Você já ouviu falar do Pizza Day? No dia 22 de maio fãs de bitcoin celebram a existência da criptomoeda com pizza! Neste artigo, você vai entender o que é o pizza day, como ocorreu, por que ficou tão famoso e o que geralmente acontece nesse dia no mercado cripto!

Boa leitura!

O que é o Pizza Day

O Bitcoin Pizza Day comemora a ocasião em que um dos primeiros usuários desse ativo digital, o bitcoin, utilizaram o ativo para realizar a comprar duas pizzas usando bitcoins para pagamento, em 2010. Esta foi a primeira vez que alguém relatou ter usado a moeda para comprar bens físicos!

O consumidor em questão que fez a compra das pizzas era um programador da Flórida chamado Laszlo Hanycz, que também foi um dos primeiros mineradores de bitcoin.

Na época, cada minerador de sucesso era recompensado com 50 bitcoins por descobrir um novo bloco. Isso significava que bastava minerar 200 blocos para ganhar 10.000 BTC, o que não era particularmente difícil, considerando que não havia muitas pessoas competindo para minerá-los naquele momento.

Por que essa criptomoeda é tão revolucionária?

O Bitcoin foi criado em 2009 por Satoshi Nakamoto. Não se sabe quem está por trás dessa identidade, podendo ser apenas uma pessoa ou um grupo de desenvolvedores. O projeto foi lançado com a proposta de criar uma moeda digital totalmente descentralizada.

 Na época, o mundo ainda vivia as consequências da crise de 2008, uma das maiores da história do capitalismo. Muitas pessoas criticaram a forma com que os bancos centrais lidaram com a crise na época, principalmente nos EUA, em que o governo fez manobras econômicas que prejudicaram a população para impedir que algumas empresas falissem, pois eram “grandes demais para quebrar”. Os críticos usaram essas manobras como um exemplo de porquê uma forma de dinheiro centralizada nas mãos do governo é tão perigosa e maléfica para os indivíduos.

A ideia foi criar uma moeda que não dependesse de nenhum governo ou de órgão central. No ecossistema do Bitcoin, cada indivíduo é seu próprio banco.

Por se tratar de uma tecnologia bem complexa e até mesmo bastante segmentada, o Bitcoin não tomou grandes proporções no início. Ele chamava a atenção apenas em fóruns de programação e de tecnologia e entre entusiastas de uma economia mais descentralizada. Até porque, em 2009, ano de criação da moeda, o acesso à internet era bastante restrito.

Desde o início, o Bitcoin funcionava com um sistema de mineração. Basicamente, os mineradores são indivíduos dentro do ecossistema que validam as transações que ocorrem entre duas carteiras, sendo remunerados com unidades de Bitcoin por esse trabalho.

No começo, não haviam corretoras, sites especializados, fundos ou qualquer outro tipo de ligação com o mercado tradicional. Por conta disso, o Bitcoin não tinha como ser precificado em dólar.

Mas tudo isso mudou graças ao Pizza Day.

Como o Bitcoin não tinha preço em dólar e as duas pizzas custavam cerca de US$ 25, a comunidade cripto na época concordou que um Bitcoin deveria valer US$ 0,0025.

Desde então, a valorização da criptomoeda foi explosiva e atualmente, a cotação do Bitcoin é de R$ 101.141,65BRL

A demanda do Bitcoin no Mercado de ativos

A demanda por Bitcoins tende a aumentar cada vez mais, pois pessoas vem conhecendo cada vez mais sobre o ativo e tendo consciência da segurança e independência do Bitcoin em relação aos problemas da centralização governamental. Da mesma forma que a Netflix, o Uber e o Quinto Andar substituíram setores tradicionais da economia, também pode acontecer do dinheiro se tornar totalmente digital e fora do controle de órgãos centrais.

Por outro lado, vale relembrar que a oferta de Bitcoin é limitada: só existirão 21 milhões de unidades da moeda em circulação no mercado. Seguindo um dos princípios básicos da economia, se a demanda aumenta e a oferta é limitada, o preço tende a subir. 

É por isso que, mesmo com as quedas desde a máxima histórica, as pessoas aproveitam as quedas para comprar mais unidades do ativo. 

Como investir em Bitcoin?

Se você ficou com vontade de investir em Bitcoin agora, deve estar se perguntando qual é a melhor maneira de fazer isso. Afinal, esse ainda é um mundo novo para a maioria das pessoas.

Uma forma simples e prática de entrar nesse universo é através da Vexter. Pela plataforma, você consegue comprar, vender, guardar e enviar Bitcoin, além de negociar outros criptoativos. 

Quer ficar por dentro, em primeira mão, das atualizações do Bitcoin e muitos outros cripto ativos? Clique aqui, se inscreva e receba relatórios, notícias e carteira de cripto preparadas por analistas de investimento. 

Vexter

Genial Investimentos

Somos uma plataforma de investimentos que tem como objetivo facilitar o acesso ao mercado financeiro e ampliar a educação financeira no Brasil.

Ver todos os artigos
E-book Trader

Navegação rápida

O link do artigo foi copiado!

Planilha Comparativa de Renda Fixa