Saber o que é ANBIMA é necessário para compreender a atuação de uma das principais entidades brasileiras relacionadas ao mercado de capitais. Assim, devido a sua importância, é fundamental que os investidores conheçam a instituição. 

Além de regular as entidades associadas, ela emite certificados para profissionais que desejam atuar no mercado financeiro. Para isso, são realizadas provas específicas com metodologias próprias que garantem ao investidor a segurança em relação à competência de quem o atende. 

Quer saber mais sobre a ANBIMA e qual é a função da instituição no mercado financeiro e de capitais? Continue a leitura e entenda! 

O que é a ANBIMA? 

A Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (ANBIMA) representa o segmento das instituições que atuam nesses mercados. Portanto, é uma das principais responsáveis pelas boas práticas para as instituições que fazem parte do setor financeiro. 

Essa associação surgiu em 2009, fruto da parceria entre a Associação Nacional das Instituições do Mercado Financeiro (Andima) e a Associação Nacional dos Bancos de Investimento (Anbid). Assim, seus associados são os bancos múltiplos com carteira de investimento e os bancos de investimento. 

Ainda, ela tem uma forte atuação de autorregulação, pois cria normas que visam garantir segurança e transparência nos mercados financeiro e de capitais. Logo, cabe às instituições financeiras e outras entidades associadas seguir as regras impostas para manter a qualidade dos serviços. 

As instituições financeiras associadas devem, então, seguir essas normas para manter a qualidade do mercado. Isso reflete em maior proteção para o investidor e segurança para as organizações. 

Por fim, a ANBIMA tem iniciativas que buscam melhorar a atuação das instituições financeiras. Para atingir todos os seus objetivos, a sua a atuação da associação é baseada em 4 pilares: informar, representar, autorregular e educar. 

Qual é o seu papel? 

Agora que você sabe o que é ANBIMA, deve ter notado que seu papel principal é proteger o mercado financeiro. Isso evita que empresas ou pessoas possam agir de má-fé na área. 

Como o mercado financeiro é amplo, a ANBIMA busca dar transparência na divulgação de informações referentes ao setor. Para isso, ela utiliza regulações que são baseadas nos códigos da instituição. 

Um exemplo pode ser observado no código da ANBIMA acerca da regulação e melhores práticas para os fundos de investimento. Ele trata de todo o processo de transparência desses veículos, garantindo o acesso do investidor às informações que o fundo deve tornar públicas. 

Assim, é possível tomar decisões mais seguras e alinhadas ao seu perfil e objetivos. Com relação às certificações, a ANBIMA faz a regulamentação dos profissionais do mercado financeiro de acordo com alguns fatores, como os investidores que eles podem atender. 

Ainda, vale destacar que a associação regula as instituições, mas a adesão aos códigos é voluntária. No entanto, a partir do momento em que as normas são aceitas, os membros são obrigados a segui-las. Ademais, observância dos códigos é sempre obrigatória para os associados que exercem as atividades autorreguladas. 

Vale destacar que, em caso de descumprimento, as instituições podem sofrer penalidades. As sanções são descritas no código da ANBIMA, podendo incluir multas, cartas de advertência, suspensão do selo da associação e exclusão. 

Quais as certificações relacionadas às ANBIMA? 

Se, além de investir, você tem interesse em atuar como um profissional do mercado financeiro, é essencial conhecer os principais certificados da ANBIMA. Ter esse conhecimento também é importante para atestar a confiabilidade do profissional que lhe atenderá. 

Confira os principais! 

CPA-10 

A Certificação Profissional ANBIMA – Série 10 (CPA-10) é destinada para profissionais que atuam na distribuição de investimentos. O público-alvo são funcionários de bancos privados, autarquias e outros órgãos. 

Outras pessoas também podem obter a certificação com o objetivo de comprovar os conhecimentos sobre a área financeira. Esse certificado tem validade de 5 anos para os profissionais das instituições associadas ou de 3 anos para os não atuantes. 

CPA-20 

A Certificação Profissional ANBIMA – Série 20 (CPA-20) é voltada para profissionais que trabalham na comercialização de produtos de investimentos para clientes do varejo de alta renda, investidores institucionais, entre outros. 

Assim, o certificado permite que o profissional exerça as atividades do CPA-10, além daquelas que são exclusivas para o CPA-20. 

CFG 

Quem deseja iniciar a carreira na gestão de recursos de terceiros pode fazer a Certificação ANBIMA de Fundamentos em Gestão (CFG). Esse exame também pode ser feito por pessoas que querem aumentar os conhecimentos nessa área. 

O certificado assegura uma base técnica de conhecimentos na gestão de recursos. Por isso, pode ser um diferencial importante para assumir cargos em companhias de asset management, por exemplo. Além disso, é uma certificação obrigatória para o CGA e CGE, que explicaremos a seguir. 

CGA e CGE 

CGA é a sigla para Certificação de Gestores ANBIMA, enquanto a CGE se refere à Certificação de Gestores ANBIMA para Fundos Estruturados. A primeira tem o objetivo de preparar profissionais para serem gestores de fundos de renda fixa, multimercados, cambiais e de ações. 

Já a CGE é direcionada para quem pretende fazer a gestão de recursos de terceiros na indústria e de produtos estruturados. Com essa certificação, é possível ser gestor de fundos de investimento imobiliário, fundos de investimento em participações e fundos de investimento em direitos creditórios

Além disso, os certificados são obrigatórios para quem faz a compra e venda de ativos dos fundos de investimento. 

Qual a importância da ANBIMA para o mercado de capitais e para o investidor? 

Com tudo o que foi apresentado sobre a ANBIMA, é possível entender que a instituição tem um papel bastante relevante no mercado financeiro. Como atua de forma autônoma em relação às instituições privadas que representa, ela tem poder de influenciar o próprio mercado. 

Diante disso, a associação atua com foco em garantir mais segurança para quem se interessa e atua no mercado financeiro e de capitais. Logo, as fiscalizações visam coibir fraudes, sejam elas causadas por participantes ou por empresas. 

Por esse motivo, a ANBIMA também preza pela educação no mercado financeiro. Afinal, ele está cada vez mais acessível para grande parte das pessoas e ter conhecimento é fundamental para operar e atuar no setor. 

Agora que você sabe o que é ANBIMA pode entender a importância do órgão para o mercado financeiro e de capitais. Além de trabalhar com a autorregulação, a entidade garante certificação para os profissionais exercerem suas atividades de forma regulamentada. 

Que tal complementar sua leitura e adquirir mais conhecimento? Entenda o que é e como funciona o Conselho Monetário Nacional (CMN)

Comentários