A sustentabilidade tem sido o foco de pessoas, empresas, organizações e governos no mundo todo. Podemos ver isso no apoio que diversas personalidades, como a jovem sueca Greta Thunberg, tem conquistado ao abordar a questão das mudanças climáticas no planeta. 

Nesse sentido, as companhias que atendem aos critérios ESG se mostram alinhadas com o tema e também têm ganhado relevância. Inclusive, é possível apoiar iniciativas sustentáveis até nos investimentos do mercado financeiro. 

Quer entender o significado de ESG e a relação da sigla com os investimentos? Neste artigo, você verá informações acerca do assunto. Continue a leitura! 

O que é ESG?

ESG se refere a Environment, Social, and Governance. Tais palavras podem ser traduzidas como Ambiental, Social e Governança, e é delas que vem a sigla em português ASG. 

Os três critérios servem para avaliar os impactos das operações de uma empresa. Assim, é possível entender o quanto ela está comprometida com o meio ambiente, a sociedade e sua própria gestão. 

Vamos ver em detalhes o que cada um dos critérios envolvem? 

Ambiental

Com relação ao meio ambiente, espera-se que as companhias deem preferência a fontes de energia renovável e colaborem para a preservação da biodiversidade. Eficiência no consumo de recursos, redução de gases poluentes e reciclagem são outros fatores relevantes. 

Social

O segundo critério do ESG avalia o quanto a empresa respeita os direitos humanos. Ele envolve ações de diversidade e inclusão, atenção à saúde e à capacitação dos funcionários e segurança de dados. Outros fatores incluem a supervisão da cadeia produtiva e a capacidade de inovação. 

Governança

O último critério se refere a boas práticas relacionadas com a governança. Isso inclui o respeito ao direito dos acionistas, a independência do conselho de administração e saúde contábil. A prevenção à corrupção e a solidez dos processos internos também são essenciais. 

Como é a aplicação do ESG nas empresas?

A aplicação dos critérios ESG depende de uma mudança de ponto de vista. Se antes o foco estava unicamente no faturamento, agora é preciso enxergar a companhia como parte de um todo. 

Naturalmente, vender continua sendo importante para a sobrevivência do negócio. No entanto, as empresas também têm um papel fundamental na preservação do meio ambiente. 

Afinal, os recursos naturais são necessários para que elas desenvolvam suas atividades. Além disso, as companhias têm um bom potencial de gerar resultados a partir de suas práticas de responsabilidade ambiental e social. 

Quando a empresa visualiza seu papel no desenvolvimento sustentável, ela tem condições de agir e promover mudanças na comunidade. O objetivo é cuidar para que o planeta tenha condições de atender às necessidades de gerações futuras. 

No mercado, empresas responsáveis podem atrair mais consumidores engajados com as questões. Afinal, para muitas pessoas o preço do produto ou serviço não é o fator mais importante na decisão de compra.  

A imagem da marca no que se refere à responsabilidade está influenciando muitas decisões de compra. Assim, diversos consumidores se guiam por critérios ESG. O interesse não parte apenas de clientes, mas chega também aos investidores — e isso nos leva aos investimentos ESG. 

O que são os investimentos ESG? 

Agora já está claro para você a importância dos critérios ESG para uma empresa, certo? Do mesmo modo que o assunto tem ganhado importância na sociedade geral, ele influencia decisões de investidores. 

Em muitos casos, as pessoas consideram a imagem da empresa antes de investir, ponderando os requisitos ESG. Essa é uma forma de apoiar o trabalho de uma companhia que tem práticas responsáveis e interessantes. 

Além disso, a motivação não é apenas em relação aos valores sustentáveis. Empresas ESG também podem apresentar melhores resultados. Afinal, o cumprimento dos critérios indica que a marca tem boa governança e pode evitar enfrentar problemas jurídicos ligados a crises ambientais. 

Assim, ao aportar em investimentos ESG, o investidor não está apenas colaborando para iniciativas que beneficiam o meio ambiente e a sociedade. Ele também está tomando uma decisão que pode render frutos financeiros relevantes. 

Quais são as alternativas de investimento ESG?

Você já entendeu que é possível colocar seu dinheiro em investimentos ESG. Mas isso levanta outra pergunta: quais alternativas estão disponíveis no mercado?  

Conheça algumas delas! 

Ações

Uma possibilidade seria investir em Ações de empresas ESG do Brasil. Naturalmente, ao investir nos papéis, você deve avaliar outros fatores além do ESG. É importante, por exemplo, observar os fundamentos da empresa para verificar como está a saúde financeira dela. 

Investir em Ações envolve riscos da renda variável e requer um conhecimento do mercado financeiro. É por isso que há pessoas que procuram outras alternativas. 

ETFs

ETFs são os Exchange Traded Funds, conhecidos como Fundos de Índices. Os índices medem o desempenho de um conjunto de ativos a partir de uma carteira teórica. Contudo, por meio dos ETFs é possível investir visando acompanhar o indicador.  

No caso dos investimentos ESG, é possível procurar um Fundo de Índice que replique um indicador baseado nos critérios de sustentabilidade. Em relação às Ações individuais, o ETF tem a vantagem de apresentar diversificação e gestão profissional. 

Fundos ESG

Investir em Fundos ESG é outra maneira de se expor a empresas com responsabilidade socioambiental. Assim como os ETFs, os fundos apresentam certas vantagens em relação às Ações, como a gestão profissional.  

Quando você compra cotas de um fundo, não é preciso se preocupar com a escolha dos ativos. Afinal, ela será feita por um gestor, que é um profissional experiente. Além disso, ele se encarrega de fazer o manejo do risco e o eventual rebalanceamento. 

Na Genial Investimentos você pode acessar investimentos ESG de maneira prática a partir dos Fundos ESG. Por exemplo, através do Fundo Plural ESG Crédito. Todas as operações da carteira dele são avaliadas de acordo com os critérios ESG que você acompanhou neste artigo. 

O objetivo é verificar se as empresas estão alinhadas com práticas adequadas. Além disso, é analisado se as companhias têm potencial para melhorar sua qualidade de crédito a partir desse direcionamento.  

Além disso, como iniciativa da própria Genial Investimentos, 20% da taxa de administração do fundo são destinados às instituições Guga Kuerten, Amebras e Amazônia 4.0. 

Como você viu, investimentos ESG podem ser uma forma de apoiar empresas que estão comprometidas com o meio ambiente e a sociedade. E, além dos benefícios sociais, a alternativa também pode apresentar boas expectativas de retorno financeiro – e gerar ainda mais valor à sua carteira de investimentos! 

Gostou de conhecer os investimentos ESG? Abra sua conta na Genial e comece a investir! 

Comentários