A taxa de desemprego foi de 11,6% em fevereiro*, representando uma queda de 0,8 ponto percentual em relação ao mesmo período do ano passado (12,4%). O Resultado indica uma recuperação do emprego em ritmo superior ao que foi observado em 2019.

A população ocupada cresceu 2% em relação a fevereiro de 2019. Já o número de pessoas na força de trabalho cresceu 1,1% na mesma base de comparação.

O emprego no setor privado com carteira assinada (ex-domésticos) ficou em 33,6 milhões no trimestre dezembro-fevereiro do ano anterior, significando um aumento de 645 mil empregos nos últimos 12 meses. No acumulado dos últimos 12 meses, o destaque positivo foi a posição de conta-própria com CNPJ que aumentou de 4,7 milhões de empregos no trimestre móvel encerrado em fevereiro de 2019 para 5,3 milhões em fevereiro de 2020.

*A taxa de desemprego é calculada sobre o trimestre móvel encerrado em fevereiro (dezembro de 2019 a fevereiro de 2020). A comparação interanual se dá sobre o mesmo trimestre móvel do ano anterior.

Taxa de Desemprego, %
Taxa de Desemprego, %
Diferencial anual do desemprego
Taxa de participação, %
Total de Ocupação e Força de Trabalho
Variação Interanual da Ocupação (em mil)
Emprego no Setor Privado - Com Carteira
Emprego no Setor Privado - Sem Carteira
Conta Própria
Emprego no Setor Público
Rendimento Real e Nominal YoY
Massa de Rendimentos Real, YoY

Equipe Macro

José Márcio Camargo
Tiago Tristão
Eduardo Ferman

Abra sua conta na Genial Investimentos!

Publicado por Tiago Tristão

Doutor em economia pela PUC-RJ é analista de atividade econômica na Genial Investimentos.

Comentários

  • […] O Resultado indica uma recuperação do emprego em ritmo inferior ao que foi observado até o mês passado (recuo interanual de -0,8 […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *