É comum que os investidores imaginem que para investir em renda variável é preciso ter uma grande quantidade de capital. Contudo, existem alternativas que possibilitam o investimento com pouco dinheiro — como as ações fracionadas. 

Você sabe como o mercado fracionário funciona e quais são suas principais características? Conhecê-lo pode trazer novas oportunidades de investimento e ser o seu primeiro passo para investir na renda variável. 

A seguir, nós da Genial vamos ajudar você a entender o que são as ações fracionadas, como elas funcionam e suas principais vantagens e desvantagens. Acompanhe! 

O que são ações fracionadas? 

As ações fracionadas fazem parte do mercado fracionário da bolsa de valores. Você sabe como ele funciona? Entender esse conceito é fundamental para conseguir aprender o que são, realmente, essas ações.  

Veja a seguir como funcionam o mercado tradicional e o fracionário! 

Mercado padrão 

Na bolsa de valores, o mercado tradicional negocia os ativos em lotes — que, geralmente, são múltiplos de 100. Ou seja, eles podem ser comprados e vendidos em lotes de 100, 200, 300 unidades e assim por diante. 

Os lotes servem para facilitar a organização de negociações e o cálculo de valores entre bolsa, corretoras e investidores. Assim, padronizou-se uma quantidade mínima para investimento e negociação de ativos. 

Desse modo, o preço unitário da cotação precisa ser multiplicado pelo número de ativos no lote. Por exemplo: uma ação que custa R$ 10 terá um lote padrão com um valor de R$ 1000. 

Mercado fracionário 

O mercado fracionário é uma forma de negociação dos ativos em que não se usam os lotes padrão. Aqui, o múltiplo comum para negociações é 1. Dessa maneira, é possível comprar e vender de 1 a 99 ativos, utilizando a cotação individual. 

Ou seja, se o investidor desejar, poderá comprar apenas uma ação de determinada companhia. Ademais, é possível também vender frações diferentes do lote mínimo do mercado tradicional. 

Para que as ações fracionadas servem? 

A principal função das ações fracionadas é possibilitar que investidores com menor capital participem do mercado. Imagine, por exemplo, a ação de uma companhia com a cotação de R$ 55. Caso você queira investir nessa empresa, deverá desembolsar, pelo menos, R$ 5.500 no mercado padrão. 

Para muitos investidores, o montante pode ser um impeditivo para entrar no mercado de renda variável. Afinal, por ele trazer mais riscos que a renda fixa em relação à rentabilidade, muitos não querem começar com um aporte tão alto. 

Nesse sentido, mesmo quem tem um capital maior pode ficar com receio de iniciar seus investimentos. É comum querer arriscar menos dinheiro quando se é iniciante. Assim, as ações fracionadas são fundamentais para que mais investidores façam aportes em empresas.  

Como elas funcionam? 

Depois de entender o que são as ações fracionadas e para que elas servem, você deve saber como elas funcionam. O primeiro ponto nesse momento é entender como identificar uma ação fracionada para negociação. 

Confira! 

Ticker 

As ações são diferenciadas pelo seu ticker — que serve como um código identificador. Ele é formado por 4 letras, que identificam a empresa, e números que representam o tipo de ação. 

As ações negociadas no mercado fracionário são, ainda, identificadas com a letra F ao final do ticker. Assim, um papel ordinário da empresa ABCD no mercado fracionário terá o ticker ABCD3F, por exemplo. 

Dividendos 

Outra questão importante em relação às ações fracionárias é o pagamento dos dividendos. Eles são a divisão de lucro feita pela empresa aos seus acionistas em determinados períodos. Lembre-se de que quem adquire uma ação vira sócio, então é justo que participe dos resultados positivos. 

Vale saber que as ações fracionárias também dão direito aos dividendos. Porém, é preciso se atentar que eles são repassados de forma proporcional ao número de papéis que você possui. 

Venda a descoberto 

A venda a descoberto, também conhecida como short selling, é uma prática que é realizada por meio do aluguel de ações. Ela é utilizada quando um especulador identifica que ocorrerá um movimento de queda na cotação do papel. 

Assim, ele aluga as ações de um doador e as vende pela cotação atual. Até o prazo combinado, ele deverá recomprar os papéis e devolvê-los ao doador. Logo, se o movimento de queda realmente ocorrer, ele lucrará com a diferença da venda e compra que realizou. 

Nesse sentido, é possível ter dúvida sobre as possibilidades com ações fracionadas. Elas podem sim ser alugadas. Assim, se o especulador não quer comprometer um capital alto nesse trade, poderá utilizar o mercado fracionário para isso. 

Quais são as vantagens das ações fracionadas? 

A principal vantagem das ações fracionadas você já conheceu: reduzir o capital necessário para investir em papéis. Como não é preciso comprar um lote padrão dos ativos, há facilidade no acesso aos investimentos. 

Atrelado a isso, está o estímulo a investidores principiantes. Quem deseja entrar no mundo da renda variável, pode não estar disposto a comprometer muito capital no começo. Com isso, optar pelas ações fracionadas pode ser uma alternativa interessante. 

Ainda, as ações fracionadas também possibilitam investimentos regulares. Quem tem menor capital e pretende manter o hábito de comprar ações frequentemente pode contar com elas. 

Quais são as suas desvantagens? 

Também há algumas desvantagens em relação ao lote fracionado de ações. A principal delas diz respeito aos custos envolvidos nas negociações, em especial à taxa de corretagem. 

Imagine que você queira comprar um lote de 100 ações. Nessa compra, pagará determinada corretagem de acordo com as ordens emitidas. Por outro lado, se quiser comprar 10 ações de companhias diferentes, serão mais operações.  

Por isso, será preciso pagar a corretagem dez vezes, pois ela tem relação com as ordens de compra. Assim, a taxa será, proporcionalmente, maior. Esse fator deve ser avaliado nas suas escolhas. 

Além disso, a liquidez também pode ser menor no mercado fracionário. A maioria das negociações da bolsa ocorre por lote de ações, principalmente por investidores institucionais. Dessa maneira, a demanda por lotes fracionários costuma ser mais baixa. 

Conseguiu entender como funcionam as ações fracionadas? Essa opção pode ser interessante para diversos investidores. Contudo, como você viu, existem algumas desvantagens — então é preciso considerar todos esses pontos. 

Precisa de uma corretora de valores com uma plataforma de negociação intuitiva e eficiente para suas operações? Então abra uma conta conosco da Genial!

Comentários