CDB 220% do CDI com liquidez diária.

Muitos investidores costumam negociar na bolsa de valores visando o longo prazo, buscando rentabilidade com manejo de risco. Porém, essa não é a única forma de operar. Também é possível ser um especulador — como o scalper trader. 

A especulação consiste em buscar lucros no curto prazo e há diversas estratégias. Por exemplo, o day trade e o scalping. Um scalper trader trabalha com estratégias de operação no intuito de obter lucro com a compra e venda de ativos e derivativos em um curtíssimo período de tempo.  

Para quem opera scalping, alguns segundos — ou apenas um minuto — pode fazer toda a diferença. Por isso, essa modalidade de operação demanda muito conhecimento de estratégias e gerenciamento de risco. 

Ficou curioso sobre essa forma de negociar? Neste conteúdo, você aprenderá o que é um scalper trader e como ele atua. Continue a leitura e confira! 

Quais são os tipos de operação na bolsa por tempo de negociação? 

Antes de entender o que é scalping e como um scalper trader opera, vale a pena relembrar alguns tipos de operação na bolsa de valores por período de negociação. Há 3 principais maneiras de operar, com foco no longo, no médio e no curto prazo. 

E em cada uma podem existir diversas estratégias. Entenda melhor a seguir! 

Longo prazo 

Estratégias de longo prazo podem ser as mais simples — e também as mais adotadas pelos investidores. É o caso da operação buy and hold, que significa “comprar e segurar”, em português. Logo, o intuito é ter o ativo na carteira por muitos anos.  

Nesse caso, é importante distinguirmos investidores de especuladores. Geralmente, posições mais duradouras são preferidas por quem têm maior compromisso com a natureza do negócio em que investem. Já os especuladores estão mais focados nas oscilações de preços. 

Médio prazo 

Objetivos a serem realizados em até 5 anos representam o médio prazo. Esse período pode ser visado tanto por investidores quanto por especuladores. Por exemplo, operações especulativas de médio prazo são conhecidas como position trade — que dura entre meses e poucos anos. 

Curto prazo 

Chamamos de curto prazo operações com menos de 2 anos. Para muitos traders, curto prazo frequentemente significa dias ou semanas. No caso do day trade, a estratégia prevê a compra e a venda dos ativos e derivativos no mesmo dia.  

Ou seja, a posição precisa ser finalizada durante o mesmo pregão. Já o swing trade tem duração um pouco maior. Ele pode demorar entre 2 dias e algumas semanas. 

O que é scalping? 

Agora você sabe os tipos mais comuns de negociação na bolsa por período. Mas o que é scalping e quanto tempo dura a operação de um scalper trader? Essa modalidade de operação configura um day trade, mas com intervalos ainda mais curtos que no day trade comum. 

O scalper se caracteriza por fazer diversas negociações ao longo de um dia — com entradas e saídas rápidas que podem durar apenas alguns segundos. A estratégia consiste em buscar ganhos com oscilações superficiais e, frequentemente, alavancadas. 

Como um scalper trader opera? 

Para iniciar uma operação, o scalper trader observa as intenções do mercado sobre a compra e venda de ativos e derivativos. Ele faz isso por meio do book de ofertas, também chamado livro de ofertas. 

Nesse sistema, são informados os preços dos ativos, a quantidade de ativos à venda e quem está fazendo a oferta, por exemplo. Com os dados, o trader analisa o direcionamento para tomar a melhor decisão naquele instante de leitura. 

Ao acompanhar os registros, o scalper pode recorrer a dois métodos para tomar a sua decisão. Eles são a análise técnica ou a de fluxo de ordens — conhecida também por tape reading. 

Saiba mais sobre como o scalper trader opera! 

Gerenciamento de risco 

Os traders que operam nas modalidades de curto e médio prazo costumam estabelecer metas e, para se protegerem, se valem de recursos como o stop loss. Esse é um comando que limita quanto o investidor aceita assumir de prejuízo máximo em uma operação. 

Dessa forma, quando as perdas atingem o limite pré-estabelecido, automaticamente é enviada uma ordem para liquidar sua posição. Isso garante automação das estratégias e contribui para o gerenciamento de risco do trader. 

É fundamental ter manejo de risco ao especular. Afinal, é estatisticamente inevitável perder em uma sequência de operações especulativas. No caso do scalper trader, o lucro ou prejuízo só é efetivamente apurado após uma série de operações rápidas. 

Assim, seu objetivo não é nunca perder, mas ter um saldo positivo ao final das operações. Para que os lucros sejam maiores que os prejuízos, é preciso que o trader saiba como proteger seu capital e conheça métodos eficazes de otimização de performance. 

Para potencializar sua gestão de risco, é importante que o especulador estude o assunto. Nosso e-book O Guia Definitivo do Trader pode ajudar. Além disso, o curso Psicologia do Trader ensina a controlar as emoções durante a especulação. 

Análise técnica 

Como você viu, a análise técnica pode ser um dos métodos utilizados para manejar os riscos e aumentar as chances de operações bem sucedidas. Também conhecida como análise gráfica, ela estuda o comportamento dos preços e dos volumes de ativos e derivativos.  

É um método muito utilizado para avaliar ações, contratos futuros e outros. Em suma, o movimento do mercado financeiro gera gráficos. Isso possibilita que especuladores identifiquem padrões indicativos do melhor momento de compra e venda. 

Tape reading 

Além da análise técnica, o scalper pode se valer do tape reading, que foca mais no livro de ofertas para fazer a leitura do mercado. A prática se baseia em observar o fluxo de operações em tempo real, isto é, aquilo que ocorre em um exato momento do pregão. 

Ele permite entender como os grandes investidores e especuladores estão se comportando. Assim, o scalper pode aproveitar os movimentos gerados por grandes players. Ao operar na mesma direção, é possível buscar lucros na bolsa. 

Grandes operações costumam ter repercussões proporcionais. E o scalper busca os primeiros instantes dessa repercussão para obter vantagem com o movimento. 

Vale a pena ser scalper trader? 

Depois de entender o assunto, você acha que vale a pena fazer scalping? Essa resposta depende de cada especulador. É preciso considerar que a modalidade de operação demanda acompanhamento rápido do mercado. 

Assim, para saber se vale a pena, você precisa avaliar seu tempo disponível para se dedicar à bolsa. Além de pensar, claro, no seu perfil de risco. Afinal, não há garantias na renda variável. O scalper se expõe à volatilidade e pode ter prejuízos nas operações. 

Agora que você sabe o que é um scalper trader, avalie as informações com atenção para decidir se tem interesse na prática. E lembre-se de que é indispensável conhecer modelos estratégicos e aprender a gerenciar perdas para aumentar as chances de opter ganhos que resultem em um saldo final positivo. 

Gostou de conhecer a modalidade de operação de um scalper trader? Então aprenda mais sobre tape reading e como essa estratégia funciona na prática!

Comentários