O HASH11 é um fundo de investimento de criptomoedas que replica o índice NCI (Nasdaq Crypto Index), negociado na Nasdaq, uma das bolsas de valores americanas. Quando foi lançado, em abril de 2021, chegou a captar R$600 milhões!

Mesmo replicando um índice internacional, é possível investir no HASH11 sem sair do Brasil, direto na B3. Hoje, os criptoativos chamam bastante a atenção dos investidores – especialmente o HASH11, que já ocupou as melhores posições entre os ETFs mais negociados da nossa bolsa de valores.

Uma das principais vantagens de investir nesse tipo de ativo está relacionada à credibilidade garantida pelo fundo e à possibilidade de diversificar os ativos sem precisar fazer muito  esforço.

Se você deseja saber mais sobre esse criptoativo para investir com mais confiança na bolsa de valores, você está no lugar certo. Basta seguir a leitura! 

O que são os criptoativos

As criptomoedas surgiram em 2008 e se popularizaram com o Bitcoin, do qual você possivelmente já ouviu falar. O objetivo? Inserir no mercado uma moeda que pudesse circular sem a intermediação de bancos e órgãos reguladores, a fim de trazer mais autonomia e segurança para transações financeiras por meio da criptografia. 

A partir da sua criação, outras moedas digitais foram surgindo e movimentando o mercado ao redor do mundo. Hoje, inclusive, muitas empresas já recebem as criptos como pagamento, e o histórico de bons retornos desses ativos também atrai cada vez mais admiradores (e investidores). 

Foi pensando justamente no investidor que surgiu o HASH11, um ETF que permite a negociação da moeda virtual por meio da bolsa de valores de forma descomplicada e acessível. Ficou curioso para saber como isso acontece? Acompanhe logo abaixo. 

O que são ETFs 

Os ETFs (Exchange-traded funds) são fundos de investimentos que possuem cotas para negociação nas bolsas de valores – que, por sua vez, replicam a performance de índices estrangeiros.

No Brasil, todo esse processo pode ser realizado dentro da própria B3, por meio da aquisição de uma cesta de ativos que compõem o índice de referência. Hoje, é possível comprar os mais diversos tipos de ETFs, tanto de renda fixa como de renda variável – e até mesmo de criptomoedas, como no caso do HASH11. 

Uma das principais vantagens aqui é a diversificação, uma vez que o investidor passa a deter, indiretamente, todos os ativos da carteira do índice – sem contar com a praticidade e a flexibilidade características do ETFs.

HASH11: o ETF de criptomoedas

O HASH11 é o ticker (ou código de negociação) do ETF NCI (Hashdex Nasdaq Crypto Index), negociado na B3. Comprar e vender esses ativos na bolsa de valores é simples e pode trazer bons rendimentos para o investidor – no entanto, é preciso estar sempre atento à sua alta volatilidade (uma vez que se trata de uma aplicação de renda variável) e às taxas cobradas pelo fundo.

O rendimento dos ETFs advém da negociação lucrativa das cotas: por isso, quanto maior a diferença no preço de compra e venda, maior será a remuneração. Além disso, vale lembrar que sua negociação ocorre com a mesma simplicidade de se adquirir um ativo no mercado de ações.

Refletindo o desempenho do Nasdaq Crypto Index (NCI), ao adquirir o ETF HASH11, o investidor passa a contar com uma cesta que reúne as principais criptomoedas do mercado. Hoje, ela é composta assim:

  • Bitcoin (BTC);  
  • Ether (ETH);  
  • Litecoin (LTC);  
  • Chainlink (LINK); 
  • Bitcoin Cash (BCH); 
  • Stellar (XLM).

Vale a pena investir em criptoativos?

Uma das principais vantagens em investir nas critomoedas por meio dos ETFs é a credibilidade garantida pelos fundos e a possibilidade de diversificar os investimentos sem precisar fazer muito esforço, evitando depender da rentabilidade de apenas uma criptomoeda. Além disso, o HASH11 é negociado exclusivamente na B3, o que traz segurança para o investidor em relação ao ambiente transacional.

No entanto, da mesma forma que a cotação do HASH11 pode aumentar de forma rápida e exponencial, o inverso também pode ocorrer. É por isso que, devido à alta volatilidade, o mercado de criptomoedas é indicado para investidores de perfil mais arrojado.

O preço do HASH11 varia conforme as oscilações dos ativos que compõem sua carteira no momento da negociação: na primeira semana de fevereiro de 2022, sua cotação estava na casa dos R$37,39. Portanto, para adquirir o lote mínimo (uma cota) dessa criptomoeda, é preciso desembolsar R$37,39.

Passo a passo para investir em HASH11 pela Vexter

Por serem negociados na bolsa de valores, os ETFs são comprados e vendidos da mesma forma que as ações – portanto, é um investimento simples de ser realizado, como vimos anteriormente. O primeiro passo é conhecer bem o seu perfil de investidor, traçar suas metas e ter sempre em mente a diversificação da carteira de investimentos. Assim, é possível operar de forma assertiva e minimizar riscos. O restante é bem simples:

  1. Abra a sua conta junto à corretora de valores e acesse o home broker;
  2. Transfira o dinheiro que você irá investir da sua conta pessoal para a conta da corretora; 
  3. Procure pelo ativo de código HASH11; 
  4. Informe a quantidade de cotas que deseja adquirir;
  5. Envie a ordem de compra e aguarde a conclusão da transação.

Pronto! Com a ordem executada, você já passa a contar com o HASH11 em sua carteira de investimentos. A partir daí, é muito importante acompanhar a performance do criptoativo: se o seu objetivo é lucrar no curto prazo, será necessário avaliar, frequentemente, as oscilações e tendências do mercado. 

Se você visa o médio e o longo prazo, no entanto, esse acompanhamento pode ser feito de forma periódica e um pouco mais espaçada.

O importante é estar sempre atento às movimentações econômicas e políticas no Brasil e no mundo.

Pronto para começar? Conte para a gente se esse conteúdo foi útil para você deixando um comentário aqui no blog!

Vexter

Genial Investimentos

Somos uma plataforma de investimentos que tem como objetivo facilitar o acesso ao mercado financeiro e ampliar a educação financeira no Brasil.

Ver todos os artigos
E-book Trader

Navegação rápida

O link do artigo foi copiado!

Planilha Comparativa de Renda Fixa