A recente decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) de reduzir a taxa Selic para 2,00% ao ano jogou mais pressão na renda fixa (RF). Isso porque muitos investimentos dessa categoria são atrelados à Selic e, portanto, passaram a render menos com a revisão da taxa. Para efeitos comparativos, no início de 2016, a taxa Selic era de 14,25% ao ano. Logo o patamar atual leva muitos investidores a venderem seus ativos na renda fixa e migrarem para a variável, onde as chances de rentabilidade – e os riscos – são maiores. Mas ainda existem oportunidades para quem quer investir na renda fixa com a Selic baixa.

Levar todos os seus investimentos para a renda variável não é recomendável. Pois, como sempre lembramos neste blog, a diversificação é fundamental para proteger qualquer carteira de investimentos. Neste post, vamos falar sobre algumas alternativas na renda fixa para produtos atrelados à Selic que podem incrementar o seu portfólio com segurança.

e-book tesouro direto

Garantias na renda fixa

Para identificar oportunidades na renda fixa é importante entender as diferenças que existem entre os produtos que compõem a categoria. A garantia dos ativos, por exemplo, é uma característica fundamental para escolher o investimento, e ela varia entre os diferentes produtos disponíveis no mercado.

São três tipos de garantias que encontramos na renda fixa:

  • Garantia Soberana do Tesouro Nacional – Títulos Públicos (Tesouro Direto).
  • Garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC) – Certificado de Depósito Bancário (CDB), Recibo de Depósito Bancário (RDB), Letra de Crédito Imobiliário (LCI), Letra de Crédito do Agronegócio (LCA), Letra de Câmbio (LC), Letra Financeira (LF) e Letra Hipotecária (LH).
  • Garantia do emissor – Debêntures, Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI) e Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA).

A garantia assegura ao investidor o recebimento do valor investido e seus respectivos juros. No caso dos títulos públicos (Tesouro Direto), por exemplo, a garantia é oferecida pelo governo federal através do Tesouro Nacional. No segundo tipo, o FGC cobre perdas de até R$ 250 mil (principal + juros), por CPF/CNPJ e por conglomerado financeiro, no limite total de R$ 1 milhão a cada quatro anos. Já os ativos com garantia do emissor são aqueles em que a empresa ou entidade financeira emissora do título é responsável pelo pagamento.

Como você pode ver, as garantias funcionam como uma proteção ao patrimônio investido. Quanto mais garantias, mais baixos serão os riscos da aplicação, e vice-versa. Para compensar a exposição a riscos, paga-se mais juros pelo valor investido.

Oportunidades com o FGC

A cobertura oferecida pelo FGC é uma camada extra de segurança para o investidor e está atrelada aos ativos de crédito bancário, mas também pode ser um instrumento para quem deseja aproveitar oportunidades. Nós vamos explicar o porquê.

Com o FGC, o investidor que se enquadra nas regras de cobertura do Fundo pode investir em ativos de bancos e instituições financeiras menores, sem um rating elevado. Esses emissores irão pagar uma taxa maior pelo seu investimento, já que apresentam risco de crédito maior. Em caso de calote, o FGC cobre essas perdas. Com a cobertura do FGC, você pode ampliar o seu leque de escolhas com segurança.

Apenas para se ter uma ideia, em julho de 2020, o site da Febraban (Federação Brasileira de Bancos) registrava 119 bancos associados. Ou seja, não é porque você não conhece o banco emissor do título que não pode investir no ativo. As dicas nesse caso são: buscar informações sobre o emissor; checar se o seu investimento atende a todas as regras determinadas pelo FGC; e investir apenas através de corretoras e bancos devidamente credenciados às entidades reguladoras, como a Genial Investimentos.

Garantias do emissor

Agora que você já sabe que é possível usar o FGC a seu favor, ampliando as chances de investir com segurança e rentabilidade acima da Selic, vamos falar sobre os ativos que oferecem garantias do emissor, e não do fundo nem do governo federal.

Debêntures, CRIs e CRAs são instrumentos de captação de recursos usados para financiar as atividades de uma empresa ou de um setor da economia, como o setor imobiliário e o agronegócio. Como não são cobertas pelo FGC, essas operações oferecem risco de crédito maior, portanto os juros pagos também são maiores. No caso das debêntures, o risco está vinculado à capacidade de pagamento da companhia. Para os CRIs e CRAs, o risco está atrelado à possibilidade do não pagamento pelos tomadores de crédito. Os CRIs e CRAs que possuem lastro em debênture podem ainda ter risco vinculado à capacidade de pagamento da companhia. 

No entanto, em qualquer um dos casos, são fornecidas garantias para as transações de crédito, que podem ser acionadas em caso de não pagamento da dívida.

Outra forma de o investidor conhecer melhor o futuro investimento é verificar o rating da operação. Essa classificação é importante para escolher bons ativos e diminuir a exposição do portfólio a riscos.

Como investir

Para investir na renda fixa, você precisa abrir uma conta em uma corretora de valores, como a Genial Investimentos, que oferece produtos diversos com rentabilidades atrativas. É também possível realizar aplicações pelo banco, mas nas corretoras é que você, investidor, pode encontrar uma maior variedade de produtos e remunerações. Os bancos, em geral, ofertam apenas os seus próprios ativos.

Na Genial, escolher produtos para investimento é simples e rápido. No menu principal, acesse Investir > Renda Fixa, e lembre-se de sempre analisar produtos que tenham prazos semelhantes, já que a rentabilidade do seu investimento é sempre afetada pela tempo da aplicação. Os investimentos de longo prazo, em geral, oferecem uma taxa de juros maior. Logo se você já tem a sua reserva de emergência aplicada em ativos de liquidez diária, pode aproveitar as opções disponíveis em investimentos de longo prazo.

Na área logada na nossa plataforma, os clientes da Genial conseguem pesquisar diferentes produtos, prazos, taxas, checar o rating do emissor e fazer escolhas mais seguras, alinhadas aos objetivos financeiros e ao perfil de risco. Venha ser Genial e aproveite as melhores oportunidades da renda fixa!

Abra sua conta na Genial Investimentos - Banner Post

Publicado por Genial Investimentos

A Genial é a plataforma de investimentos que está democratizando o acesso aos melhores produtos do mercado, de forma simples, ágil e eficiente, através de uma assessoria financeira isenta, transparente e qualificada.

Comentários

  • Renda fixa proporciona segurança e liquidez, precisamos usufruir para reserva de emergência e caixa, independente da taxa de juros do momento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *