Você sabe qual a diferença entre PETR3 e PETR4? Ao pensar em investir em Ações, é comum pesquisar títulos populares e de empresas que se destacam. Nesse cenário, muitos se interessam pelos papéis da Petrobras e, ao estudar sobre eles, se deparam com essas opções.

Assim, o investidor precisa aprender de que se trata a diferença entre os dois códigos. Isso porque é necessário entender como ela afeta a rentabilidade, a liquidez e as outras características do ativo. 

Para esclarecer o assunto, preparamos este conteúdo sobre a diferença entre PETR3 e PETR4. Continue lendo e descubra como escolher a alternativa ideal para a sua carteira! 

O que são PETR3 e PETR4? 

Os códigos PETR3 ou PETR4 se referem Ações da Petrobras que são negociadas na B3. No entanto, para entender melhor o que eles significam, é preciso saber o que são os tickers e a sua composição.  

As Ações são negociadas na bolsa de valores por um código de letras e números — o ticker. As quatro letras maiúsculas representam o nome do ativo. Já os números vão de 1 a 10 e representam, normalmente, o tipo de ativo: 

  • 1 — ativo com direito de subscrição a uma Ação ordinária; 
  • 2 — ativo com direito de subscrição a uma Ação preferencial; 
  • 3 — Ação ordinária; 
  • 4 — Ação preferencial;  
  • 5 a 8 — Ações preferenciais das classes A a D; 
  • 9 — subscrição de Ação ordinária; 
  • 10 — subscrição de Ação preferencial. 

Qual a diferença entre PETR3 e PETR4? 

Depois de compreender os números dos tickers, fica fácil visualizar qual a diferença entre PETR3 e PETR4. Enquanto a primeira é uma Ação ordinária, a segunda é preferencial. Mas o que muda realmente nesses casos?  

Entenda! 

Ações ordinárias (PETR3) 

As Ações ordinárias também são conhecidas pela sigla ON. Elas são as mais comuns no mercado e garantem ao investidor o direito a voto nas Assembleias deliberativas. Logo, permitem a participação na tomada de decisões, como escolha dos diretores, alterações no estatuto, etc. 

Todavia, o poder de voto é proporcional ao volume de papéis adquiridos. Assim, quem tem uma participação baixa (investidor minoritário), não terá um grande impacto nas decisões. Todavia, quem tem muitos ativos pode, realmente, influenciar as estratégias da companhia. 

Em relação a PETR3, vale ressaltar que o Governo Federal é o acionista majoritário. Então, as principais decisões são reflexo da administração pública. Por consequência, é difícil que outros investidores tenham real influência nas escolhas.  

Há outra vantagem nas Ações ordinárias: o tag along. Essa é uma proteção prevista pela Lei de Sociedades Anônimas. Em caso de venda ou mudança no controle gerencial da companhia, os acionistas podem vender seus papéis por um valor próximo ao oferecido aos sócios majoritários.    

Por outro lado, em caso de falência do negócio, os direitos referentes às Ações ordinárias são pagos após a quitação das preferenciais. A mesma regra se aplica ao pagamento dos dividendos e juros sobre capital próprio.  

Ações preferenciais (PETR4) 

As Ações preferenciais podem ser identificadas pela sigla PN. Conforme o seu nome, ela garante aos investidores a preferência no pagamento de dividendos e outras compensações. O mesmo acontece em caso de falência da companhia. 

Entretanto, normalmente não há direito a votos na Assembleia, nem há a segurança do Tag Along. Outro ponto é que esses papéis são considerados exigíveis. Isso significa, basicamente, que a empresa pode solicitar as Ações a qualquer momento.  

Logo, a companhia pode comprar todos os papéis dos acionistas, sem precisar apresentar uma justificativa. A possibilidade faz com que o acionista minoritário tenha menor proteção.  

Por fim, um dado importante é que, se a empresa deixar de pagar dividendos por três anos seguidos, as Ações PN passam a garantir o direito a voto. Ademais, o estatuto da empresa pode trazer algumas regras específicas sobre direitos e deveres dos acionistas, então é importante consultá-lo.  

PETR3 e PETR4: qual a melhor opção?  

Depois de entender as principais diferenças entre as duas, surge a dúvida sobre qual escolher. Diante da questão, você precisa avaliar como as características de cada Ação podem interferir no desempenho do investimento.  

Normalmente, as Ações preferenciais contam com maior liquidez no mercado. Porém, quando se trata dos papéis da Petrobras, isso é mais equilibrado. Afinal, ambas costumam ter alta procura. Por isso, normalmente, a liquidez não é o principal fator observado na decisão. 

Em relação aos dividendos, a PETR4 costuma ter um retorno maior. Já as ON costumam ter maior valorização. A mesma diferença também é encontrada em outros ativos do mercado, referentes a empresas bastante negociadas.  

Separamos alguns exemplos: 

  • OIBR 3 e OIBR4, da Oi; 
  • ITUB3 e ITUB4, do Itaú Unibanco; 
  • BBDC3 e BBDC4, do Bradesco; 
  • LAME3 e LAME4, das Lojas Americanas; 
  • ITSA3 e ITSA4, da Itaúsa. 

Em todos os casos, a diferença entre a numeração trata do tipo de papel, indicando se é de ON ou PN. Assim, quem deseja saber o que é melhor deve entender como isso pode afetar o investimento, sempre considerando o contexto da empresa. 

Entendendo melhor essas questões, fica mais fácil identificar a opção ideal entre ativos do Petrobras. Não há uma resposta geral, mas separamos duas dicas essenciais para ajudar na decisão: 

Considere o seu objetivo com a compra da Ação 

O ponto de partida para a decisão é considerar o seu objetivo. Se o investimento é de longo prazo, com intuito de renda passiva, por exemplo, é comum ter foco em dividendos. Assim, as Ações PN podem se destacar. 

Já o desejo de participar da gestão costuma ser relevante para outros investidores — dando maior destaque para os papéis ON. No caso de especulação, a melhor geralmente é a que apresenta maior liquidez entre as duas. 

Faça uma análise de fundamentos para o longo prazo 

Antes de escolher entre o tipo das Ações, é importante saber se a empresa em si vale a pena para o seu caso. Para isso, faça uma análise fundamentalista. Por se tratar de uma companhia conhecida e relevante, como a Petrobras, alguns investidores acreditam que isso não é necessário. 

Contudo, a prática é importante para ter certeza sobre a escolha do ativo, principalmente comparando com outras opções do mercado. Desse modo, é possível escolher as alternativas mais adequadas para a sua carteira. 

Conseguiu entender qual a diferença entre PETR3 e PETR4? Com esse conhecimento, fica mais fácil avaliar os ativos do mercado e tomar as melhores decisões. Depois, é só fazer as negociações no home broker e adquirir os papais escolhidos! 

Quer aprender mais sobre o mercado de Ações? Então veja o que são e qual a importância das Small Caps

Comentários