Com o crescimento da indústria gamer, os jogos se transformaram em uma fonte de renda para muitos jogadores. Além disso, eles se tornaram uma alternativa de investimento. Afinal, é possível buscar lucros com a valorização de uma gamecoin —nome dado às moedas digitais dos jogos eletrônicos.

Esses ativos têm atraído a atenção de investidores que acreditam no seu potencial de rentabilidade. Ademais, não é preciso se tornar um jogador para aproveitar essa oportunidade. Isso porque elas estão disponíveis no mercado financeiro.

Ficou interessado no assunto? Neste artigo, você entenderá o que é uma gamecoin, como ela funciona e como investir nessa alternativa. Acompanhe!

O que é uma gamecoin?

Antes de entender mais sobre gamecoin, é importante compreender o conceito de criptoativo. Trata-se de um ativo digital protegido por criptografia. Portanto, ele existe somente no ambiente virtual e funciona com o auxílio de uma tecnologia.

O surgimento do mercado cripto se deu com a criação do bitcoin em 2008. Na época, Satoshi Nakamoto compartilhou o artigo “Bitcoin: a peer-to-peer electronic cash system”. Nele, o autor descreveu um sistema de dinheiro eletrônico ponto a ponto.

A ideia de Satoshi era criar uma moeda que não precisasse de intermediários para funcionar. Para atingir esse objetivo, ele desenvolveu o bitcoin baseado em blockchain. Com essa tecnologia, as transações financeiras são realizadas pelos próprios participantes da rede e não por um órgão central.

Essa descentralização trouxe mais transparência, agilidade e economia para as operações, tornando o bitcoin relevante em um contexto de crise das instituições financeiras. Em pouco tempo, surgiram diversas moedas digitais que recorrem à mesma tecnologia.

Além disso, vários setores começaram a utilizar a blockchain para desenvolver projetos similares, mas com propósitos distintos. Um exemplo é o mercado de games. Logo, é possível encontrar jogos eletrônicos que operam nessa estrutura.

Cada jogo pode criar o próprio criptoativo conhecido como gamecoin. Os jogadores podem conquistá-lo ao participar de partidas ou cumprir os desafios disponíveis. Depois, eles podem trocar o ativo por dinheiro de verdade ou itens comuns e até colecionáveis.

Como funciona uma gamecoin?

Agora que você sabe o que é gamecoin, pode entender como esse criptoativo funciona. Para tanto, é necessário compreender mais sobre a tecnologia blockchain. Ela funciona como uma espécie de livro-razão que armazena informações de qualquer tipo em um bloco.

À medida que novos blocos são criados, eles são adicionados à rede e protegidos usando a criptografia. Desse modo, é possível evitar que os usuários mal-intencionados possam alterar os dados contidos neles.

Ademais, a blockchain funciona a partir da conexão entre inúmeros computadores espalhados ao redor do mundo. Assim, ela assegura que a sua estrutura seja totalmente descentralizada.

Na blockchain, os desenvolvedores podem criar jogos virtuais e distribuir gamecoins para os usuários. Como você viu, os jogadores têm a opção de transformar os criptoativos em dinheiro real. Eles também podem usar as gamecoins como moedas digitais e comprar elementos no jogo.

Para garantir a originalidade e a exclusividade desses itens raros, eles recebem uma espécie de certificado de autenticidade. No mundo de criptoativos, esses colecionáveis recebem um nome especial: non-fungible tokens (NFTs), ou tokens não fungíveis.

Quais gamecoins existem?

Como você viu, as gamecoins são ativos digitais criados para funcionarem como moedas em jogos que operam em uma rede blockchain. Também é possível obter lucro com elas ao convertê-las em dinheiro tradicional — e até mesmo sem jogar.

O motivo é que os itens colecionáveis possuem valor no mundo real. Se o seu preço sofrer uma valorização após a compra, o investidor-jogador poderá vendê-los e lucrar com a diferença. Entretanto, é importante ter em mente que os ativos também podem sofrer uma desvalorização.

E, se você quer usar as gamecoins como uma alternativa de investimento, vale a pena conhecer quais são os principais tipos de jogos disponíveis no mercado atualmente.

Confira uma lista com algumas opções!

Axie Infinity (AXS)

O Axie Infinity foi desenvolvido na blockchain ethereum, seguindo os conceitos dos jogos Pokémon Go e CryptoKitties. Ele foi oficialmente criado em 2018 pela Sky Mavis — empresa focada na criação de aplicativos e serviços descentralizados com sede no Vietnã.

O AXS é seu token de governança. Ele permite ao seu detentor participar de votações que definem mudanças no game. Já a criptomoeda que os usuários podem ganhar com sua participação em batalhas e com a criação e a venda de monstrinhos chamados axies é a SLP (smooth love potion).

Decentraland (MANA)

Outro exemplo de jogo em blockchain que se destaca no mercado é o Decentraland. Ele também foi construído na ethereum e o token nativo da plataforma é o MANA. Nesse universo 3D, os usuários podem criar avatares e terrenos virtuais.

Porém, o Decentraland possui diferenciais. Os seus ativos são vendidos em leilão — embora também possam ser negociados em corretoras. Além disso, o jogo permite a interação com outros usuários a partir de dispositivos de realidade aumentada, consagrando-se como uma plataforma de metaverso.

Illuviun (ILV)

O Illuvium é um game baseado no conceito RPG (role-playing game). Isso significa que os usuários interpretam personagens — chamados de illuvials — em um mundo imaginário. O jogo também foi desenvolvido na ethereum.

O token do jogo foi lançado em 2020 por uma equipe de desenvolvedores composta por diversas pessoas que moram em diferentes partes do mundo. Já ILV é a sua gamecoin. Ele servirá para recompensar os jogadores pelas conquistas em batalhas e negociar NFTs.

The Sandbox (SAND)

Entre os jogos em blockchain mais populares atualmente está o The Sandbox. Ele foi desenvolvido para concorrer com o Minecraft — um game que permite a criação de cenários por meio de blocos. No entanto, ele passou por reformulações e começou a focar no mercado de NFTs e criptomoedas.

O The Sandbox foi criado em 2012 pela empresa Pixowl — adquirida pela Animoca Brands — na rede ethereum. A sua gamecoin é o SAND, que pode ser obtido por meio de partidas ou comprado em corretoras para ser usado como um investimento alternativo.

Crytptoblades (SKILL)

O Crytptoblades é um jogo de RPG baseado na web e construído na blockchain binance smart chain (BSC). Ele foi lançado em maio de 2021 pela Riveted Games — desenvolvedora de games eletrônicos com sede na Califórnia, Estados Unidos.

Após derrotar os adversários, os jogadores recebem SKILL — a gamecoin do Crytptoblades. Nesse ambiente, eles podem usar o ativo para comprar personagens e armas exclusivas para tornar-se mais poderoso no jogo.

Star Atlas (POLIS)

No fim da lista, está o Star Atlas. Trata-se de um jogo de realidade virtual que opera na solana. O POLIS é o token de governança da plataforma. Já o criptoativo que permite aos jogadores comprarem e venderem ativos no jogo é o ATLAS.

Ainda, é interessante saber que ambos criptoativos podem ser usados como investimento no mercado alternativo. Apesar de pertencerem ao mesmo jogo, eles performam de maneira diferente.

Quais as vantagens e riscos de investir em uma gamecoin?

Ao conferir as principais informações sobre gamecoin, é comum se perguntar se vale a pena investir nesse tipo de criptoativo, não é mesmo? Para chegar a uma conclusão, é preciso analisar diversos critérios — como as vantagens e os riscos associados ao ativo.

O potencial de valorização é um dos pontos positivos de se expor a uma gamecoin. Ele pode apresentar retornos atrativos ao longo do tempo, com o sucesso do jogo ao qual está vinculado, embora não existam garantias.

A diversificação da carteira de investimento é outro benefício oferecido a quem deseja expor seu dinheiro em moedas de jogos, devido à sua descentralização. Assim, as crises causadas por incertezas políticas e econômicas podem não ter um impacto direto nas gamecoins.

Contudo, lembre-se de que todo tipo de investimento envolve riscos, e eles devem ser considerados em sua decisão. Aqui, vale destacar a alta volatilidade do mercado de criptoativos. Ela pode ser prejudicial para sua carteira, já que pode levar à desvalorização da gamecoin.

Mais um risco é o de liquidez, que pode acontecer devido à perda de interesse por determinado jogo. Com isso, há chances de o investidor ter em sua carteira itens colecionáveis que provavelmente outros investidores não queiram comprar.

Vale a pena se expor a esse criptoativo?

Ainda que a gamecoin pareça vantajosa, é preciso saber se o investimento vale a pena para você. Para isso, é preciso fazer uma avaliação individual. Felizmente, existem alguns fatores que podem ajudá-lo nesse processo.

A seguir, confira quais pontos você deve avaliar para decidir se é interessante se expor a esse criptoativo!

Objetivos financeiros

Antes de começar a investir é preciso analisar os seus objetivos financeiros para que você saiba o que será feito com o dinheiro que será investido. Desse modo, é possível entender se a gamecoin pode contribuir na realização desses projetos e sonhos de forma eficiente.

A reserva de emergência, por exemplo, é um objetivo comum aos investidores. Mas ela deve estar guardada em um local seguro e de fácil acesso para ser resgatada a qualquer momento. Então a gamecoin pode não se apresentar como uma boa opção de investimento nesse caso.

Perfil de investidor

Depois dos objetivos financeiros, é preciso considerar o seu perfil de investidor para fazer escolhas coerentes com seu nível de tolerância aos riscos atrelados aos investimentos. Os perfis são classificados em: conservador, moderado e arrojado.

O investidor conservador tem maior aversão ao risco. Logo, ele tende a dar prioridade para as alternativas mais seguras. Já os investidores do tipo moderado e arrojado conseguem se expor mais aos riscos, em busca de rentabilidades maiores.

Portanto, avaliar o seu perfil ajudará a identificar se é adequado se expor às gamecoins e qual parcela do seu capital pode ser alocada nessas alternativas.

Funcionamento do jogo

Depois de avaliar se a gamecoin está alinhada aos seus objetivos financeiros e perfil de investidor, é possível montar uma carteira de investimento coerente com suas expectativas e características.

Porém, a sua decisão de investimento ainda deve considerar o funcionamento do jogo. Afinal, o potencial de valorização da gamecoin está relacionado ao sucesso do game ao qual ela pertence e ao interesse do mercado.

Então é essencial fazer uma análise do jogo relacionado ao ativo e o desempenho da própria gamecoin para ajudar a decidir se vale a pena se expor a ela.

Como investir em gamecoin com mais segurança?

Caso você decida investir em gamecoin, é importante conhecer as maneiras de fazer isso. Por exemplo, ela pode ser negociada diretamente por meio de corretora de criptomoedas. Contudo, essa opção pode não ser o caminho mais seguro para se expor a esse criptoativo.

Isso porque o mercado de gamecoins não é regulado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Assim, o investidor fica mais exposto aos golpes com criptomoedas — o que aumenta os riscos das operações.

Para ter mais segurança institucional, é possível recorrer às alternativas regulamentadas disponíveis na bolsa de valores brasileira, a B3. Nesse sentido, há os exchange traded funds (ETFs). Trata-se de fundos de investimentos que acompanham um índice do mercado.

Existem alternativas que replicam os resultados de um indicador relacionado ao mercado de criptoativos. Como exemplo, há o NFTS11. Ele é composto por gamecoins dos jogos Decentraland, The Sandbox, Axie, e outros games.

Outra opção para se expor às gamecoins são os fundos de criptomoedas. Porém, eles são negociados nas plataformas das corretoras de valores e trazem exposição aos criptoativos — podendo ter diferentes percentuais do portfólio alocados nessas alternativas.

Neste artigo, você aprendeu o que é uma gamecoin e como ela funciona. Caso decida expor parte do seu patrimônio a esse criptoativo, lembre-se que é possível investir com segurança institucional a partir das alternativas regulamentadas pela CVM.

Gostou deste conteúdo? Siga-nos no Instagram, LinkedIn, YouTube, Facebook e Twitter para acompanhar nossas atualizações e manter-se informado sobre o mercado de investimentos!

Genial Investimentos

Somos uma plataforma de investimentos que tem como objetivo facilitar o acesso ao mercado financeiro e ampliar a educação financeira no Brasil.

Ver todos os artigos
E-book Trader

Navegação rápida

O link do artigo foi copiado!

Planilha Comparativa de Renda Fixa