• O volume de vendas do comércio varejista cresceu 1,2% mom em fevereiro frente a janeiro (acima da mediana de -0,5% das projeções – Broadcast). Na comparação com o mesmo mês do ano anterior o volume de vendas apresentou crescimento de 4,7% YoY.
  • Após queda em janeiro, as vendas no varejo cresceram 1,2% mom em fevereiro, sendo o melhor resultado para o mês desde 2016 (1,6%). Contudo, os meses de janeiro e fevereiro não captam o impacto do coronavírus, o que torna a divulgação datada.
  • O volume de vendas no varejo ampliado (inclui as atividades de veículos, motos, partes e peças e de material de construção) cresceu 0,7 % mom frente janeiro, segundo mês consecutivo de variação positiva. Na comparação interanual, o varejo ampliado avançou 3,4%
  • Mantemos projeção negativa para o setor de varejo no ano. Embora o setor tenha apresentado crescimento de 3% no volume de vendas no primeiro bimestre, para 2020 como um todo, esperamos queda no volume de vendas no varejo restrito (ex-hipermercados e supermercados) devido à disseminação do coronavírus. O setor deve encerrar 2020 com um recuo no volume de vendas entre 5%-8% em relação a 2019.
Vendas no Varejo, MoM
Vendas no Varejo, YoY
Vendas no Varejo Ampliado, YoY
Vendas no Varjo - Bens Duráveis, YoY

Equipe Macro

José Márcio Camargo
Tiago Tristão
Eduardo Ferman

Abra sua conta na Genial Investimentos!

Publicado por Tiago Tristão

Doutor em economia pela PUC-RJ é analista de atividade econômica na Genial Investimentos.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *