Especular no mercado financeiro oferece alguns benefícios. Quem opera em day trade, por exemplo, consegue operar com uma alavancagem que pode ultrapassar 100 vezes o seu capital. Dessa forma, não é necessário ter muito dinheiro para começar. 

Muitas operações em bolsa podem ser inacessíveis para o pequeno investidor. Então, a alavancagem é uma alternativa para quem quer participar das negociações, mas não tem o capital necessário. No entanto, operar alavancado pode representar altos riscos – especialmente no day trade. 

Que tal aprender como a alavancagem no day trade funciona, quais são as vantagens e os riscos e outras dicas que podem ajudar você a tomar uma decisão mais embasada?  

Confira este conteúdo preparado por nós, da Genial, e saiba mais!  

O que é alavancagem no mercado financeiro e no day trade? 

No mercado financeiro, a alavancagem é conhecida como uma forma de maximizar a capacidade financeira do operador de renda variável – por meio de uma espécie de empréstimo. Através dela, o especulador consegue fazer operações com valores superiores ao que ele tem em conta. 

Embora esse conceito possa parecer inusitado, a alavancagem é bastaste utilizada atualmente. Em especial, em operações de curtíssimo prazo, como no day trade. Isso porque essas operações são feitas em poucas horas, e o dinheiro emprestado, em tese, retorna no mesmo dia. 

Nas operações de especulação, o trader busca lucrar com as variações de preço. Caso ele identifique uma operação lucrativa, mas queira mais dinheiro para fazê-la, poderá se valer da alavancagem. Assim, a sua corretora de investimentos complementará o valor faltante. 

Mas é preciso saber que a alavancagem financeira impulsiona tanto o fator lucro quanto o fator prejuízo. Os resultados da operação serão baseados no valor total do negócio. Por isso, é possível perder mais dinheiro do que o que você possui. 

Como funciona a alavancagem no day trade? 

A alavancagem funciona como um multiplicador de força e pode ser usada no day trade, em que as operações são abertas e encerradas no mesmo dia. Atualmente, a maioria das corretoras oferecem alavancagem multiplicando o capital do especulador em um determinado número de vezes.  

Em troca desse benefício, é preciso oferecer uma margem de garantia. Ou seja, uma forma de compensação de prejuízos, caso eles sejam maiores do que o valor em caixa. A garantia não precisa ser em dinheiro, sendo aceito: investimentos em títulos públicos, privados, ações etc. 

Imagine que um trader queira participar de uma operação que custa R$ 20 mil, mas só tem R$ 2 mil em sua conta. Nesse cenário, ele pode buscar junto à corretora de investimento a possibilidade de alavancagem de 10 vezes o capital mantido em conta. 

Perceba que multiplicando o saldo do especulador (R$ 2 mil) ao fator da alavancagem (10 vezes), ele terá os R$ 20 mil necessários para negociação. Além disso, o trader estará alavancado no resultado, uma vez que o retorno será calculado sobre os R$ 20 mil e não sobre os R$ 2 mil que possui. 

Assim, caso o trader lucre 1% do valor investido, terá um resultado positivo de R$ 200. Logo, a perspectiva de especular alavancado pode ser vantajosa, especialmente para quem não tem muito dinheiro. 

Quais as vantagens da alavancagem no day trade? 

Agora que você já sabe o que é a alavancagem e como ela funciona, vale a pena conhecer as vantagens de usá-la no day trade. 

Dentre as principais vantagens da alavancagem destaca-se a possibilidade de maximizar os lucros, dispondo de pouco patrimônio. Como vimos, o lucro será computado sobre o valor da negociação. Assim, mesmo buscando baixas porcentagens, o retorno do investimento pode ser exponencial. 

Outra vantagem diz respeito à possibilidade de operar contratos de alto valor, sem ter todo o capital para tanto. Por exemplo, na Genial o operador de day trade no mercado futuro de índice – onde cada contrato custa cerca de R$ 120 mil (em maio de 2021) – precisa ter em conta apenas R$ 100. 

Já em relação ao day trade no mercado de ações, a alavancagem da Genial pode multiplicar em até 20 vezes o capital do trader – especialmente nas ações consideradas blue chips. Com essa alavancagem, o trader possui mais opções de escolha na hora de operar. 

Então, a alavancagem revela uma oportunidade ímpar. Se utilizada com estratégia, ela pode ser capaz de render bons resultados. Mas, para isso, é preciso seguir os critérios da corretora e oferecer a margem de garantia. 

Quais os riscos envolvidos nesse processo? 

O maior risco envolvendo a alavancagem está relacionado às chances de uma operação não ter êxito. Afinal, o mercado sempre pode caminhar para o lado oposto do previsto. Como a alavancagem tem capacidade de potencializar os ganhos, as perdas também são maximizadas. 

Caso o especulador não tenha uma boa técnica para operar alavancado, os seus prejuízos podem ser ainda maiores que o capital disponibilizado como garantia. Por isso o trader deve ter suas estratégias bem traçadas para não correr o risco da alavancagem lhe prejudicar. 

Se a operação estiver muito desvantajosa e esgotar a margem de garantia exigida, a situação pode ficar pior. Nesse caso, a corretora poderá encerrar a negociação compulsoriamente, e ainda cobrar uma multa por isso. 

Como você pode ver, não saber utilizar a alavancagem com cautela no day trade ou em outras operações pode trazer grandes problemas e prejuízos. Por isso, é preciso estar atento aos riscos para saber como reduzi-los e aumentar as chances de ter operações bem-sucedidas. 

O que fazer para evitar que a alavancagem traga prejuízos? 

Uma das melhores formas de evitar perdas alavancadas é elaborar um bom gerenciamento de risco. O manejo de risco é essencial para quem busca operar day trade. Ele consiste em planejar o quanto uma operação pode dar de lucro e qual o prejuízo que você está disposto a aceitar. 

Nas plataformas de especulação, o trader consegue programar as ordens de stop gain e o stop loss. Ambas essas ferramentas encerram a operação automaticamente quando se obtém o lucro ou o prejuízo programado pelo especulador. Assim, servem ao manejo de risco. 

Mas saiba que existe um cuidado principal: é preciso que o day trader conheça bastante o ativo ou derivativo que pretende operar. Ao conhecê-lo, fica mais fácil de saber como se comportar caso se depare com grandes oscilações de mercado.  

Como você viu, a alavancagem pode ser benéfica quando bem usada. No entanto, antes de se alavancar é importante conhecer seu perfil de investidor, objetivos e considerar os riscos envolvidos. Ademais, evite operar no limite da margem de garantia, para não ter problemas maiores. 

Quer operar day trade na melhor corretora do mercado? Abra uma conta na Genial!

Comentários