Você já entendeu que sair da poupança  é a melhor maneira de valorizar as suas economias e o seu trabalho, mas ainda tem dúvidas sobre como partir para outros investimentos? Se sim, este post vai apresentar uma boa opção de investimento, que figura entre as melhores aplicações do último ano, os fundos de investimento imobiliário (FII).

O ano de 2020 não tem sido fácil para quem aplicou em fundos imobiliários. A queda, até o dia 25 de março, era de 26%, porém, se olharmos para prazos mais longos, vamos ver que os fundos imobiliários ainda rendem bem mais que a caderneta de poupança. No gráfico abaixo, comparamos o retorno médio dos fundos imobiliários, segundo o Índice de Fundos de Investimentos Imobiliários IFIX , que mede o desempenho médio das cotações dos fundos imobiliários negociados nos mercados de Bolsa e de balcão, organizados pela B3, e da caderneta de poupança.

Comparativo Caderneta de Poupança x IFIX

Está certo, estamos sofrendo com a crise, mas uma coisa é certa, um dia ela vai passar. E quem decidir montar ,ou reforçar, uma carteira de fundos imobiliários neste momento tende a ganhar bem mais do que com a caderneta de poupança, que hoje rende apenas 2,6% ao ano.

Investir em fundos imobiliários é mais simples do que parece e, no longo prazo, a rentabilidade que vimos no último ano pode ser bem mais atraente e trazer resultados bem superiores aos rendimentos oferecidos pela poupança. Confira, na sequência, um passo a passo para tirar dinheiro da poupança e investir em fundos imobiliários:

1 – Abra conta em uma corretora

Para a caderneta de poupança, o primeiro passo para depositar seus recursos é abrir uma conta em banco. Para os fundos imobiliários, o processo é bem parecido, só que em vez do banco, é necessário abrir a conta em uma corretora de valores mobiliários. Isso porque as cotas dos fundos imobiliários são negociadas na Bolsa de Valores brasileira, a B3.

Na Genial Investimentos, por exemplo, a abertura de contas é 100% digital, simples e gratuita, e você pode fazer do conforto da sua casa. Assim como em um banco, o solicitante deve fornecer os dados pessoais e respectivos comprovantes das informações para a corretora. O envio desses dados atende às normas definidas pelo Banco Central e, portanto, é realizado da mesma forma em todo o país.

Feito isso, é necessário transferir recursos da poupança para a sua nova conta na corretora por meio de uma TED. Com o saldo disponível, você estará apto a realizar as primeiras negociações. Mas fique atento: algumas corretoras podem cobrar taxa de corretagem para comprar e vender fundos imobiliários, comprometendo, assim, a rentabilidade dos seus ganhos com os FIIs. Na Genial, essa corretagem tem custo zero.

2 – Pesquise e procure entender como funcionam os FIIs

Alocar suas economias e reservas para o futuro em algo que você não entende, não é recomendável. A boa notícia é que compreender o funcionamento dos fundos imobiliários não é tarefa difícil. Eles existem no mercado financeiro brasileiro desde os anos 1990 e são uma excelente forma de começar a investir no mercado imobiliário.

Como já citamos, as cotas dos FIIs são negociadas em Bolsa diariamente. Isso quer dizer que você pode comprar ou vender a sua participação em fundos imobiliários com liquidez diária. Assim como é simples sacar os seus recursos da poupança, é possível também negociar suas cotas com facilidade, transformando seus ativos em dinheiro com agilidade e sem burocracia, caso seja necessário. 

Para investir na Bolsa é necessário muito dinheiro. No Brasil, existem, atualmente, mais de 400 FIIs listados na B3; e é possível encontrar cotas com preços em torno de R$ 60. O investidor pode escolher quantas cotas e em quantos fundos deseja alocar os seus recursos.

Por lei, os fundos imobiliários são obrigados a distribuir, no mínimo, 95% dos lucros obtidos no semestre. Assim, além da possibilidade de lucrar com a valorização das cotas no momento da venda, o investidor pode ainda ter rendimentos periódicos advindos dos resultados do fundo.

Ao analisar um FII é importante verificar a localização dos imóveis, a reputação do gestor, as regras que se aplicam ao fundo (taxas cobradas, pagamento de rendimentos etc.) e a data de vencimento dos contratos.

ebook fundos imobiliários

3 – Converse com seu assessor

Ao abrir a conta em uma corretora, você terá acesso a diferentes produtos e serviços financeiros. Entre eles, acesso a um assessor de investimentos, que poderá orientá-lo quanto às opções de ativos mais seguras.

Não tenha medo de perguntar e de buscar informações. Você está saindo da poupança para investir com mais rentabilidade e, para ter sucesso, precisa entender como funcionam suas aplicações e aproveitar todas as oportunidades disponíveis.

Na Genial, nossos assessores de investimento são treinados para tornar a sua experiência no mercado financeiro simples e segura, com soluções personalizadas ao seu perfil de risco e aos seus objetivos financeiros.

Você também pode ser atendido online ou solicitar outro profissional para obter as melhores orientações sobre os seus investimentos.

4 – Como comprar um fundo imobiliário?

Feita toda a lição de casa, é hora de finalmente comprar o seu fundo imobiliário. Nesta etapa, você irá precisar do ticker (código de letras e números usado para identificar um determinado ativo) do fundo em que deseja investir.

A aquisição das cotas é rápida e feita por meio da plataforma da Genial Investimentos. Uma vez logado, procure a opção “home broker” no menu.

Já na área de negociação, selecione a opção Comprar/Vender. Na sequência, informe o ticker do fundo desejado no campo ‘Papel’, para checar as ofertas disponíveis. Após verificar os ativos à venda, informe a quantidade, forneça sua assinatura digital e submeta o pedido de compra.

Home Broker Genial Investimentos
Home broker B3 – Genial Investimentos

5 – Acompanhe o mercado

Lembre-se: entender o funcionamento dos fundos imobiliários é fundamental para investir com segurança. Por isso, uma vez cotista, é hora de acompanhar o mercado.

Como investidor do fundo, você passará a receber relatórios e comunicados do administrador sobre a rentabilidade, a vacância e outras questões relacionadas ao seu FII. Para compreender como todos esses dados podem afetar os seus ganhos e impactar o mercado dos fundos imobiliários, conte com as análises e as informações disponibilizadas pela equipe da Genial Investimentos.

Em nosso Canal no YouTube, por exemplo, analistas de mercado, gestores de fundos imobiliários e economistas explicam, diariamente, as principais tendências e movimentações do setor. Já no Blog da Genial, é possível conhecer os principais ativos financeiros, descobrir opções de investimentos em alta e acessar as últimas análises e os números do mercado fornecidos pelos nossos especialistas. 

Todo esse conhecimento, combinado ao apoio do assessor de investimentos, poderá guiar a sua saída da poupança por meio de investimentos nos fundos imobiliários e nos melhores produtos financeiros do mercado. O que você está esperando para sair da poupança e investir melhor? Abra sua conta na Genial!

Abra sua conta na Genial Investimentos!

Publicado por Genial Investimentos

A Genial é a plataforma de investimentos que está democratizando o acesso aos melhores produtos do mercado, de forma simples, ágil e eficiente, através de uma assessoria financeira isenta, transparente e qualificada.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *