Um dos maiores players do mercado global de carne bovina, a Minerva (BEEF3) é um dos papéis que devem estar no radar do investidor que já opera ou deseja entrar no mercado brasileiro de ações. O balanço da companhia de 2019 e os resultados do primeiro trimestre de 2020 sinalizam um movimento de reversão dos recentes prejuízos e, em maio deste ano, o ativo passou a integrar a carteira teórica do Ibovespa, compondo 0,22% do principal índice do mercado nacional de ações.

Também na B3, o descolamento do ativo em relação ao Ibovespa nos últimos seis meses é outro elemento que pode sinalizar um sentimento positivo do mercado em relação à companhia.

Neste post, vamos apresentar os números recentes da Minerva Foods e entender quais fatores têm contribuído para a recuperação da empresa.

Gráfico Comparativo BEEF3 vs IBOVESPA
Minerva vs. Ibovespa – base 2/1/19 (ref. 7 de maio/2020). Fonte: Economatica

Quem é a Minerva (BEEF3)

Criada em 1992, a Minerva Foods possui aproximadamente 20% do market share das exportações de carne bovina in natura e derivados da América do Sul. Essa porcentagem está dividia entre Colômbia (84%), Paraguai (45%), Uruguai (20%), Brasil (17%) e Argentina (14%). Segundo informações da companhia, é a líder do segmento na região,.

No Brasil, a empresa possui dez frigoríficos e uma planta de processamento. No mundo, são sete plantas de processamento, nove centros de distribuição e 15 escritórios internacionais. As plantas, as unidades de processamento e os centros de distribuição localizados na Argentina, no Chile, na Colômbia, no Paraguai e no Uruguai compõem a empresa Athena Foods, subsidiária chilena da Minerva S/A.

Em outubro de 2019, a Minerva Foods anunciou a criação de uma joint venture na China, com o objetivo de ampliar seus canais de distribuição e posicionar a empresa no mercado asiático.

O IPO (Public Initial Offering) da companhia no Brasil foi realizado em julho de 2007 e captou R$ 370 milhões em recursos. Na B3, as ações da Minerva Foods são negociadas pelo ticker BEEF3, e a empresa é listada no Novo Mercado, o mais alto segmento da Bolsa brasileira de governança corporativa.

Em janeiro de 2020, a companhia concluiu com sucesso uma Oferta Pública de Distribuição Primária e Secundária de 95 milhões de ações, 80 milhões da oferta primária e 15 milhões da secundária, a R$ 13,00 por ação. Em fevereiro, o Conselho de Administração da Minerva aprovou sua nova Política de Destinação de Resultados, prevendo a possibilidade de pagar dividendos adicionais sempre que o índice de alavancagem, Dívida Líquida/Ebitda, encerrar o exercício social em patamar igual ou inferior a 2,5 vezes.

Se você tem dúvidas sobre como funciona a negociação de ações na Bolsa, o pagamento de dividendos e a diferença entre ações primárias e secundárias, vale a pena conferir nosso post completo sobre o que são ações e como obter lucro com elas.

Resultados positivos

Após acumular resultados operacionais negativos nos três primeiros trimestres de 2019, a Minerva surpreendeu os investidores com os dados do último ciclo do ano. Segundo o balanço da companhia, no 4T19, o lucro líquido totalizou R$ 243,6 milhões, com margem líquida de 5,0%, uma reversão no prejuízo acumulado nos outros semestres. Em 2019, o lucro líquido foi de R$ 16,2 milhões.

A receita líquida da Minerva alcançou R$ 4,9 bilhões no 4T19, uma expansão de 5% na comparação anual. No acumulado do ano, a receita líquida chegou a R$ 17,1 bilhões, representando uma alta de 6% na base anual. Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado do 4T19 foi de R$ 603,3 milhões, um recorde e uma expansão de 30% na base anual, alcançando uma margem Ebitda de 12,4%. No acumulado do ano, o Ebitda ajustado totalizou R$ 1,7 bilhão, maior patamar histórico, com margem de 10,2%.

Os números do primeiro trimestre de 2020 seguem positivos. No período, a empresa registrou lucro líquido de R$ 271,2 milhões, aumento de 11,3% em relação ao quarto trimestre de 2019 e reversão das perdas do 1T do ano anterior, quando o lucro líquido foi de R$ 31,4 milhões.

Já a receita líquida totalizou R$ 4,2 bilhões no 1T20, 14,3% menor do que no quarto trimestre de 2019, que foi de R$ 4,9 bilhões. O valor, todavia, é superior ao do primeiro trimestre do ano passado, que registrou receita líquida de R$ 3,7 bilhões.

A margem bruta no 1T20 atingiu 18%, contra 22% no trimestre anterior e 17,7% no primeiro trimestre de 2019. Já a margem líquida ficou em 6,5% no 1T20, contra 5,0% no 4T19.

Ainda segundo dados da companhia, o Ebitda do 1T20 foi o maior já registrado em um primeiro trimestre, somando R$ 381,5 milhões, uma expansão de 16% na base anual. 

Cenário do setor

Os resultados positivos da Minerva, segundo o balanço da empresa, foram impulsionados por uma forte demanda da China, fruto do surto da Febre Suína Africana, que destruiu quase 50% do rebanho local de suínos. A Ásia foi destino de 46% das exportações da Athena Foods em 2019, um aumento de dez pontos percentuais na comparação com o ano anterior. No Brasil, o continente asiático representou 39% da receita com exportações em 2019, crescimento de 12 pontos percentuais na comparação com 2018. Em fevereiro de 2020, a capacidade de abate da Minerva era de 9.940 cabeças/dia.

Ainda segundo a empresa, a diversificação geográfica de suas operações e a consolidação da América do Sul como grande fornecedora internacional de carne bovina beneficiam os negócios. Recentemente, a Minerva foi impactada de forma positiva pelo acesso da Argentina ao mercado dos EUA; pela abertura do Japão à carne bovina do Uruguai; e pela abertura de mercado da Indonésia ao Brasil.

Os reflexos da Febre Suína Africana e os problemas climáticos que atingem a produção de carne bovina na Austrália devem seguir impulsionando a demanda da América Latina em 2020, de acordo com a companhia.

Ebook aprenda a investir em ações

Como investir na Minerva (BEEF3)

As ações da Minerva Foods podem ser compradas de forma simples e rápida pelo home broker da Genial Investimentos, pelo ticker BEEF3.

Em março de 2020, a crise que atingiu o mercado financeiro em decorrência do avanço global da Covid-19 desvalorizou os papéis da companhia, que chegaram a ser negociados próximo de R$ 7,50. Mas, em 7 de maio, as ações já eram negociadas acima de R$ 13,40 na B3.

O investimento em ações, como sempre, deve ser acompanhado de uma estratégia que inclua diversificação de portfólio e alinhamento ao perfil e aos objetivos financeiros de cada investidor. Na Genial, nossos consultores estão aptos a ajudar você a entrar no mercado de renda variável com segurança e tranquilidade, independentemente do seu nível de experiência. Abra hoje mesmo sua conta gratuita e aproveite as oportunidades do mercado, como a BEEF3. Seja você também Genial nos investimentos!

Abra sua conta na Genial Investimentos!

Publicado por Genial Investimentos

A Genial é a plataforma de investimentos que está democratizando o acesso aos melhores produtos do mercado, de forma simples, ágil e eficiente, através de uma assessoria financeira isenta, transparente e qualificada.

Comentários

  • […] BEEF3 […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *