma das alternativas mais lembradas de investimento para a aposentadoria. Trata-se de um título público do Tesouro Nacional. Há opções de longo prazo com vencimento em algumas décadas.

A rentabilidade é híbrida e é composta por uma taxa prefixada mais a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação do país.

Logo, você pode obter rentabilidade real e ainda proteger seu patrimônio da perda de poder de compra causada pela inflação. Apesar de ter vencimento de longo prazo, o título apresenta liquidez diária — mas sua venda antecipada pode gerar prejuízos, dependendo das oscilações dos preços no mercado na chamada marcação a mercado.

Em relação à tributação, há a cobrança de Imposto de Renda (IR) pela tabela regressiva do imposto. Contudo, por se tratar de uma alternativa de longo prazo, o mais provável é que você mantenha o investimento por mais de 720 dias, o que consolida a menor alíquota possível, de 15%.

Ao contrário de outras alternativas da renda fixa, os títulos do Tesouro não têm cobertura do Fundo Garantidor de Créditos (FGC). Contudo, o Tesouro IPCA+ apresenta baixo risco, por ser garantido pelo governo federal.

Ações

A renda variável pode ser uma escolha para rentabilizar seu patrimônio para a aposentadoria. Como você viu, o longo prazo dilui alguns riscos. Assim, selecionar ativos financeiros dessa classe de investimento pode fazer sentido.

O investimento em ações é uma alternativa para quem estiver disposto a correr um pouco mais de riscos. Nesse caso, a intenção é adquirir ações e passar a participar dos resultados de companhias com negociação nas Bolsas de Valores.

O investimento consiste em escolher as ações desejadas, adquirir a quantidade esperada e manter os papéis em sua carteira de investimentos. É possível usar diversas estratégias para selecionar os ativos, como focar em grandes ou pequenas empresas, negócios sustentáveis e assim por diante.

A rentabilidade é obtida de duas maneiras principais. A primeira é pelo aumento do preço de negociação dos ativos. Se você vender ações por um preço maior que comprou terá um ganho de capital e, assim, conquistará retorno.

Outra possibilidade consiste na distribuição de proventos. Todas as empresas negociadas na B3, a Bolsa brasileira, devem dividir parte dos lucros com os acionistas. Então, você pode receber dividendos e, assim, conquistar renda passiva.

Fundos de Ações

Para investir em ações com foco na aposentadoria, comprá-las diretamente não é a única alternativa que você tem disponível. Também é possível recorrer aos Fundos de Ações.

Como qualquer fundo do mercado financeiro, os investidores adquirem cotas de participação nos resultados. O portfólio do fundo é gerido por um profissional que escolhe ativos de acordo com a estratégia do fundo.

No caso do Fundo de Ações, a maior parte dos recursos é direcionada para adquirir ações que farão parte do patrimônio do fundo. Periodicamente, há uma avaliação do desempenho e o gestor pode usar seus conhecimentos e sua experiência para alocar melhor os recursos.

O retorno acontece pela valorização do preço das cotas, já que os proventos distribuídos pelas empresas são automaticamente reinvestidos.

Quanto aos custos, há a cobrança de uma taxa de administração e, em alguns casos, de taxa de performance. O segundo valor é cobrado quando o retorno do fundo supera um indicador de referência e incide apenas nesse excedente.

Ao investir em fundos, você tem praticidade e diversificação, já que é preciso aportar menos que o valor necessário para adquirir as ações individualmente.

ETFs

Sigla para Exchange Traded Fund, o ETF também é chamado de Fundo de Índice. Trata-se de um Fundo de Investimentos cuja estratégia tem como base replicar a carteira teórica de um indicador de mercado.

Um ETF ligado ao Ibovespa, por exemplo, investirá nas ações mais negociadas da Bolsa brasileira de acordo com as proporções definidas no índice. Com isso, é uma alternativa na qual o desempenho é equivalente ao do indicador.

Há diversos índices que podem ser utilizados, sejam eles de renda fixa ou variável. Desta forma, o seu portfólio de investimentos pode ser favorecido – aumentando as chances de obter mais resultados.

A possível distribuição de resultados é automaticamente reinvestida no próprio fundo e, então, o longo prazo pode favorecer a performance. Em relação às taxas, há a cobrança de taxa de administração devido à gestão profissional.

Fundos Multimercados

Os Fundos Multimercados recebem esse nome porque apresentam uma estratégia diversificada quanto à alocação dos recursos. No caso, não há obrigatoriedade quanto ao mínimo que deve ser distribuído para cada investimento, e cada fundo pode apresentar o próprio perfil de risco.

Portanto, Fundos Multimercados podem investir em renda fixa, em ações, em câmbio etc. Tal característica pode trazer maior diversificação, dependendo da configuração. Além disso, as diferentes estratégias são mais ou menos arriscadas e rentáveis.

Com a diluição dos riscos no longo prazo, você pode incorporar fundos mais arriscados à sua carteira para potencializar a conquista de uma aposentadoria tranquila. Eles têm cobrança de taxa de administração e podem cobrar taxa de performance.

Fundos Imobiliários

Os Fundos Imobiliários (FIIs) também costumam ser alternativas para quem deseja se preparar para a aposentadoria na hora de investir. Afinal, este veículo de investimento – com foco no mercado imobiliário – costuma oferecer oportunidade de recebimento de renda passiva.

Muitos FIIs pagam dividendos mensais. Desta forma, permitem uma maior acumulação do patrimônio a partir do reinvestimento, além de maior geração de renda.

Previdência Privada

Quando falamos em investimento para a aposentadoria, é difícil não citar a Previdência Privada. Afinal, essa é uma modalidade criada exatamente para quem deseja se planejar e se preparar desde já para a aposentadoria.

A também chamada Previdência Complementar é um tipo de investimento de médio e longo prazo com duas fases.

A primeira fase consiste na construção de patrimônio. Na segunda, há o pagamento de um valor mensal por período determinado ou de forma vitalícia, na forma de uma aposentadoria. Também é possível resgatar todo o valor de um vez.

Os chamados Fundos de Previdência podem ter perfis com maior ou menor risco, o que atende a diferentes tipos de investidores. Também se baseiam em aportes regulares para a construção de patrimônio — e que, preferencialmente, devem ser realizados mensalmente.

Os fundos fechados são exclusivos para trabalhadores de uma empresa ou para integrantes de uma associação, por exemplo. Já fundos abertos podem ser escolhidos por qualquer pessoa com perfil para o investimento.
Há, ainda, uma diferença entre os planos. Veja quais são os dois tipos:

Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL)
 
O PGBL é indicado para os investidores que fazem a declaração completa de Imposto de Renda para Pessoa Física. Com isso, é possível ter uma dedução de 12% sobre a renda anual bruta, o que ajuda a diminuir a base de cálculo do imposto.

Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL) 
O VGBL é o plano mais recomendado para quem faz a declaração simplificada de IRPF, como é o caso dos isentos. Isso porque não há dedução no imposto. Outra diferença é que, no PGBL, o IR incide sobre todo o montante resgatado. Enquanto isso, no VGBL, a cobrança se dá sobre a rentabilidade.
Além de escolher o plano, você deve optar entre dois regimes de tributação. Pela tabela progressiva, o valor aumenta conforme o volume a ser obtido. Já a tributação regressiva traz uma cobrança menor para investimentos de longo prazo. Acima de dez anos, a alíquota fica em 10%.

na hora de investir

APOSENTADORIA

Como 

 se prepara

 para a