2022 já começa sendo um ano agitado e cheio de notícias para os investidores em cripto moedas que vem ganhando cada dia mais adeptos no BRASIL e no mundo. Mas claro, sem deixar de criar burburinho em sua atuação e passar por regulamentações governamentais. 

Confira as principais notícias do mundo cripto! Boa leitura!

Notícias das cripto moedas

O Brasil é o 7º país do mundo com mais usuários em jogos NFT.

A popularidade dos jogos NFT, token não fungíveis, cresce em países atingidos por uma alta inflação, como Brasil e Argentina de acordo com o novo estudo da Decentral Games divulgado pela Bloomberg.

A tendência começou com o Axie Infinity, o jogo play-to-ear que explodiu em 2021 e passou a ser visto como fonte de renda para milhares de brasileiros. Em questão de meses, a febre se espalhou pelo mercado cripto e diversos jogos foram lançados para atender a demanda. 

Rio vai aceitar criptomoedas no pagamento do IPTU em 2023

O Rio de Janeiro se tornou a primeira cidade do Brasil a permitir que impostos da prefeitura sejam pagos com criptomoedas a partir de 2023. O anúncio aconteceu no evento Criptoatividade Carioca, organizado pelas secretarias municipais de Fazenda, Planejamento e Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação.

A cidade contará com o apoio de empresas do setor cripto para viabilizar essa operação, principalmente a conversão para real no pagamento do IPTU.  Ou seja, quando o cidadão pagar o imposto com criptomoeda ela será transformada em real assim que chegar aos cofres públicos, como forma de garantir que a prefeitura não seja afetada pela flutuação de preços e receba 100% do valor na moeda corrente. 

Bitcoin em alta, dólar em baixa: o que muda para o mercado brasileiro de criptomoedas

Os investimentos do mercado internacional que estavam na Rússia deixaram o país por conta da guerra com a Ucrânia e o Brasil é um dos novos destinos desse dinheiro. Mesmo com a turbulenta vida política interna.

O Real vive um momento de euforia. Foi a moeda que mais se fortaleceu diante do dólar no ano de 2022 em todo o mundo e no dia 25/03  chegou a menor cotação em dois anos: R$ 4,76.

“O Brasil tem muita commodities, no que é parecido com a Rússia nesse sentido, e é um mercado líquido e relativamente robusto. O Brasil se mostra como uma opção relativamente boa para investidores globais e tem a taxa de juros: estamos subindo a Selic para 12%. Então a gente continua como um mercado bastante atrativo”. 

Ucrânia lança coleção de NFT para retratar fatos da guerra contra Rússia

O governo ucraniano lançou no final de março uma coleção de NFT, tokens não fungíveis, que retratam a guerra que o país trava atualmente contra a Rússia.

A coleção conta com 54 NFTs que estão divididos em uma linha temporal retratando os momentos mais marcantes do conflito, começando pelo dia 24 de fevereiro quando as tropas russas invadiram o território da Ucrânia.

Os NFTs começaram a ser vendidos no dia 29/03. Segundo a descrição do projeto: “Os NFTs são fatos acompanhados de reflexões pessoais. A fórmula de cada NFT é clara e simples: cada token é uma notícia real de uma fonte oficial e uma ilustração de artistas, tanto ucranianos quanto internacionais”,que deu um novo significado para a sigla NFT: Never Forget This (nunca esqueça isso).

Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH) avançam após notícia que Rússia pode aceitar cripto por petróleo

A guerra que se desenrola no leste europeu está tendo um efeito nítido no mercado de criptomoedas, principalmente nos dois países envolvidos: Rússia e Ucrânia.

Desde o início do conflito, a Rússia é bombardeada por sanções econômicas desde que invadiu o território ucraniano, que fez o rublo russo enfrentar uma forte desvalorização. Diante disso, as negociações de cripto ativos no território russo já haviam aumentado 231%, segundo dados da CoinShares.

O presidente do comitê de Energia da Duma, câmara baixa do Parlamento russo,Pavel Zavalniy declarou durante uma coletiva de imprensa que o país está disposto a aceitar que países como China e Turquia paguem petróleo e outros recursos naturais com Bitcoin e outras moedas. 

Por fim, o ministério da Economia da Rússia já se manifestou a favor da lei que legaliza as criptomoedas no país e que a pasta quer que a legislação seja aprovada em breve.

Índia aprova imposto de 30% sobre ganhos de capital com bitcoin e criptomoedas

O Parlamento da Índia aprovou no dia 24/03 uma lei de reforma tributária que inclui um imposto de 30% sobre ganhos de capital com bitcoin e criptomoedas. As novas diretrizes vão entrar em vigor na próxima em abril, segundo publicação do Coindesk.

Além do imposto sobre ganhos de capital, os indianos que fazem transações com criptomoedas também serão tributados em 1% sobre sua renda. Esse tipo de imposto é semelhante ao Imposto de Renda brasileiro. Na índia, é chamado ‘Tax Deducted at Source’ (TDS).

A proposta de cobrar impostos sobre criptos partiu da ministra das Finanças Nirmala Sitharaman. Segundo o Forkast, a taxa de 30% sobre criptomoedas é o dobro do imposto de 15% sobre ganhos de capital de curto prazo, que se aplica à valorização de ativos como ações e ações. Este, segundo a ministra, permanece sem alterações.

Web3: quais empresas estão investindo no futuro da internet blockchain?

Tanto a Web3 quanto os metaversos advém de aplicações, cada vez mais abrangentes, da tecnologia blockchain. O volume de investimentos feitos nesse setor vem crescendo incessantemente: em 2021, startups que trabalham com blockchain angariaram US $25 bilhões em capital de risco, um valor oito vezes maior que o do ano anterior.

Há muitas discussões acerca da relevância da “Web3” e do “metaverso”. Muitos críticos, a exemplo de Elon Musk e Jack Dorsey, julgam se tratar de um burburinho excessivo e de sensacionalismo da mídia. 

As grandes corporações Big Tech, porém, não parecem partilhar da mesma dúvida. Impulsionadas, talvez, pelo medo do fenômeno de rápida obsolescência e substituição das redes sociais e serviços digitais pelo público, empresas como Microsoft, Meta (Facebook) e Twitter investem cada vez mais em blockchain.

Security Tokens: conheça os ativos que podem se tornar carro chefe da indústria cripto

Os securities podem ser entendidos como ativos negociáveis (obrigações, débitos, ações, garantias, por exemplo). Um security é como ter algo ou parte dele sem a necessidade de possuí-lo. A principal vantagem de utilizar os Security Tokens para esse modelo de investimento é a liquidez. Os securities tradicionais, como ações e imóveis, possuem problemas nesse aspecto.

Com a tecnologia utilizada pelos tokens e a Blockchain, os dividendos podem ser pagos de forma simples, através dos Smart Contracts, agilizando e automatizando o processo de forma que no mercado tradicional seria impossível. 

Esses são os principais acontecimentos do universo Cripto no Brasil e no mundo! Qual das notícias de cripto e moedas virtuais te deixou mais empolgado(a)?

Vexter

Genial Investimentos

Somos uma plataforma de investimentos que tem como objetivo facilitar o acesso ao mercado financeiro e ampliar a educação financeira no Brasil.

Ver todos os artigos
E-book Trader

Navegação rápida

O link do artigo foi copiado!

Planilha Comparativa de Renda Fixa