• O Banco Central (BCB) reduziu a taxa Selic em 0,25 ponto percentual. A meta agora é de 2,00% a.a.
  • O Comitê não fechou totalmente a porta para novos cortes, mas destacou que pode não haver mais espaço para cortes adicionais alertando para questões prudenciais e de estabilidade financeira: “O espaço remanescente (…), se houve, deve ser pequeno”.
  • Copom não antevê diminuição no grau de estímulo fiscal enquanto expectativas de inflação estiverem abaixo da meta para o horizonte relevante. Mas condicionou também à trajetória fiscal. ▪ As projeções do Copom para a inflação recuaram marginalmente de 2% para 1,9% em 2020, e mantiveram-se inalteradas em 3% para 2021 (usando câmbio mais depreciado nas projeções).

Dois pontos de destaque no comunicado:

  1. Copom não fechou a porta para mais cortes. Porém, tentou passar a ideia de que existe menos espaço que anteriormente para um potencial corte adicional. Não fechou a porta para mais cortes devido à alta incerteza.
  2. Selic vai se manter em mínimas históricas enquanto as expectativas de inflação estiverem abaixo da meta para o horizonte relevante (2021 e em menor grau, 2022).*

O comunicado condicionou eventuais ajustes futuros na Selic à percepção sobre a trajetória fiscal e de novas informações que alterem a visão corrente de inflação. Significa que eventuais ajustes serão feitos apenas na presenta de eventos que alterem de maneira significativa o cenário de inflação. Portanto, entendemos que a Selic deve fechar o ano em 2,00%.

Copom sinalizou um guidance de que não antevê aumento de Selic a menos que haja deterioração da percepção fiscal e/ou mudança significativa nas expectativas de inflação. Portanto, entendemos que a Selic deve encerrar o ano em 2%.

*As expectativas de inflação para 2020 estão entre 1,63% – 2,7% (mediana da pesquisa FOCUS e inflação implícita) frente a meta de 4% com intervalo de 1,5 ponto percentual. Ou seja, as expectativas estão abaixo do piso da meta para este ano.

Equipe Macro

José Márcio Camargo
Tiago Tristão
Eduardo Ferman

Abra sua conta na Genial Investimentos - Banner Post

Publicado por Tiago Tristão

Doutor em economia pela PUC-RJ é analista de atividade econômica na Genial Investimentos.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *