O Ibovespa teve dia neutro, porém, positivo –  ainda sob efeito da série de vitórias do governo no Congresso e sinais de maior pragmatismo do presidente Jair Bolsonaro. Os estudo para a liberação dos saques do FGTS também favoreceu os ativos brasileiros, de acordo com o estrategista da Genial Investimentos, Filipe Villegas. O índice fechou em queda quase irrisória: 0,01%.

À tarde, a proposta alternativa para a reforma formulada pelo Partido Liberal (PL), partido do presidente da Comissão Especial da Câmara, esfriou os ânimos, mas não o suficiente para derrubar por completo o Ibovespa.

O dólar teve mais um dia de forte queda, em razão da aposta crescente de corte de juros no Brasil e nos EUA, caindo 0,97% (3.897). Essa perspectiva se ampliou com a possibilidade crescente de que o Fed corte os juros nos EUA, diante dos receios de recessão disparados pela guerra comercial.

Confira abaixo o desempenho das empresas no Ibovespa:

? Maiores altas do Ibovespa:

  • Via Varejo (VVAR3) / R$ 4,96 / +5,53%
  • Petrobras (PETR3) / R$ 28,85 / +2,20%
  • Telefônica Vivo (VIVT4) / R$ 49,00 / +1,98%
  • Petrobras (PETR4) / R$ 25,99 / +1,72%
  • Engie (EGIE3) / R$ 47,11 / +1,71%

? Maiores baixas do Ibovespa:

  • Marfrig (MRFG3) / R$ 6,54 / -4,25%
  • Natura (NATU3) / R$ 57,65 / -3,88%
  • MRV (MRVE3) / R$ 16,55 / -3,78%
  • Braskem (BRKM5) / R$ 41,20 / -3,69%
  • JBS (JBSS3) / R$ 21,22 / -2,93%

Quer saber mais? Abra sua conta na Genial Investimentos para encontrar as melhores opções do mercado financeiro.

abra sua conta

Publicado por Leonardo Pinto

Leonardo é jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, com passagens por grandes veículos da imprensa brasileira, como TV Cultura, Veja e Estadão. Especializou-se em jornalismo econômico, com aprovação pela FGV, no curso de trainee promovido pelo Grupo Estado.

Contentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *