Por que investir em fundos cambiais?

O dólar subiu e a rentabilidade da sua carteira desabou? Saiba que esses infortúnios da vida do investidor podem ser evitados com aplicações em fundos cambiais. Sim, esses fundos são uma excelente ferramenta de hedge (proteção) ao seu portfólio, mas também podem ser usados para planejar a sua viagem dos sonhos, para pagar dívidas e qualquer tipo de despesa em moeda estrangeira.

Para se ter uma ideia, na primeira quinzena de maio de 2020, a valorização do dólar comercial norte-americano frente ao real chegava a 45% no acumulado do ano, com a cotação próxima a bater R$ 6,00.

Onde se escondem, como começar e por que investir em fundos cambiais são algumas das perguntas respondidas neste post que irá ajudar você a perder de uma vez por todas o medo das flutuações do dólar.

O que são os fundos cambiais?

Vamos começar entendendo o que são os fundos cambiais. Como o nome sugere, são fundos de investimento voltados a aplicações em moedas estrangeiras fiduciárias, ou seja, moedas emitidas oficialmente por autoridades monetárias, como o dólar, o euro e o próprio real. Nos fundos, um grupo de pessoas reúne recursos para investir em conjunto, aumentando seu poder de compra e as possibilidades de ganhos.

Por regra, 80% dos recursos dos fundos devem ser atrelados à variação de moedas estrangeiras e 20% podem ser aplicados em títulos de renda fixa. Os investimentos, no entanto, não são realizados diretamente em moedas. As aplicações são realizadas em ativos atrelados ao dólar e ao euro, por exemplo, assim como os aportes podem ser feitos em derivativos dessas e outras moedas.

Apesar de acompanhar moedas internacionais, as aplicações nos fundos cambiais e os resgates são sempre realizados em real.

Os fundos cambiais são administrados por gestores profissionais, que irão tomar as decisões estratégicas de alocação de um fundo. A gestão de um fundo é remunerada pela taxa de administração. Alguns fundos podem ter ainda a taxa de performance, em que o gestor é remunerado pelo desempenho positivo da carteira.

A cobrança de tributos nos fundos cambiais é realizada de forma regressiva de duas maneiras: Imposto de Renda sobre os rendimentos e Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). Atenção quanto ao IOF: a tabela regressiva desse imposto varia de 96% a 0% em 30 dias sobre o rendimento. Logo, o ideal é investir em fundos cambiais de longo prazo.

Ainda tem dúvidas sobre o que são os fundos cambiais? Veja este vídeo:

Vantagens dos fundos cambiais

Os benefícios dos fundos cambiais são muitos, e eles variam conforme o seu objetivo com as aplicações. Para o investidor em busca de proteção à sua carteira, por exemplo, a principal vantagem é garantir que, em um momento de turbulência do mercado financeiro, as possíveis perdas sejam minimizadas pela valorização do dólar.

Em outras palavras, se uma crise de qualquer natureza derrubar a Bolsa e, consequentemente, as cotações das ações, a valorização do dólar (muito comum nesses casos) pode minimizar ou anular as perdas da carteira.

Outra possibilidade de uso para um fundo cambial é para pagar despesas em moeda estrangeira, como em uma viagem, por exemplo. Nesse caso, se o investidor souber que terá um gasto futuro em dólar, poderá se proteger de possíveis valorizações com aportes em um fundo cambial. Caso a cotação do dólar subir, o fundo também irá se valorizar, e o poder de compra do investidor ficará garantido.

Para ter uma viagem ao exterior tranquila, é recomendável que o investidor programe um investimento mensal em fundos cambiais com um ou dois anos de antecedência. Assim, no momento da viagem, não será preciso se preocupar com a flutuação da moeda. O viajante poderá gastar no cartão de crédito e, no vencimento da fatura, retirar o valor do fundo cambial.

Os fundos cambiais permitem ainda que o investidor comum tenha acesso ao hedge que investidores profissionais e qualificados utilizam em suas carteiras. Na Genial Investimentos, é possível encontrar fundos cambiais com cotas a partir de R$ 1.000,00.

Como sempre falamos aqui, no blog da Genial, diversificar os investimentos é fundamental para proteger seu patrimônio, pois dilui riscos e amplia as chances de rentabilidade. Segundo alguns especialistas, em uma carteira saudável, o ideal é que 20% do seu patrimônio esteja atrelado ao dólar.

Acesse o E-book Fundos de Investimento: o manual de aplicação.

Quem deve investir em um fundo cambial?

Todo investidor que deseja diversificar sua carteira de investimentos deve considerar aplicar uma parcela do seu portfólio (20%) em ativos atrelados ao dólar. Os fundos cambiais podem ser usados ainda em estratégias de trade, em que o objetivo é obter lucro com as oscilações nas cotações.

Porém, quem pretende utilizar fundos cambiais para especulação deve ter em mente que prever o comportamento futuro das moedas é um grande desafio, mesmo para profissionais experientes.

O investidor com qualquer tipo de despesa em moeda estrangeira deve também utilizar os fundos cambiais para se proteger de bruscas valorizações nos preços e do consequente comprometimento do poder de compra e/ou da capacidade de pagamento.

Mas, lembre-se, os fundos cambiais não devem ser o destino da sua reserva de emergência, mesmo em cenários de profundas crises e grande valorização do dólar.

Como investir em fundos cambiais?

Como em qualquer aplicação em fundos, o investidor deve analisar o desempenho histórico da carteira e do gestor. Embora os retornos do passado não ofereçam nenhuma garantia para o futuro, a análise do histórico irá mostrar a estratégia do gestor aplicada a diferentes cenários econômicos e, obviamente, como isso se traduziu na performance do fundo.

Na Genial Investimentos, você pode conferir os fundos cambiais disponíveis para aplicação na área logada do cliente, acessando “Investimentos” (menu inicial) e, na sequência, o item “Fundos de Investimentos”. Atualmente, estão disponíveis para aplicação dois fundos: Occam FI Cambial e Votorantim FIC FI Cambial Dólar.

No exemplo abaixo, veja o desempenho do fundo Occam:

Comparativo Fundo Cambial Occam x Dólar x SELIC
Occam FI Cambial – Performance entre  30/12/2016 – 20/052020

Como podemos observar, entre 2017 e 20 de maio de 2020, o fundo apresentou uma rentabilidade superior à do dólar, e bem superior à da Selic.

No exemplo do Occam FI Cambial, o investimento mínimo é de R$ 1.000,00, com taxa de administração de 0,75% a.a. e sem taxas de performance. Porém, não se esqueça de que o investimento em fundos cambiais, assim como em outros ativos, deve estar conectado com o seu planejamento e os seus objetivos financeiros.

Surgiram dúvidas sobre quais ativos estão mais alinhados ao seu perfil de investidor? Fale com um dos nossos consultores de investimento. Nossa equipe está preparada para ajudar você a traçar a rota mais segura para uma relação tranquila e positiva com o seu dinheiro.

Se você ainda não é cliente Genial, abra sua conta gratuita hoje mesmo e aproveite muitas oportunidades de ganhos e de proteção financeira, como as oferecidas pelos fundos cambiais. É simples, rápido e feito para você!

Abra sua conta na Genial Investimentos!

Publicado por Genial Investimentos

A Genial é a plataforma de investimentos que está democratizando o acesso aos melhores produtos do mercado, de forma simples, ágil e eficiente, através de uma assessoria financeira isenta, transparente e qualificada.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *