O setor financeiro se destaca pela consolidação no mercado. Nesse sentido, as empresas desse segmento podem despertar o interesse dos investidores. Conheça as ações do Banco BMG (BMGB4) e suas principais características! 

O que é BMGB4?

BMGB4 é o código de negociação das ações preferenciais (PN) do Banco BMG na bolsa de valores brasileira (B3). Esse tipo de ação normalmente é identificado pelo número 4 no final do ticker. Ela garante aos acionistas a preferência ao receber os proventos distribuídos pela empresa.

Essa regra também é válida em caso de falência do empreendimento. Outra característica importante das ações PN é o fato de a empresa ter o direito de comprá-las de volta a qualquer momento. Essa decisão pode ser tomada mesmo que não haja justificativa.

Além disso, as ações preferenciais não contam com a proteção do tag along, a menos que o estatuto da companhia garanta esse direito. Trata-se de um sistema de proteção que define que investidores minoritários possam vender seus papéis em caso de mudança de controle acionário da empresa por parte do valor oferecido para os sócios majoritários.

Qual a história do Banco BMG até entrar na bolsa?

A história do Banco BMG começou em 1930, quando a família Guimarães criou o Banco de Crédito Predial S.A. Posteriormente, ele foi chamado de Banco de Minas Gerais S.A. O objetivo da instituição financeira era atuar como um banco comercial, oferecendo soluções para pessoas físicas e jurídicas.

Em 1962, a sigla BMG foi criada e, em 1965, surgiu a Argento S.A. Crédito, Financiamento e Investimento. Na década de 1970, surgiu o BMG Leasing, instituição com foco no financiamento de veículos leves e pesados.

Após se tornar líder no setor, a instituição virou um banco múltiplo. Esse tipo de organização oferece diversas funções em uma só plataforma, permitindo que os clientes acessem inúmeros serviços sem precisar contar com diferentes empresas.

Em 1989, a instituição passou a se chamar Banco BMG S.A. Já na década de 2000, o banco se tornou líder no mercado de empréstimo consignado. As primeiras captações de crédito ocorreram nessa época, iniciando pelo programa de securitização por meio de fundos de investimento em direitos creditórios (FIDCs).

No mesmo período, o Banco BMG investiu na criação de um cartão de crédito consignado. Em julho de 2012, a instituição se associou ao Itaú Unibanco e criou um banco voltado exclusivamente ao empréstimo consignado.

Em 2013, as operações do Banco Itaú Bmg Consignado S.A começaram. Entre 2016 e 2018, os destaques para os novos lançamentos de produtos foram:

  • Crédito na Conta — crédito pessoal emergencial;
  • “help! loja de crédito” — canal de distribuição;
  • BMG Seguros;
  • BMG Invest Digital — plataforma de investimentos 100% digital.

IPO do Banco BMG

Em outubro de 2019, o Banco BMG realizou a oferta pública inicial de ações (IPO). Com o processo, a empresa passou a compor o Nível 1 de Governança Corporativa da bolsa de valores brasileira.

A oferta de ações no mercado resultou em uma captação total de R$1.391 milhões. Desse montante, R$1.200 milhões foram destinados para aumento de capital.

Ações Banco BMG: após a abertura do capital

Após a abertura de capital na bolsa, o Banco BMG lançou diversos benefícios para os clientes e realizou inúmeras aquisições. Entre os programas promovidos, estão:

  • Volta pra Mim: programa de cashback no uso dos cartões de débito e crédito;
  • PJ Varejo: banco digital que oferece serviços completos a micro e pequenos empreendedores;
  • Marketplace de crédito: oferta de crédito com garantia de imóvel e automóvel em parceria com a Creditas;
  • Marketplace de produtos: plataforma que oferece descontos em diversos itens e lojas parceiras.

Entre as aquisições e parcerias firmadas, é possível destacar:

  • parceria com a Wiz, que adquiriu 40% do capital social da BMG Corretora;
  • compra de 30% da Raro Labs, empresa especializada no desenvolvimento e manutenção de softwares e soluções inovadoras;
  • sociedade com o Banco Inter na participação na Granito;
  • aquisição de 50% da AF Controle S.A. 

Existem outros tickers do Banco BMG na bolsa brasileira?

Algumas empresas não emitem apenas um tipo de ação. Por exemplo, é possível encontrar papéis ordinários (ON), que permitem que os acionistas tenham direito a voto nas assembleias gerais da companhia.

Contudo, a participação é proporcional ao número de ativos que cada investidor tem na carteira. Outra característica das ações ON é o tag along. Em geral, esses ativos são identificados pelo número 3 no final do ticker.

Porém, vale saber que o Banco BMG disponibiliza apenas ações PN aos investidores. Por esse motivo, é possível encontrar apenas papéis com o código BMGB4 na B3.

O Banco BMG costuma distribuir dividendos?

Por lei, toda empresa listada na bolsa de valores é obrigada a distribuir dividendos. O percentual e a frequência de pagamentos são definidos pela própria organização e as informações devem constar em seu estatuto social.

Nesse sentido, se a companhia não auferir lucro no período determinado, não haverá distribuição de dividendos. No caso do Banco BMG, essa regra também é aplicada. Ademais, a instituição financeira apresenta um histórico de pagamentos que pode ser consultado pelos investidores.

Quanto o Banco BMG paga de dividendos?

O montante pago de dividendos pelo Banco BMG varia conforme o lucro apurado no período e o percentual de pagamento definido no estatuto social. Como exemplo, em fevereiro de 2022, o banco pagou R$ 0,32 de dividendo por ação.

No entanto, é importante ter em mente que o desempenho passado não é garantia de ganhos futuros. Para conhecer os lucros anteriores do Banco BMG, você pode consultar o resultado 1T22 e o resultado 2T22 do desempenho das ações do banco BMG.

Mas lembre-se de que a análise referente aos lucros e ao pagamento de proventos deve ser feita com atenção. Afinal, resultados passados não são garantia de retorno futuro. 

Qual a cotação de BMGB4?

Para conhecer melhor o comportamento das ações BMGB4 no mercado, é interessante observar a cotação do ativo. Como os preços mudam constantemente, é preciso fazer o acompanhamento frequente, se essa informação for relevante para a sua estratégia.

A ação BMGB4 faz parte do Ibovespa?

O Índice Bovespa (Ibovespa) é uma carteira teórica formada pelas ações com maior volume de negociação e representatividade da B3. Por isso, ele é o principal indicador do mercado de ações brasileiro.

Assim, ele reflete o comportamento das principais empresas listadas na bolsa de valores durante determinado período. A metodologia de cálculo do Ibovespa considera fatores como o porte das organizações e o desempenho médio dos papéis desde a última análise.

Além disso, a composição da carteira é atualizada a cada 4 meses. Na formação de setembro de 2022, as ações BMGB4 não faziam parte da carteira teórica do Índice Bovespa. No entanto, essa informação pode mudar a cada rebalanceamento.

É seguro investir no BMG?

Todo investimento em ações envolve algum nível de risco devido à volatilidade do mercado. Contudo, é possível gerenciar o risco de investir em BMGB4 e em outros ativos na bolsa de valores ao montar uma carteira diversificada.

Outra forma de mitigar os riscos é fazer investimentos com foco no longo prazo. Dessa forma, você pode reduzir os impactos da volatilidade no seu portfólio.

Como avaliar se o investimento em BMGB4 vale a pena?

O primeiro fator que você deve analisar para definir se o investimento em BMGB4 vale a pena é o alinhamento com o seu perfil de investidor. Essa classificação está relacionada à sua tolerância aos riscos.

Também é preciso verificar se esse investimento está adequado aos seus objetivos financeiros. Em geral, investir em ações se alinha melhor aos planos de longo prazo. Ademais, você pode contar com o auxílio de uma carteira recomendada de ações.

Esse portfólio é montado por analistas certificados do mercado financeiro. Ele corresponde a um conjunto de ativos escolhidos de acordo com determinados critérios e que pode ser replicado pelos investidores.

As carteiras recomendadas são acompanhadas de relatórios que explicam os motivos que levaram à seleção de ações específica. Assim, os investidores podem acessá-las e usá-las como base para a tomada de decisão.

A quais investidores essa ação pode ser mais adequada?

As ações BMGB4 costumam ser mais adequadas para investidores com perfis moderados e arrojados. Elas também podem ser úteis para quem tem objetivos de longo prazo e se interessa pelo setor financeiro.

Outro ponto importante é conferir se os fundamentos do Banco BMG estão alinhados com o seu perfil e estratégia de investimentos. Isso ajuda a fazer escolhas mais adequadas às suas expectativas e necessidades.

Quanto rende meu dinheiro investindo as ações do BMG (BMGB4)?

Como o investimento nas ações do Banco BMG faz parte da renda variável, não é possível saber quanto retorno você terá. Afinal, a rentabilidade dessa classe não pode ser prevista no momento do aporte.

Contudo, você pode acompanhar as análises de investimentos elaboradas por profissionais do mercado e divulgadas pela Genial Analisa. Assim, você conhecerá pontos relevantes sobre esse assunto.

Como exemplo, é possível conhecer o preço-alvo da ação BMGB4 no futuro, o que ajuda a projetar o potencial desse ativo.

Se a cotação alvo do papel for maior que o montante presente, pode ser um momento interessante para a compra. Afinal, a ação pode passar por uma possível valorização.

Como investir em ações do Banco BMG (BMGB4)?

Se você optar por investir nas ações do Banco BMG, veja o passo a passo a seguir:

  1. Abra sua conta em uma instituição financeira, como uma corretora de valores.
  2. Acesse o home broker para fazer as negociações na B3.
  3. Busque pelo ticker BMGB4.
  4. Selecione o lote de ações que deseja comprar e
  5. Sinalize o preço que você está disposto a pagar.

O que é uma ação e como funciona?

Uma ação é a menor parcela do capital social de uma empresa. Quem compra esses papéis se torna acionista e tem o direito de participar dos resultados e riscos da companhia em que investiu. Assim, quando a organização apresenta bons lucros, a tendência é que mais investidores se interessem pelos seus papéis.

Como consequência, os preços tendem a subir e o valor de capitalização do negócio aumenta. Já um cenário desfavorável ou dificuldades enfrentadas pela empresa podem fazer com que a cotação caia.

Nesses casos, muitos investidores podem se desfazer das suas ações, aumentando a demanda de papéis no mercado. Logo, esses ativos estão sujeitos a alta volatilidade decorrente da oferta e procura.

Em relação às possibilidades de ganhos, normalmente, o investimento em ações tem foco no longo prazo. Dessa forma, os investidores podem lucrar pelo recebimento de proventos ou pela venda após valorização futura.

Contudo, também é possível utilizar estratégias de especulação. Elas visam o ganho de capital a partir das oscilações de preços no curto e curtíssimo prazo.

Caso prefira, é possível adquirir unidades de papéis pelo mercado fracionário. Por fim, envie a ordem de compra. Quando houver a liquidação da operação, os papéis estarão disponíveis na sua carteira de investimentos.

Quais vantagens e riscos envolvidos no investimento em ações?

Investir em ações é uma oportunidade de participar dos resultados de empresas de diferentes segmentos e portes. No caso do Banco BMG, os papéis pertencem ao setor financeiro, bastante conhecido pela sua consolidação no mercado.

Além disso, trata-se de um investimento de renda variável. Logo, o potencial de ganhos pode ser maior que as alternativas de renda fixa, por exemplo. Investir em ações também pode ser benéfico para diversificar a carteira.

Ainda, essa pode ser uma oportunidade para construir patrimônio e ter uma fonte de renda passiva pelo recebimento de proventos no futuro. Contudo, é preciso ter atenção ao risco de mercado. Ele está relacionado à volatilidade dos ativos pela variação de preços. 

Nesse sentido, diversas situações podem afetar a cotação dos papéis, como notícias sobre a empresa, crises políticas e econômicas ou, até mesmo, o cenário internacional.

Também é preciso considerar que o lucro só se consolida quando há a venda dos papéis por um preço maior que o preço médio de compra. Portanto, uma queda nas cotações não significa, necessariamente, a perda de dinheiro.

Como os ativos são negociados na bolsa de valores, o risco de liquidez tende a ser menor. Contudo, vale considerar que se o interesse por uma ação for muito baixo, pode ser mais difícil se desfazer desses papéis.

Genial Investimentos

Somos uma plataforma de investimentos que tem como objetivo facilitar o acesso ao mercado financeiro e ampliar a educação financeira no Brasil.

Ver todos os artigos
Campanha Institucional - Ativação - Abra sua conta

Navegação rápida

O link do artigo foi copiado!