Chegou maio, o mês das mães, o dia mais aguardado do comércio. É disparado o melhor momento das vendas no varejo. Neste ano em que a economia brasileira volta a dar sinais de vida é de se esperar que as mães embalem a atividade econômica com mais intensidade.

Mas vamos olhar com atenção para essas jovens senhoras que tudo fazem por seus filhos, que carregam um amor incondicional e são musas inspiradoras das mais doces palavras neste mês de maio.

Pesquisas internacionais dão conta que as mulheres, generosas como são, colocam a família em primeiro plano e acabam esquecendo de que o futuro vai chegar.

Aposentadoria

Mesmo mulheres bem sucedidas chegam a terceira idade com um risco alto de pobreza. E por que isso ocorre? Porque elas simplesmente não conseguem guardar o suficiente para custear suas despesas depois de aposentadas.

Gastam demais dizem as pesquisas. Com elas? Não. Com a família. Atendem primeiro filhos, até mesmo nos investimentos, para só depois pensarem nelas. E os recursos são escassos. Não há dinheiro para tudo. Simples assim.

Há ainda a ilusão de que no futuro os filhos cuidarão dos pais e, principalmente, das mães. Mas atenção porque os tempos são outros e os filhos terão os próprios desafios para enfrentar, que não são poucos. Um mundo sem emprego, sem aposentadoria e com a vida centenária dando sinais de que veio para ficar.

Alexandre Kalache, o médico brasileiro que criou o programa de envelhecimento ativo da Organização Mundial de Saúde, diz que uma pesquisa no Brasil apontou para um índice alto de depressão entre mulheres que vão morar com os filhos na terceira idade.

Outro sinal de alerta. Precisar morar com genros, noras e netos pode impor condições adversas para as quais as mães não estão preparadas. E para os filhos, um desafio a mais.

Presente

Então neste dia das mães dê você um presente a seu filho: cuide da sua segurança financeira. Lembre-se daquela recomendação tão usual nos voos: em caso de despressurização da cabine coloque primeiro a mascara de oxigênio em você e só depois socorra quem estiver ao seu lado.

Você não tem ideia do quanto esta recomendação é vital para você e, pode apostar, também para seu filho. Porque em situação de vulnerabilidade você não terá como socorrê-lo se preciso for.

* Mara Luquet escreve todas as quartas-feiras para o blog GENIAL. Este artigo reflete as opiniões de seu autor, não necessariamente as da Genial Investimentos.

Publicado por Mara Luquet

Idealizadora do MyNews, primeiro canal de jornalismo feito exclusivamente para o YouTube, Mara é jornalista especialista em economia e investimentos. Tem passagens pelos jornais Valor Econômico, Folha de S. Paulo e revista Veja, além de ter sido colunista da CBN e comentarista de jornais da Globo e GloboNews. Apresenta o programa “Economia é Genial” todas as quintas-feiras no canal MyNews, às 20h30.

Contentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *