O mercado de investimentos financeiros é um segmento muito peculiar e ainda misterioso no Brasil. Portanto, é normal haver muitas dúvidas e mitos sobre investimentos, afinal 88% dos investidores brasileiros ainda aplicam na centenária (e já ultrapassada) poupança.

Aqui, a nossa intenção é ajudar você a ter as informações corretas e desmistificar algumas impressões que o público em geral tem do mercado financeiro. Continue a leitura para desvendar esses mitos!

1) “Investimentos são fontes de riqueza rápida para qualquer pessoa”

Não crie expectativas. Os investimentos são, sim, uma ótima forma de acumular dinheiro e construir patrimônio, mas nem todo mundo fica rico apenas investindo, embora haja muitas histórias de pessoas que conquistaram a independência financeira dessa forma.

Cada caso é um caso e há muitos fatores que influenciam. As pessoas que tinham pouco dinheiro e ficaram milionárias apenas investindo são raras. Os relatos que vemos por aí podem ser até verídicos, mas dizer que é uma fonte de dinheiro fácil, rápida e que qualquer um pode conseguir é uma falácia.

Conseguir a independência financeira é possível, mas, normalmente, dá trabalho e leva tempo. E há outro fator que influencia muito se uma pessoa vai ganhar mais investindo: conhecimento. Aqueles que gostam da área, tem aptidão para os riscos de investir, estudam muito e tem disposição para entender o mercado costumam se dar melhor e acumular mais rápido. Porém, nem todas as pessoas tem essas características.

2) “Há investimentos totalmente seguros no mercado”

Coloque em sua cabeça o seguinte: não existe nenhum investimento no mercado sem risco algum. Nem mesmo a poupança ou os títulos do governo. O que se pode falar é que há investimento de baixíssimo risco. Mas quando falamos de investimentos já se pressupõe algum risco, que pode ser de quase zero ou muito alto.

Não é à toa que antes de escolher uma aplicação, o ideal é que você faça um teste de perfil de risco para investimentos, que vai dizer em qual categoria você se encaixa: conservador, moderado, arrojado e agressivo. Saiba mais sobre o perfil de risco.

Além disso, há vários tipos de risco e não só possibilidade de perder dinheiro. Os riscos vão desde não conseguir resgatar o investimento com facilidade, a famosa liquidez, ao de tomar um calote.

3) “A poupança é o investimento mais seguro”

A poupança realmente é um investimento muito seguro. No entanto, os títulos públicos do Tesouro Direto ultrapassam a caderneta nesse quesito, já que quem emite esses papéis é o próprio Governo Federal, considerado o melhor pagador do mercado.

E, caso você não queira investir no Tesouro, é possível encontrar investimentos com a cobertura do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), a mesma segurança da poupança.

4) “Posso perder tudo ao investir”

Essa é uma ideia muito comum que se tem do mercado financeiro quando uma pessoa ouve a palavra “investimentos“, sobretudo no cenário atual em que os bancos estão perdendo o protagonismo para fintechs ou corretoras especializadas. O brasileiro ainda é muito conservador e, por isso, essas novas instituições são alvos de desconfiança.

Mas, sim, esse é outro mito sobre investimentos, já que há inúmeras opções de investimento em que, mesmo que haja perdas, o prejuízo quase nunca é total. Quando ações se desvalorizam, por exemplo, não necessariamente levarão os acionistas a perderem tudo.

Há casos muito raros em que é possível que a empresa venha a falência e você não receba o dinheiro de volta, em casos como as debêntures, que são investimentos de renda fixa de maior risco. No entanto, quem tem esse pensamento de que todos os investimentos são de alto risco e farão perder todo o dinheiro investido é, geralmente, mais conservador, o que garante, assim, investimentos de baixíssimo de risco de perda de dinheiro.

5) “Investir na Bolsa de Valores é para poucos”

É possível qualquer investidor que tenha algum dinheiro guardado aplicar na Bolsa de Valores hoje em dia. Tudo ficou mais fácil com a adaptação às novas tecnologias. Essa frase também é um mito sobre investimentos porque é possível investir na Bolsa de Valores de forma simples e não necessariamente profissional.

Claro que, quanto mais conhecimento tiver, melhor será a experiência do investidor no ambiente de negociação da Bolsa e mais fácil será, mas isso não impede as pessoas de aplicar nos ativos da B3.

6) “O imóvel é sempre uma opção segura”

Os imóveis têm sido, junto com a caderneta de poupança, considerados os investimentos mais seguros pelos brasileiros que existem. Contudo, imóveis têm riscos como qualquer outro investimento, mais especificamente o risco de liquidez (não é tão fácil e rápido vendê-los, caso você precise do dinheiro) e risco de desvalorização com o passar do tempo.

Além disso, se tiverem sido comprados por preços altos, pode ser impossível cobrar um valor de aluguel suficiente para garantir um bom retorno para o investimento. Afinal, o preço do aluguel esbarra no limite dos rendimentos dos locatários, especialmente quando são pessoas físicas.

7) “Eu não invisto porque não tenho o conhecimento para prever o mercado”

Nem você nem os maiores especialistas têm o poder de prever o mercado. Portanto, não pense que você precisa ser um gênio da economia para investir bem, pois nem mesmo os maiores investidores conseguem cravar o que vai acontecer com o mercado no amanhã. Essa é uma das desculpas do brasileiro para não investir, o que acaba sendo outro mito.

8) “Criança não deve mexer com dinheiro”

Quanto antes tivermos uma boa relação com o dinheiro melhor. E isso vale para os pequeninos. É preciso incluir as crianças no planejamento financeiro, nem que seja apenas para elas terem controle de quando podem comprar aquele brinquedo ou um sorte toda a semana. O ideal é que a educação financeira comece em casa, desde cedo, para que os filhos não desenvolvam maus hábitos, difíceis de vencer no futuro. Caso você já tenha filhos ou queira ter, saiba que falar de dinheiro com eles é ajudá-los no futuro.

Não sabe por onde começar a investir? Abra uma conta na Genial Investimentos que nós ajudamos você a chegar mais perto de seus sonhos e da independência financeira! 

abra sua conta

Publicado por Leonardo Pinto

Leonardo é jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, com passagens por grandes veículos da imprensa brasileira, como TV Cultura, Veja e Estadão. Especializou-se em jornalismo econômico, com aprovação pela FGV, no curso de trainee promovido pelo Grupo Estado.

Contentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *