A Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários (Ancord) é a entidade que certifica os agentes autônomos de investimento (AAI) por meio de uma prova. Então, quem busca fazer carreira no mercado financeiro precisa saber como obter o certificado Ancord. 

O exame serve para o profissional garantir que têm conhecimentos aprofundados sobre finanças, investimentos e acerca do mercado financeiro em geral. Mas, afinal, o que é preciso para conseguir a certificação? 

Se você busca essa informação, confira o post que nós, da Genial, preparamos. Nele, será possível compreender o que é o certificado Ancord e qual é a sua relevância para quem busca crescer profissionalmente no mercado financeiro! 

O que é um AAI e como ele atua?  

Em primeiro lugar, vale entender mais sobre o trabalho do AAI, já que o certificado Ancord é um requisito para se tornar um assessor ou agente autônomo de investimentos. Você sabe quais são as atribuições de um AAI?  

É ele quem faz o relacionamento com os investidores, prestando assessoria de investimentos. Dessa maneira, tem como papel orientar o investidor quanto às opções disponíveis no mercado. Ele pode esclarecer as dúvidas e explicar sobre as características de cada ativo ou produto. 

Contudo, diferentemente do que muitas pessoas pensam, o AAI não dará sugestões ou indicações de alternativas de investimento para os clientes. Ele auxiliará o investidor nesse processo, porém a escolha é particular de cada cliente. 

Logo, o assessor trabalha munindo o investidor de informações relevantes. Depois de ter o investimento apresentado e conhecer o funcionamento de um determinado ativo, destacando os riscos, prazos, liquidez, rentabilidade e outros aspectos, o cliente pode escolher.  

Assim, é uma forma de ter mais confiança nas decisões, pois elas estarão pautadas em dados importantes. Além disso, o AAI pode receber e registrar as ordens dos clientes e fazer sua transmissão para as mesas da corretora, se for do desejo do investidor.

Aqui você encontra mais detalhes 👉 Como ser um Agente Autônomo de Investimento?

O que é o certificado Ancord? 

Antes de explicar sobre o certificado, é preciso entender a relevância da Ancord no mercado financeiro. Ela é uma entidade de classe, que representa as corretoras de valores, distribuidoras de aplicações financeiras e ainda os agentes autônomos de investimento. 

É, portanto, uma associação que representa diversas empresas e profissionais que atuam no setor financeiro e de investimento — junto ao Governo e órgãos reguladores. A Ancord tem, ainda, papel de porta-voz das companhias do segmento junto à mídia. 

Ela também é responsável por disseminar conhecimentos da área financeira para o público em geral. Para isso, oferece cursos e certificações para quem quer aprender mais sobre o tema. 

Entre suas principais atribuições, está certificar os AAIs com a realização de um exame, que é aplicado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Somente a associação pode credenciar esses profissionais. 

O exame se dá porque os candidatos devem demonstrar estar qualificados tecnicamente para atuar nesse mercado. Com isso, é garantido que possam auxiliar com excelência os investidores tirando dúvidas sobre os diversos produtos. 

Para emitir o certificado, a Ancord tem uma autorização da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Como você pode ver, ser aprovado nessa prova é um passo obrigatório para quem para quem deseja se tornar um agente autônomo de investimento. 

Como funciona a certificação? 

Depois de entender o que é o certificado Ancord, é preciso saber como é o seu funcionamento. Como você viu, o exame é aplicado pela FGV, apesar de sua elaboração ficar por conta da associação.  

O conteúdo programático (dividido em 15 módulos) é organizado pela Ancord, sendo analisado e aprovado pela CVM. Quanto à FGV, cabe o agendamento e aplicação da prova. Ela acontece no formato eletrônico e conta com 80 questões objetivas e 2 horas de duração. 

Também cabe à FGV a correção das questões e divulgação do resultado final. Para ser aprovado, é preciso acertar 70% do exame, além de ter a pontuação mínima exigida para cada módulo. 

Inscrição para a certificação da Ancord

É necessário realizar a inscrição no site oficial da Ancord e comprovar o pagamento para fazer a prova. Além disso, o candidato deve ter ensino médio completo e não pode ter condenação em seu nome de crimes contra o sistema financeiro nacional. 

Quem tem interesse em obter o certificado, depois de fazer a inscrição, deve se preparar. Para isso, o candidato precisa ter atenção aos temas cobrados, divulgados pela Ancord. Esse é um exame complexo — assim, exige dedicação nos estudos. 

É importante destacar que a aprovação na prova não garante a certificação de forma automática. O aprovado precisa realizar credenciamento e o pedido do certificado junto à Ancord. Além da certificação, o profissional precisa ainda aderir ao: 

  • Código de Conduta Profissional dos AAIs; 
  • Código de Autorregulação da Ancord; 
  • Programa de Educação Continuada da entidade. 

Depois de todos esses passos, é possível atuar como AAI nas principais empresas do mercado financeiro. O profissional deve se vincular a alguma instituição e pode realizar seu trabalho como pessoa física ou jurídica.

O que é preciso para concorrer a prova da Ancord para AAI (Agentes Autônomos de Investimentos)

Segundo o site da Ancord, são necessários os seguintes requisitos:

  • Ensino médio completo, sem necessidade de curso superior;
  • Não ter antecedentes criminais;
  • Encontrar-se em pleno exercício dos direitos civis, sem nenhum processo que impeça o candidato de atuar no mercado financeiro;
  • Ter possibilidade de pagar R$ 460 pela inscrição no exame.

Como já dito, as 80 questões estão espalhadas em 15 categorias. Conheça cada uma delas e quantas questões tem cada módulo. Caso queira saber todos os tópicos de cada categoria para estudar mais a fundo, acesse o regulamento da prova da Ancord.

Que conteúdo cai na prova?

O conteúdo da prova é dividido em 15 módulos:

  • 1. A Atividade do Agente Autônomo de Investimento – CVM 497/11;
  • 2. Ética Profissional e Aspectos Comportamentais;
  • 3. Lavagem de Dinheiro – Leis nº 9.613/98; Circular BACEN 3461/09; Instrução CVM nº 301/99;
  • 4. Fundamentos de Economia;
  • 5. Estrutura do Sistema Financeiro Nacional – SFN;
  • 6. Instituições e Intermediadores do Sistema Financeiro Nacional;
  • 7. Administração de Risco;
  • 8. Mercado de Capitais: Produtos, Modalidades Operacionais, Tributação e Regulamentação Básica;
  • 9. Fundos de Investimento;
  • 10. Outros Fundos de Investimento Regulados pela CVM;
  • 11. Securitização de Recebíveis;
  • 12. Clubes de Investimento;
  • 13. Matemática Financeira;
  • 14. Mercado Financeiro: Produtos, Modalidades Operacionais, Tributação e Regulamentação Básica;
  • 15. Mercado de Derivativos: Produtos, Modalidades Operacionais, Tributação e Regulamentação Básica.

O que acontece depois da aprovação prova da Ancord?

Após ser aprovado no teste, o agente autônomo deve abrir uma empresa para se tornar Pessoa Jurídica e poder exercer a profissão com as próprias pernas. Tendo o CNPJ, é necessário fazer o credenciamento da empresa na Ancord, que também já faz a aprovação do agente com a CVM para os pleiteantes começarem a exercer a profissão.

Depois desse processo, já é possível se conectar a uma corretora de investimentos e atender clientes como um agente autônomo. O processo, desde a aprovação na prova até a vinculação a uma corretora, dura, em média, dois meses – um mês para cada atividade. Claro que a aprovação na prova depende do estudo e da capacitação de cada um, podendo demorar mais.

Aqui você encontra mais detalhes 👉 Como ser um Agente Autônomo de Investimento?

O que a certificação representa para a carreira no mercado financeiro?  

O tema de investimentos está cada vez mais disseminado no Brasil. Com isso, há muitas pessoas que estão ingressando nesse universo, seja como investidor ou como profissional. Para quem deseja seguir carreira no mercado, há diversas oportunidades.  

A área de AAI ou assessor de investimentos é uma das que está aquecida. Se você quer aproveitar essa demanda crescente, precisa dar importância à certificação Ancord. Como vimos, ela é obrigatória para atuação na área. Além de demonstrar o conhecimento e qualificação técnica com a certificação, vale a pena considerar outros fatores importantes para se tornar um AAI. 

Por exemplo, para ter sucesso como AAI é preciso desenvolver habilidades interpessoais. Isso porque o foco do trabalho é o contato com o cliente — de forma a entender suas demandas e tirar suas dúvidas para orientar sobre investimentos. 

Agora você sabe que, se tem o objetivo de atuar como AAI, precisa conhecer como funciona o certificado da Ancord. Com isso, pode se preparar para a prova e ter uma boa pontuação. Depois, será autorizado a trabalhar como agente autônomo de investimento., uma área que está em ascensão no Brasil. 

Após esse processo, você pode contar conosco, da Genial Investimentos, para se vincular a um escritório e ter acesso à nossa expertise e nossa estrutura. Venha ser genial e seja um assessor!

Genial Investimentos

Somos uma plataforma de investimentos que tem como objetivo facilitar o acesso ao mercado financeiro e ampliar a educação financeira no Brasil.

Ver todos os artigos
B2B - AAI - Seja um assessor

Navegação rápida

O link do artigo foi copiado!