O mercado de câmbio é o local onde acontecem as transações que envolvem moedas de outros países.

Quando um brasileiro viaja para o exterior, precisa levar consigo a moeda do país para onde irá. Se for para os Estados Unidos da América, precisará gastar em dólares americanos, se for para a Europa, em euros.

Um americano também, quando vem para o Brasil, precisa ter reais e, se vai para a Europa, de euros. Se gasta no cartão de crédito, vai gastar na moeda do país estrangeiro e pagar na sua própria moeda.

Da mesma forma, as transações comerciais entre as empresas e os indivíduos de países diferentes sempre envolvem operações da câmbio. Quando uma empresa exporta seus produtos, ela recebe em moeda estrangeira e precisa realizar operações de compra e venda de moedas.

Se a empresa precisa pagar uma dívida em moeda estrangeira, é necessário utilizar o mercado de câmbio. Mesmo investidores, quando compram ou vendem ativos estrangeiros, precisam negociar moedas.

O mercado cambial, além de ser imenso, é um dos mais voláteis e imprevisíveis do mundo. Fugir dessa volatilidade não é fácil.

Um brasileiro que pretende viajar para os Estados Unidos em julho de 2022 e resolve fazer uma poupança para as despesas da viagem fica à mercê da variação cambial. Assim, é muito comum os analistas financeiros escutarem a pergunta: “Quanto vai custar o dólar em determinada data?”.

Um analista sério vai reconhecer que tem pouca capacidade de prever o câmbio futuro. Então, vai aconselhar o futuro viajante a comprar dólar aos poucos para fazer um preço médio. Porém, comprar moeda e guardar em casa é muito arriscado.

Para evitar ter moeda em casa e poder fugir das bruscas variações cambiais, uma opção são os fundos cambiais, que são fundos de investimento em que, no mínimo, 80% do seu patrimônio deve estar atrelado direta ou indiretamente a moedas estrangeiras.

Por que investir em fundos cambiais?

O mandato dado ao gestor do fundo cambial é seguir a moeda alvo. No Brasil, os fundos mais comuns são os fundos de dólar e de euro, então, ao comprar uma cota de um fundo de dólar, a expectativa é que a cota do fundo passe a acompanhar a cotação da moeda americana. Ao comprar um fundo de euro, a expectativa é que as cotas acompanhem a moeda europeia.

São três as situações mais comuns em que é aconselhável investir em fundos cambiais:

  1. Quando a pessoa acredita que a moeda estrangeira está barata e quer ganhar com uma possível desvalorização da moeda nacional, ou deseja proteger seu patrimônio contra a depreciação da moeda nacional.
  2. Quando se quer fazer uma viagem no futuro sem correr o risco de ver a moeda estrangeira subir de preço logo na data da viagem.
  3. Quando uma empresa ou pessoa física tem dívidas em moeda estrangeira ou precisará comprar algum produto e pagar valores em outra moeda que não a do seu país.

Confira o e-book Aprenda a Fazer um Planejamento Financeiro

Defina a estratégia para seu fundo de investimento cambial

A primeira estratégia é uma operação de risco ou uma operação especulativa. Pessoas com pouca experiência tem chance muito baixa de ganhar dinheiro com esta operação. Assim, se aconselha que o investidor iniciante evite investir em fundos cambiais, exceto se tiver uma grande convicção de que o valor do real está muito alto.

Na segunda estratégia, se aconselha que a pessoa que planeja fazer uma viagem no futuro invista mensalmente um valor no fundo cambial. Assim, vai pegar a média da cotação ao longo dos meses em que estiver investindo.

Vamos a um exemplo: Mariana pretende viajar com os filhos para a Disney daqui a dois anos e acredita que vá gastar US$ 4.800 durante a viajem. Ela pode então estabelecer um programa de investir o equivalente a US$ 200 todos os meses em um fundo de dólar da Genial Investimentos.

Quando viajar, ela poderá pagar por suas despesas com o cartão de crédito, pois terá a segurança de que, mesmo com o dólar subindo na data da viagem, estará protegida, porque seus investimentos vão ser corrigidos pela variação da moeda norte-americana.

Mas se durante esse período o dólar cair, Mariana ganharia mais com um investimento em um fundo DI, porém, como o objetivo dela é viajar com as crianças, o importante é não ser surpreendida por uma elevação próxima da data da viagem.

Finalmente, a terceira estratégia é semelhante à situação anterior. A empresa ou a pessoa que deseja fazer uma compra ou pagar uma dívida em moeda estrangeira reduz o risco da flutuação cambial investindo mensalmente no fundo cambial. Claro que é possível se proteger das flutuações cambiais utilizando a compra de opções, porém, isso exige conhecimentos mais complexos.

Custos para investir em fundo cambial

Os custos para investir em fundos cambiais são semelhantes aos dos investimentos em fundos de renda fixa ou aos dos fundos DI.

Normalmente, os fundos cobram uma taxa de administração, é importante o investidor ficar atento a essa taxa, por isso, é aconselhável buscar fundos em uma plataforma de investimentos, como a Genial, que tem fundos com baixas taxas de administração.

O Imposto de Renda é regressivo, começando em 22,5% do lucro para quem retira o investimento antes de 180 dias; 20% para quem retira em até 360 dias; 17,5% para quem retira em até 720 dias; e após esse período, o IR é de 15%.

Como na maioria das aplicações financeiras, o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) é cobrado se a pessoa retirar o investimento antes de 30 dias. Após esse período, não existe cobrança de IOF.

Como investir em fundo cambial?

Investir em fundos cambiais é muito simples, basta abrir sua conta na Genial e escolher o seu.

O investimento inicial mínimo é de R$ 1 mil, porém, após aplicar esse valor, as movimentações mínimas são de apenas R$ 100.

Talvez você fique assustado com o fato de o fundo ser classificado como agressivo. Ele realmente é muito agressivo para quem opta pela estratégia 1, porém, para quem deseja fazer uma poupança para viajar, é o fundo mais conservador que se pode escolher.

Se ficou alguma dúvida, não hesite em consultar seu assessor de investimentos na Genial.

Abra sua conta na Genial Investimentos!

Publicado por Genial Investimentos

A Genial é a plataforma de investimentos que está democratizando o acesso aos melhores produtos do mercado, de forma simples, ágil e eficiente, através de uma assessoria financeira isenta, transparente e qualificada.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *