• Em junho o setor de serviços variou 5,0 % m/m na comparação com o mês anterior (mediada das expectativas era 4,35% m/m e -12,35 % a/a, Broadcast). Na comparação interanual a variação foi de -12,0 % a/a, sendo a quarta taxa negativa consecutiva.
  • Na passagem de maio para junho, o crescimento no volume de serviços prestados ocorreu em todas as cinco atividades investigadas. O destaque vai para os serviços prestados às famílias, 14,2%, e para o transporte e armazenagem, crescendo 6,9%. É a segunda taxa positiva para essas atividades, porém insuficiente para recuperar as perdas significativas ocorridas em março e abril. 
  • Apesar do avanço em junho, o setor de serviços encerrou o primeiro semestre de 2020 com uma queda de 8,3%, em quatro das cinco atividades pesquisadas. ▪ Indicadores antecedentes relativos ao mês de julho apontam resultados novamente positivos para o mês, com crescimento do PMI serviços de 35,9 para 42,5 e aumento de 10,2% m/m no índice de confiança de serviços da FGV.
PMS - Volume m/m
Variação Mensal por Atividade Econômica
PMS - Volume m/m
Volume de Serviços
Volume Serviço

Equipe Macro

José Márcio Camargo
Tiago Tristão
Eduardo Ferman

Abra sua conta na Genial Investimentos - Banner Post

Publicado por Eduardo Ferman

Graduando em economia pela PUC-RJ é estagiário de atividade econômica na Genial Investimentos.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *