Muitas pessoas não sabem o que fazer com um dinheiro recebido, especialmente em um momento delicado como o recebimento de uma herança. Porém, saber como investir é fundamental para alcançar objetivos financeiros, independentemente de quais sejam eles. 

Para saber como aportar a quantia, é preciso atentar a alguns pontos. Por exemplo, conhecer o perfil investidor, delimitar prazos das suas metas e compreender a importância de diversificar. Assim, você poderá avaliar as alternativas disponíveis no mercado. 

A seguir, todos esses pontos estão abordados, ajudando você a saber como investir sua herança. Boa leitura! 

Conheça seu perfil de investidor 

Uma característica importante a ser observada ao investir qualquer dinheiro, incluindo o de uma herança, é o perfil de investidor. Seus principais tipos são: 

  • conservador; 
  • moderado; 
  • arrojado. 

O primeiro grupo de investidores tende a proteger seu patrimônio, priorizando a segurança. O segundo também valoriza a segurança, mas busca por maiores chances de rendimento. Dessa forma, correm alguns riscos, prezando pelo equilíbrio.  

Por fim, os arrojados priorizam a rentabilidade, mesmo que isso signifique correr riscos maiores. Existem diversas alternativas disponíveis no mercado financeiro para cada um deles. 

De maneira geral, é possível dizer que alguns são mais indicados para um perfil e desaconselhados a outros. Assim, é fundamental conhecer o seu perfil, de modo a fazer escolhas alinhadas a ele. 

Caso contrário, o investidor pode tomar decisões que fogem de sua tolerância aos riscos. Consequentemente, frustram suas expectativas e podem até mesmo comprometer o valor recebido. 

Estabeleça metas e objetivos pessoais 

Além de conhecer seu perfil de investidor, saber separar seus objetivos e metas é importante. Afinal, todas as decisões de investimento devem partir deles, aumentando a chance de fazer boas escolhas. Em linhas gerais, é interessante separar os objetivos por prazo.  

Os de curto prazo são aqueles a serem realizados, em média, em até 1 ano. Já os de médio prazo podem abordar um período de até 5 anos. Por fim, os de longo prazo são geralmente realizados em um prazo superior a 5 anos. 

Assim como no caso do perfil, é possível dizer que existem investimentos mais recomendados para atingir as metas de cada prazo. Logo, é importante alinhar perfil e objetivos na hora de encontrar as opções ideais para si. 

Diversifique suas escolhas 

Agora que você sabe quais são os dois principais pontos a observar para entender como investir a herança, é possível seguir para o próximo passo. Vamos falar sobre a diversificação. 

Diversificar é um dos maiores aliados de quem busca por uma carteira de investimentos sólida e com boas projeções de rendimento. Isso significa incluir a alternância de ativos de diversos tipos de mercado, com diferentes níveis de risco, rentabilidade e liquidez. 

Ao fazer isso, você pode reduzir o perigo de perder parte da herança recebida. Além disso, pode otimizar a manutenção de seus rendimentos e acelerar a conquista das metas estabelecidas. 

A estratégia de diversificação deve se alinhar ao seu perfil e objetivos. Portanto, reforça-se a importância de conhecê-los de maneira próxima antes de tomar decisões. 

Conheça as alternativas de como investir a herança recebida 

Até agora, as dicas de como investir sua herança foram gerais, para ajudar a escolher alternativas. Mas também é preciso conhecer algumas opções de investimentos, certo? 

É importante conferir as possibilidades e saber como elas funcionam, para ver quais estão voltadas às suas necessidades. Desse modo, você entenderá quais são as melhores oportunidades no seu caso. 

Após identificar os potenciais investimentos, você poderá montar seu portfólio — buscando alocar o montante disponível em opções diversas.  

Confira alternativas que podem ser interessantes! 

Tesouro Selic 

O Tesouro Selic é um título da renda fixa, sendo considerado um dos mais seguros do país. Ele acompanha a Taxa Selic e é comumente usado por investidores que buscam por liquidez imediata.  

Desse modo, é bastante relacionado à reserva de emergência. Essa reserva diz respeito a um montante destinado aos imprevistos. É interessante que ela corresponda a, no mínimo, seis meses de seu custo de vida. 

Se você ainda não tem uma reserva de emergência, a herança pode ser usada para isso. Ao contar com esse valor, é possível ter mais tranquilidade na hora de investir em outras opções mais arriscadas ou de prazo maior. 

Tesouro IPCA 

Essa é outra opção de título público do programa Tesouro Direto, do Governo Federal. Logo, pode trazer segurança ao investidor. Os títulos do Tesouro IPCA são bastante usados para os planos de longo de prazo. Eles pagam um juro anual acrescido da inflação.  

Apesar de não ser possível saber, exatamente, o quanto será resgatado no vencimento, há a garantia de que seu dinheiro renderá sempre acima da inflação. Assim, pode trazer mais segurança contra a perda do poder de compra no médio e longo prazo. 

Ações 

As ações são investimentos de renda variável. Sendo assim, tendem a ter maior risco. Seus riscos acompanham o de mercado. Por isso, há volatilidade nos preços, por conta de oscilações inerentes ao mercado de capitais. 

No caso dos investidores que estão dispostos a correr certos riscos, as ações podem ser interessantes. Elas são comumente aliadas aos objetivos de longo prazo. Porém, especuladores e traders buscam lucro no curto prazo. 

Fundos de Investimentos 

Outra possibilidade do mercado financeiro é investir de maneira coletiva, por meio dos fundos de investimento. Eles são geridos por profissionais e reúnem diferentes ativos, a depender da estratégia do fundo. 

Existem tipos diferentes, como fundos de ações, fundos imobiliários, fundos cambiais, fundos multimercados etc. O funcionamento de cada tipo é diferente — e dentro de um mesmo tipo há fundos com riscos, prazos e possibilidades variadas também. 

É importante avaliar as condições de cada um para saber como escolher. Assim, você poderá alinhar suas expectativas e acompanhar o desempenho do fundo, certificando-se que esteja de acordo com o que você espera. 

Com as dicas deste artigo, você aprendeu como investir o dinheiro recebido em herança. Assim, poderá multiplicar o valor e atingir seus objetivos com planejamento e maior facilidade. Aproveite a quantia recebida para aumentar seu patrimônio e planejar o futuro! 

Agora, que tal aproveitar a oportunidade para saber como escolher uma plataforma de investimentos para realizar seus aportes? 

Comentários