Quem deseja investir em criptomoedas visando potencializar a rentabilidade, pode encontrar nas estratégias de day trade boas alternativas. Isso porque o day trade se trata de uma modalidade por meio da qual é possível gerar lucro com a oscilação dos preços ao longo de pequenas janelas de tempo – como minutos ou horas, por exemplo.

Cada vez mais em alta, o mercado das moedas digitais vem atraindo muitos investidores em busca de alta rentabilização e bons retornos. No caso do day trade com criptomoedas, o trader busca comprar e vender esses ativos em curtíssimo prazo, de forma a controlar, de perto, suas operações (evitando se submeter às oscilações nos preços enquanto não está observando o mercado).

Para que isso ocorra de forma proveitosa, no entanto, é necessário traçar boas estratégias e conhecer bastante o mercado. Se você ficou curioso para entender como essa modalidade funciona na prática – bem como entender o que precisa ser feito para começar a investir nesse universo – basta seguir a leitura!

O que é day trade

Uma das modalidades de investimento possíveis dentro do mercado das criptomoedas é o trade – que significa troca. Ela consiste na compra de ativos na baixa e venda na alta, visando obter boas rentabilidades com diversas oscilações de preço que ocorrem ao longo de um dia (ou, mesmo, de minutos).

É um tipo de operação mais avançada, geralmente realizada por investidores agressivos – e difere da modalidade buy and hold, no qual o trader adquire um ativo visando o longo prazo. Na teoria, o day trade pode parecer simples, mas é preciso ficar atento ao fato de que não é possível definir ou prever quando serão os momentos de alta e baixa dos preços em janelas tão curtas de tempo.

Por isso é tão importante adquirir experiência e conhecimento do mercado, dispor de tempo para operar e possuir boa tolerância ao risco. Para operar nessa modalidade, os investidores lançam mão da análise fundamentalista (que avalia a solidez e saúde financeira da empresa em questão, bem como de seus projetos e ativos); e da análise técnica, que se baseia na observação de gráficos de preços e cotações, volume de transações, etc. A partir daí, o trader consegue desenvolver sua estratégia para operar com assertividade e saber a hora de parar (falaremos sobre isso logo abaixo).

Uma das maiores vantagens de operar day trade é a diminuição da exposição ao mercado, uma vez que as operações ocorrem em curtos períodos de tempo. No entanto, como vimos, por exigir um acompanhamento muito próximo por parte do investidor para que seja possível identificar oportunidades e ameaças, não é uma operação recomendada para quem possui baixa tolerância aos riscos e dispõe de pouco tempo disponível.

É possível fazer day trade de cripomoedas?

É completamente possível devido à alta volatilidade das criptomoedas – que, por sofrerem muitas oscilações nos preços em função da lei de oferta e procura, podem gerar uma alta liquidez.

Na prática, a compra e venda de moedas digitais por meio do day trade é semelhante ao que acontece com as ações tradicionais: ao presumir que determinada criptomoeda se valorizará nas próximas horas, o investidor adquire os ativos; se esse cenário se concretiza, ele os vende (pensando que foram comprados por um preço maior) e, assim, obtém o lucro. O mesmo pode ocorrer em um cenário oposto, de desvalorização do ativo.

Para ser assertivo nas operações, é necessário aprender a fazer boas negociações. Para isso, as palavras da vez são disciplina e estratégia, que podem ser treinadas e estabelecidas com a observação das tendências do mercado e dos dados e informações que os próprios ativos trazem ao investidor a todo instante.

Estratégias de gerenciamento de risco

Para aproveitar as oscilações dos ativos e fazer bons negócios com o day trade de criptomoedas, é fundamental que o investidor estabeleça, também, estratégias de gerenciamento de risco – afinal, não existem garantias de ganho nas operações.

Veja algumas dicas para levar em consideração e proteger o seu próprio capital:

Estabeleça um limite para investir – e para perder

Nunca invista um valor que possa te fazer falta caso você acabe perdendo o dinheiro – que, vale lembrar: é sempre uma possibilidade. Lembre-se: nenhum investidor pode controlar o mercado, mas pode controlar a quantia que expõe nele.

Além disso, determine limites aceitáveis de perda por operação – por dia, semana e, até mesmo, ao longo de um mês. Dessa forma, você controla suas negociações e estabelece valores toleráveis de prejuízo – até mesmo porque não há garantia de que esses valores poderão ser recuperados de forma imediata, certo?!

Diversifique seus investimentos

Essa dica vale para qualquer tipo de investimento. Depois de determinar os valores a serem investidos (e os limites de perda), dilua-os em diferentes ativos, projetos e empresas. Assim, você não coloca “todos os ovos na mesma cesta” e evita perder todo o capital investido de uma só vez – caso se veja em um cenário de prejuízo.

Saiba a hora de parar

Essa regra é importantíssima e, muitas vezes, negligenciada por investidores iniciantes. Utilize as ordens de stop para encerrar as operações e criar oportunidades para outras negociações (que podem vir a ser melhores). Se você for iniciante, automatize as ordens de stop até ir ganhando experiência para poder realizar o processo manualmente, de acordo com seus objetivos e limites.

Como começar a fazer day trade de criptomoedas

Agora que você já sabe o que é preciso para poder começar a colocar a mão na massa, vamos às últimas dicas para que você realize o day trade de criptomoedas de forma tranquila e assertiva:

Invista sempre em conhecimento

Investidores de sucesso nunca pulam essa etapa – que deve ser uma constante na vida de quem deseja se aventurar pelo mercado financeiro. Adquira experiência, estude, faça cursos com especialistas sérios (a maioria desses materiais podem ser encontrados gratuitamente na internet!).

Pratique o autoconhecimento e treine a sua inteligência emocional

Você leu certo! Conhecer seus objetivos, treinar sua mente para não reagir impulsivamente e tomar decisões com serenidade no mercado financeiro são etapas fundamentais para investidores que operam ativos de altos riscos.

Estabeleça suas regras de gerenciamento de riscos e entenda o seu nível de tolerância às perdas – afinal, é importante lembrar que essas estratégias não são para todos os perfis de investidores. Geralmente, o trader possui um perfil mais arrojado e ambicioso no mercado.

Entenda sobre análise gráfica e fundamentalista

É preciso saber fazer a análise gráfica/técnica dos ativos – ou seja, reconhecer e ler gráficos de ações e criptomoedas. Essa ferramenta possibilitará limitar suas perdas, entender a melhor hora para comprar e vender os ativos, bem como conhecer a cotação e o volume de transações.

A análise fundamentalista, por sua vez, visa trazer um histórico sobre a saúde das empresas e dos ativos, bem como sua liquidez, volatilidade, riscos, etc. Ambas as ferramentas são complementares e de suma importância para quem deseja operar day trade de criptomoedas.

E aí, pronto para começar a investir? Conte para a gente se esse artigo foi útil para você deixando um comentário aqui no blog!

Vexter

Genial Investimentos

Somos uma plataforma de investimentos que tem como objetivo facilitar o acesso ao mercado financeiro e ampliar a educação financeira no Brasil.

Ver todos os artigos
E-book Trader

Navegação rápida

O link do artigo foi copiado!

Planilha Comparativa de Renda Fixa