O investimento de longo prazo em Ações e outros ativos não é a única opção para negociar na bolsa de valores. Quem estiver disposto a correr mais riscos e aproveitar oportunidades diferentes pode recorrer à especulação. Como consequência, surge a questão: quanto ganha um trader? 

Essa é uma dúvida comum diante do crescimento de interesse sobre a atividade. Além de conhecer a resposta, é oportuno explorar as demais características associadas a essa alternativa. 

Por isso, acompanhe nesse conteúdo tudo o que precisa saber sobre ser um trader e descubra qual é a remuneração desse especulador no mercado financeiro! 

O que é trader?

Em termos de tradução, o significado de trader é comerciante ou negociador. Podemos dizer que o trader é um especulador que marca presença no mercado financeiro com base em operações, normalmente, de curtíssimo e curto prazo. 

É comum que o especulador adquira ativos e derivativos e faça a venda na sequência – buscando lucros com a variação dos preços na bolsa. Se a operação acontecer em um período de alta em relação ao valor de compra, consolida-se o lucro. Ele também pode lucrar com a queda da bolsa, fazendo negociações de venda descoberta, por exemplo. 

O objetivo do trader é, justamente, aproveitar as oscilações de preços nos pequenos espaços de tempo. Elas trazem oportunidades para rentabilizar a carteira de maneira mais breve se comparadas às estratégias de longo prazo com Ações. 

Porém, convém perceber que, como envolve a especulação, a atuação do trader na bolsa de valores não se trata de investimento, na prática. Afinal, o foco não está no longo prazo ou nos fundamentos das empresas – e sim nas oscilações do mercado. 

Quais são os tipos de operações?

Quando se fala em especulação, é importante saber que há diversas estratégias à disposição do trader. Elas variam de acordo com o intervalo de tempo da operação.  

Por isso, seja um trader iniciante ou um trader profissional, é preciso ficar atento às alternativas para operar. Confira a seguir quais são os principais tipos de trades que você pode fazer na bolsa de valores: 

Day trade

day trade é a operação iniciada e finalizada no mesmo dia. Ou seja, tanto a compra quanto a venda acontecem no mesmo pregão. Logo, ele pode durar alguns minutos ou horas. Assim, o trader pode realizar diversas operações até o final do dia. 

Swing trade

swing trade é a operação que demora alguns dias ou semanas para ser concluída. Nesse caso, o trader não precisa acompanhar as variações do mercado a todo momento. Assim, a exposição ao risco das oscilações pode ser menor na comparação com o day trade. 

Position trade  

O position trade envolve a manutenção de posição no mercado por um tempo um pouco maior — como alguns meses ou mesmo prazos superiores a um ano. Assim, pode demandar ainda menos acompanhamento do trader.

O que é preciso para ser um trader? 

Para saber como começar a ser trader, é preciso, em primeiro lugar, entender que a tomada de decisão não é arbitrária ou aleatória. A escolha acerca do momento de comprar ou vender um ativo ou derivativo deve ser baseada na análise técnica. 

Ela também é conhecida como análise gráfica e consiste em informações relevantes sobre os ativos e derivativos em cada momento. É por meio das representações gráficas que você sabe como está se dando o movimento de preços no mercado. 

Os gráficos também apresentam padrões que podem indicar tendências de alta, de queda ou de reversão. Então, o trader precisa conhecer esses padrões e saber identificá-los para fazer uma leitura da situação. 

É importante realizar um acompanhamento consistente dos preços e até mesmo das notícias relevantes sobre o mercado. Afinal, a chamada Teoria de Dow prevê, entre outras coisas, que o mercado é afetado por tudo o que ocorre em seu retorno. E que isso reflete nas cotações.

Para ser um trader de sucesso é crucial, ainda, traçar uma estratégia. Com a especulação você pode recorrer à alavancagem, por exemplo. Ela significa usar um dinheiro maior do que o valor que você possui para operar. É uma alternativa válida, mas que deve ser ponderada devido ao aumento dos riscos. 

Outras estratégias também exigem consideração. Por exemplo, estabelecer os limites máximos de perdas e ganhos previstos para as suas operações ajuda a ter manejo de risco. Assim, é possível agir de forma estruturada e alinhada aos seus objetivos na hora de especular. 

Quanto ganha um trader? 

Agora você já sabe quem é o trader, quais os principais tipos de operações de especulação no mercado e o que é preciso para se tornar um especulador.

Contudo, quando falamos na atuação desse investidor com perfil especulativo, uma das principais dúvidas que surgem é sobre quanto ganha um trader. Afinal, qual é a sua remuneração? 

Em resposta à essa dúvida, é importante entender que não existe uma remuneração específica para a atividade. O potencial de ganhos do trader depende de uma série de fatores.

Entre eles, vale a pena citar o seu nível de conhecimento, o montante investido na operação, o tempo de dedicação à atividade, a estratégia estabelecida etc. Então, se não existe um piso para os ganhos, também não há, necessariamente, um teto.

Isso significa que é viável escalar os seus lucros, dependendo da eficiência das decisões tomadas. Entretanto, esteja sempre atento aos riscos envolvidos. Afinal, quanto maior as possibilidades de remuneração, maiores tendem a ser os riscos. 

É possível viver de trade?

Sabendo quanto ganha um trade, é o momento de entender se existe uma chance real de se sustentar com a atividade. A resposta também não é única e depende de diversas questões. 

Se você tiver os recursos necessários e operar de forma profissional, existe a chance de viver de trade. No início dessa jornada, entretanto, é menos provável que isso aconteça.

Logo, você deve manter um bom planejamento e seguir se aperfeiçoando se o seu objetivo é fazer da sua atividade como trader sua principal fonte de renda. 

Quero ser um trader de sucesso. Como começar?

Se você tiver interesse em se tornar um trader, dar os primeiros na bolsa passos envolve alguns cuidados. O primeiro é entender se a sua intenção é se tornar um trader profissional ou especular no tempo livre. 

Isso importa porque, para se profissionalizar, pode ser interessante adquirir equipamentos e ferramentas mais robustas. No day trade, principalmente, a velocidade das operações faz diferença para a tomada de decisão. 

Independentemente do tipo de trader que você desejar ser, é necessário ponderar também os riscos e oportunidades. Afinal, essa é uma possibilidade com riscos elevados e sem garantia de rentabilidade. Se você não tiver uma tolerância nesse sentido, será preciso repensar a decisão. 

Também é essencial avaliar seus objetivos e estratégias e investir em aprendizado contínuo. O conhecimento é importante para ajudá-lo a obter resultados cada vez melhores e manejar os riscos das suas operações. 

Por fim, você precisará de uma estrutura sólida para realizar suas operações. Assim, é imprescindível escolher com cuidado a instituição que será sua parceira nesse processo. 

Concluindo

Como vimos, para saber quanto ganha um trader é preciso considerar condições específicas. Por exemplo, dedicação do trader, tipo de operação e conhecimentos envolvidos. 

Seja qual for o caso, especular na bolsa é uma possibilidade real para quem está disposto a correr maiores riscos em busca de oportunidades de rendimento no curto prazo. E, com os cuidados devidos e muito aprendizado, é possível colher bons resultados em suas operações! 

Quer continuar aprendendo sobre o tema? Então veja como montar o seu trading plan e prepare-se ainda mais para começar a operar! 

Comentários