A Genial, em parceria com a Quaest, divulgou mais uma rodada da pesquisa quantitativa “O que pensa o mercado financeiro: Governo Lula”. O estudo tem por fim medir as reações e considerações do setor financeiro sobre a condução da política e da economia brasileira.

Sobre a pesquisa

O levantamento foi feito entre 4 e oito de maio por meio de entrevistas online e com aplicação de questionário. O público respondente total foi de 92 pessoas, entre gestores, economistas, analistas e profissionais com poder de decisão.

Avaliação do Governo Lula

Pela primeira vez na pesquisa Genial/Quaest, o governo foi avaliado como positivo por participantes (2%). Mas, majoritariamente, o setor considera a gestão negativa (86%). Os que disseram ser regular somam (12%). Ainda neste tópico, as avaliações regulares cresceram 2 pontos percentuais e as negativas caíram 4 pontos percentuais.

Valiação de governo | Pesquisa Genial-Quaest

O trabalho feito pelo Ministro da Fazenda Fernando Haddad também está mexendo no ponteiro. As avaliações regulares saíram de 52% para 37%, enquanto as ruins se mantiveram quase estáveis (de 38% para 37%). Os respondentes que consideram o trabalho positivo saltaram de 10% para 26%.

Quanto à capacidade do governo de aprovar sua agenda no Congresso, as percepções se inverteram com 10% dos particpantes considerando alta –contra 33% no levantamento anterior. Os que julgam baixa saíram de 20% para 39%. Vale lembrar que no último dia 3 de maio Lula sofreu sua primeira derrota no Câmara, quando foram derrubadas as mudanças feitas no Marco do Saneamento.

Capacidade de aprovar agenda | Pesquisa Genial-Quaest

Outro dado de destaque é a percepção do mercado sobre a possibilidade do país enfrentar uma recessão. Aqui, mais uma vez, os ponteiros mudaram de direção. Na pesquisa de março, 27% achavam que o país não corria risco, ante 73% que consideravam possível. Agora, 60% descartam a possibilidade, contra 40% mais pessimistas.

Risco de recessão | Pesquisa Genial-Quaest

Política monetária

O apoio à condução política monetária por parte do Banco Central é notável: 91% apoiam a manutenção da Selic e 51% dizem que o patamar atual é o ideal para o país. Para o futuro, 88% acham que a taxa básica cai ainda este ano.

Expectativas sobre a Selic 2023 | Pesquisa Genial-Quaest

Arcabouço fiscal

Para os respondentes da pesquisa, a matéria vai ser aprovada no Congresso, mas 49% acham o texto apresentado regular, enquanto 48% negativo.

Outras análises

A pesquisa Genial/Quaest analisa ainda outros aspectos da nova gestão, como a revisão das renúncias fiscais, a dívida pública, a agenda política, a imagem do Brasil e os investimentos externos, assim como os nomes que devem despontar em oposição a Lula e avaliação sobre a imagem de políticos brasileiros.

Para ficar por dentro dos eventos que podem ter contribuído para o resultado desta rodada da pesquisa, assista à entrevista de Denise Barbosa, jornalista da Genial, com José Márcio Camargo, economista-chefe da Genial, e Felipe Nunes, CEO da Quaest e responsável pelo levantamento. Clique aqui para assistir.

Para ter acesso a todos os números da pesquisa, acesse o documento completo neste link.

Pesquisas

Juliana Andrade

Jornalista, pós-graduada em Finanças e Economia pela Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Ver todos os artigos
Campanha Institucional - Ativação - Abra sua conta

Navegação rápida

O link do artigo foi copiado!