Units do Banco Inter (BIDI11): tudo o que você precisa saber.

Quem gosta de inovação nos serviços financeiros com certeza tem acompanhado o desempenho do Banco Inter. Apenas no primeiro trimestre de 2020, o banco digital ganhou 890 mil novas contas abertas, somando 5 milhões de usuários. Em média, apenas no mês de março, 14 mil pessoas tornaram-se correntistas do Inter por dia.  Na Bolsa brasileira, a B3, as units do Banco Inter são negociadas com o ticker BIDI11 e, desde 1º de maio, o papel compõe a Carteira Genial Ibovespa 10+. Por isso, neste post, vamos explicar o que são as units, falar sobre o desempenho do BIDI11 e sobre como investir em ações  com segurança. Ficou curioso? Vamos à leitura.

Ebook aprenda a investir em ações

O que são as units?

No mercado brasileiro, existem diferentes classes (tipos) de ações. As mais comuns são as ordinárias e as preferenciais. A principal diferença entre elas é que, nas ordinárias, o investidor tem direito a voto nas decisões da companhia.

Mas o que isso tem a ver com as units? É muito simples: as units combinam ações ordinárias e preferenciais em um mesmo ativo. No caso do Banco Inter, por exemplo, cada unit é formada por uma ação ordinária (ON) + duas ações preferenciais (PN). Logo, cada investidor, ao adquirir uma unit, compra um pacote combinado de ações ordinárias e preferenciais.

Na Bolsa, as ações são representadas por um ticker, código composto por quatro letras – que representam as iniciais da companhia –, e por um número. Nas ações preferenciais, o número será sempre 4, nas ordinárias, 3. Para as units, o ticker é identificado pelo número 11. Mas atenção: o número 11 é também usado em tickers de fundos imobiliários e ETFs.

Em julho de 2019, o Banco Inter anunciou a conversão de suas ações em units, com garantia dos mesmos direitos e vantagens aos investidores durante a transição, incluindo o pagamento de dividendos. A conversão teve adesão de 85% das ações PN e 31% das ON, somando aproximadamente 58% do capital do banco.

Histórico do Banco Inter

O Banco Inter é um banco de varejo digital que tem entre as principais bandeiras isentar os clientes de tarifas. Com presença digital em mais de quatro mil municípios, o banco atende cidades com mais de 50 mil habitantes e atua no mercado de crédito, de investimentos e de câmbio.

Apesar do sucesso como um dos primeiros bancos 100% digitais do Brasil, a história do Banco Inter começou em 1994 com a fundação da Intermedium Financeira. Cinco anos mais tarde, a empresa começou a atuar no mercado de crédito e, em 2008, obteve a concessão de licença para atuar como Banco Múltiplo. Em 2013, foi criada a Intermedium DTVM e, no ano seguinte, iniciou a abertura de contas digitais.

Em 2018, já sob a marca Banco Inter e com 1,45 milhão de clientes, a empresa realizou seu IPO (Public Initial Offering), arrecadou R$ 722 milhões e passou a ser listada na B3.

Além das units, o Banco Inter ainda mantém na B3 ações preferenciais e ordinárias. A empresa está listada no segmento nível 2 de governança corporativa, apenas um nível abaixo do Novo Mercado.

Desempenho do Banco Inter BIDI4 e BIDI11

Nos primeiros doze meses de operação na B3, as ações do Banco Inter acumulavam ganhos de 246%, acompanhando a base de clientes da empresa, que havia saltado 273% no mesmo período.

Durante o ano de 2019, todavia, os papéis do Banco Inter sofreram correção nos preços. A queda de 38% no lucro líquido da companhia, no 3T19, e os desafios de monetização das operações foram alguns dos fatores apontados por especialistas do mercado para as quedas nas cotações.

Veja o gráfico abaixo, que compara as cotações das ações preferenciais do Banco Inter ajustadas por proventos com o Ibovespa.

Comparativo BIDI4 x IBovespa

Mesmo considerando o ano de 2019, em que o lucro líquido do Inter subiu 16,8% em relação a 2018, chegando a R$ 81,6 milhões, as ações caíram significativamente.

Em meio à crise da Covid-19, os papéis da companhia foram fortemente atingidos pela queda do mercado financeiro em março deste ano. E, no acumulado de 2020, as perdas do BIDI11 na Bolsa superavam 50% no início de maio.  

Veja o gráfico abaixo, que compara as cotações das units do Banco Inter ajustadas por proventos com o Ibovespa.

Comparativo BIDI11 x IBovespa

Apesar das desvalorizações na Bolsa, a prévia do resultado operacional do 1T20 do Inter, divulgada no início de abril, revela números positivos. Na comparação com o mesmo período do ano anterior, a base de clientes ativos cresceu 147%, e o Cross Selling Index (CSI) da companhia atingiu 2,73 produtos, frente a 2,59 no 1T19.

O volume transacionado em cartões no 1T20 foi de R$ 2,8 bilhões, 21,7 vezes maior do que o observado no 1T19. O número de clientes com ações custodiadas chegou a 185 mil, representando um crescimento de 16 vezes em relação ao mesmo período do ano anterior.

Ainda segundo a prévia dos resultados, o crédito a empresas cresceu 73% na comparação ao 1T19, somando R$ 649 milhões no primeiro trimestre de 2020. A originação de crédito também cresceu, chegando a R$ 1,3 bilhão no 1T20, um aumento de 66% em relação ao mesmo período no ano anterior.

É hora de comprar BIDI11?

No mercado financeiro, desempenho passado não determina o futuro. Assim, nem os ganhos nem as quedas nos preços das cotações do BIDI11 em 2019 devem servir como referência para o que poderá acontecer nos próximos meses.

Ao analisar a prévia de resultados da companhia no 1T20, observamos que, apesar da crise e das incertezas que afligem a economia, o Inter foi capaz de expandir a base de clientes e a sua participação no mercado de crédito brasileiro.

Outro ponto a se considerar é que as cotações das units ainda não se recuperaram das perdas de março. Ou seja, é uma oportunidade para quem deseja se tornar sócio do Banco Inter pagando preços bem mais baixos do que os observados nos últimos meses.

Seja qual for a sua decisão, é importante lembrar que o investimento em ações  vem sempre acompanhado de riscos. Além disso, diversificar as aplicações é o melhor caminho para se proteger das flutuações nos preços. Em tempos de crise, muitas oportunidades surgem, mas os aportes devem estar alinhados ao seu planejamento e aos seus objetivos financeiros.

Na renda variável ou na renda fixa, conte com o apoio da Genial Investimentos e usufrua com segurança das melhores opções de investimentos, com ou sem crise. Abra sua conta gratuita e venha hoje mesmo ser Genial nos Investimentos!

Abra sua conta na Genial Investimentos!

Publicado por Genial Investimentos

A Genial é a plataforma de investimentos que está democratizando o acesso aos melhores produtos do mercado, de forma simples, ágil e eficiente, através de uma assessoria financeira isenta, transparente e qualificada.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *