• A variação do IPCA em junho foi de 0,26% m/m, resultado levemente abaixo da mediana das expectativas (0,3%). A taxa de inflação de dos últimos doze meses ficou em 2,13%, abaixo do centro meta de 4,00% e abaixo do limite inferior de 2,5% (4,0 p.p – 1,5 p.p.).
  • A taxa foi influenciada pelo retorno de inflação de transportes, principalmente gasolina que subiu 3,24% (foi o item com maior impacto individual no índice, 0,14 p.p.). Novamente alimentação influenciou positivamente no índice e acumula alta de 4,75% no ano.
  • Serviços apresentou variação de -0,26%, acima do mês anterior (-0,45%). Na comparação interanual, a inflação de serviços recuou de 2,69% para 2,08%. Serviços Subjacentes variou 0,1% (contra -0,08% no mês anterior) e acumula alta de 2,7% nos últimos 12 meses. A forte queda do subgrupo Serviços em relação à sua medida subjacente foi devido à queda nos preços de passagens aéreas (-26%).
  • Os núcleos subiram 0,08%, em média (contra -0,12% em maio). Os núcleos apresentam inflação de 1,98% a/a, em média, abaixo da meta de 4,00%.
IPCA Variação em %
Variação IPCA x MM3M SAAR, %
IPCA (%) - Variação mensal e distribuição histórica
IPCA Administrados, %
IPCA Livres, %
IPCA Comercializáveis, %
IPCA não Comercializáveis, %
IPCA Serviços, %
IPCA Núcleos, %

Equipe Macro

José Márcio Camargo
Tiago Tristão
Eduardo Ferman

Abra sua conta na Genial Investimentos - Banner Post

Publicado por Tiago Tristão

Doutor em economia pela PUC-RJ é analista de atividade econômica na Genial Investimentos.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *