Nos últimos anos, observamos o crescimento e flutuação das criptomoedas, em especial a Bitcoin e suas frações de moeda, os satoshis. 

Satoshis, ou SATs, são a menor fração de um Bitcoin. 

Simplificando, um Satoshi é mais ou menos para um Bitcoin o que um centavo é para um dólar. Ambos são unidades do mesmo sistema monetário, mas o centavo é uma unidade menor. A diferença é que 1 dólar = 100 centavos, enquanto 1 Bitcoin = 100.000.000 Satoshis.

Usar termos como satoshis, ou outras unidades pequenas, significa que os usuários evitam ter que escrever sequências de zeros quando volumes muito pequenos da criptomoeda estão envolvidos.

A menor unidade de um Bitcoin, os Satoshis são nomeados em homenagem a Satoshi Nakamoto, o(s) criador(es) anônimo(s) do Bitcoin.

Quando Satoshi foi criado?

As origens do Satoshi derivam dos primeiros dias do bitcoin e do BitcoinTalk, um fórum para discussões sobre o ecossistema bitcoin.

Em 2010, um usuário do BitcoinTalk conhecido como Ribuck sugeriu que 1/100 de bitcoin ou 0,001 bitcoin fosse a menor unidade representada na interface blockchain. Ele também sugeriu que deveria ser chamado de Satoshi em um tópico sobre caracteres Unicode para bitcoin. 

Três meses depois, Ribuck sugeriu o mesmo em um tópico chamado “Mais divisibilidade necessária – mova o ponto decimal”, recebendo feedback positivo dos outros usuários sobre a divisibilidade.

Oito dias depois, um novo tópico intitulado Bitcent apareceu no BitcoinTalk, onde um usuário chamado Kolbas deu este esboço para a divisibilidade do Bitcoin.

1 satoshi = 1 microbitcent (menor denominação)

100 milhões de satoshis = 1 Bitcoin

E isso foi acordado por todos os usuários do tópico, e o Satoshi nasceu.

De onde veio o nome Satoshi?

O satoshi tem o nome de Satoshi Nakamoto, a pessoa anônima (ou pessoas) que publicou o white paper em 2008 que deu início ao desenvolvimento da criptomoeda bitcoin. 

O whitepaper, “Bitcoin: A Peer-to-Peer Electronic Cash System”, descreveu o uso de uma rede peer-to-peer como uma solução para o problema de gastos duplos encontrados em conceitos anteriores de criptomoeda.

Qual é a diferença entre satoshi e bitcoin?

Satoshi Nakamoto é o pseudônimo do fundador anônimo do Bitcoin. Quando a criptomoeda foi criada, Nakamoto antecipou o enorme valor potencial do bitcoin e queria fazer unidades menores da moeda. 

Junto com milibitcoins e microbitcoins, um conceito para uma unidade ainda menor foi criado antes do lançamento da moeda. Foi nomeado um satoshi após o criador e pode ser abreviado para SAT. A diferença entre satoshis e bitcoins é que um bitcoin vale 100 milhões de satoshis.

Unidades de Bitcoin

1 bitcoin = 1.000 milibitcoins (mBTC)

1 bitcoin = 1.000.000 microbitcoins (μBTC)

1 bitcoin = 1.000.000.000 satoshis (SATs)

1 bitcoin = 100.000.000.000 milisatosis

A diferença entre um satoshi e um bitcoin é como a relação entre o centavo e o dólar. O uso de centavos facilita a leitura e o gerenciamento de transações menores. Este também é o propósito do satoshi.

Existe risco em investir em satoshis? 

Os satoshis possuem os mesmos riscos de investimento do Bitcoin, visto que são pequenas partes da criptomoeda. 

Com isso, é importante nos lembrar dos cuidados que já falamos sobre investir em criptomoedas, especialmente em comprar e vender Satoshis. Listamos alguns cuidados abaixo: 

Sites mal-intencionados

Você provavelmente já encontrou na internet algum banner prometendo Satoshis gratuitos, porém não se engane, isso pode ser um golpe. 

Você pode se deparar com roubo e vazamento de dados, entre outros perigos, por isso fique atento!

Além disso, não é possível reverter transações com Satoshi, ou seja, realizar estornos ou manter um registro direto das operações tornaria os blockchains em algo extremamente vulnerável. Essa medida garante a segurança do sistema. 

Limitações dos Satoshis 

Como toda criptomoeda, o Satoshi, assim como o Bitcoin possuem algumas restrições. Uma delas é relacionada ao controle que um usuário possa ter na gestão da mineração da moeda. Se ele tiver uma grande parcela da mineração da moeda, ele pode se tornar um monopolizador, o que não é permitido nos blocos. 

Segundamente, temos a limitação relativa à liberdade da moeda. Em alguns países, pode-se haver a tentativa de controle estatal sobre as criptomoedas. Essa situação prejudica o interesse na moeda e também impacta em sua valorização. 

O mais indicado é ter uma carteira diversificada

Isso significa que como em todo investimento, o ideal é ter uma variedade de ativos em sua carteira. Não deixe sua carteira toda focada no investimento apenas de Satoshis, há uma infinidade de criptomoedas no mercado que podem ser muito promissoras. 

Com isso, é possível ter maior rentabilidade com diferentes ativos, explorar novos caminhos e oportunidades e claro, se resguardar caso ocorra grandes quedas no mercado. 

Quais as oportunidades de investir em satoshis? 

Investir em Satoshis pode ser um bom negócio para quem quer investir em Bitcoin, mas não possui um grande valor em mãos. 

Investir nessas moedas são uma ótima forma de entrar e se habituar à natureza do mundo de criptoativos, sem investir milhares de reais em uma só unidade. 

Com cerca de R$30,00 você já consegue comprar algumas frações da criptomoeda e dar seus primeiros passos nesse mundo de investimentos. 

Um ponto importante é que quem deseja investir em qualquer criptomoeda deve estar atento ao mercado e buscar novas informações sobre outras criptomoedas, se mantendo atualizado sobre seus investimentos. 

Para receber relatórios, notícias e carteira de cripto preparadas por analistas de investimento, é só se cadastrar aqui

Vexter

Genial Investimentos

Somos uma plataforma de investimentos que tem como objetivo facilitar o acesso ao mercado financeiro e ampliar a educação financeira no Brasil.

Ver todos os artigos
E-book Trader

Navegação rápida

O link do artigo foi copiado!

Planilha Comparativa de Renda Fixa