O nome pode não ser muito popular, mas as commodities fazem parte do dia a dia de milhares de pessoas em todo o mundo. Em tradução livre para o português, ‘commodities’ significa ‘mercadorias’ e designa bens de consumo mundial, que são matérias-primas para a fabricação de outros produtos. 

Pela relevância global que possuem, as commodities são negociadas na Bolsa de Futuros, facilitando a negociação de preços entre países exportadores e importadores desses recursos.  

O Brasil é um grande exportador global de commodities e, neste post, você irá descobrir quais delas fazem parte da sua rotina, bem como sua importância para a economia em todo o mundo.  

Commodities: definição e categorias

As commodities, como citamos, são as mercadorias consideradas básicas, as matérias-primas para a produção de outros produtos e, em muitos casos, são comercializadas em seu estado bruto. Em geral, as commodities têm algumas características: são produzidas em larga escala; podem ser estocadas; são pouco industrializadas; possuem alta demanda global e padrões internacionais de qualidade. 

As commodities são divididas em três grandes categorias: agrícola, ambiental e mineral. Abaixo, vamos listar alguns dos produtos mais comuns dessas categorias, mas a relação de itens pode ser bem maior.  

Commodities Agrícolas

Esta categoria é composta pelas matérias-primas do agronegócio que estão na base da alimentação global. Alguns desses produtos são: soja, milho, café, trigo, açúcar, suco de laranja, boi gordo (carnes) e algodão.

Commodities Ambientais

São os recursos naturais usados como matéria-prima para confecção de outros produtos industriais, tais como: madeira e celulose. 

Commodities Minerais

Nesta categoria estão as matérias-primas ligadas à produção de energia, bem como os recursos minerais. Os exemplos mais comuns deste segmento são: ouro, petróleo, etanol e gás natural. O minério de ferro também é uma commodity em que o Brasil tem participação relevante.

Dominando a Bolsa de Valores

Como são definidos os preços das commodities? 

Como são matérias-primas para inúmeras indústrias, as commodities são relevantes globalmente e negociadas para economias em todo o mundo. Por isso, os preços são definidos conforme a oferta e a demanda global, sendo a maior referência na determinação dos preços a Bolsa de Chicago, nos Estados Unidos.  

A relação oferta vs. demanda pode ser impactada por inúmeros fatores. No caso das commodities agrícolas, por exemplo, fenômenos climáticos podem impactar diretamente a produção desses produtos e, logo, a oferta global.  

A demanda dos países também pode estar mais ou menos aquecida, conforme o crescimento da economia. Um exemplo é o boom das commodities promovido pelo crescimento vertiginoso da China no início dos anos 2000, que impactou diretamente a demanda e, consequentemente, elevou os preços das principais commodities globais. Podemos citar ainda a depreciação dramática das cotações do petróleo que, entre outros fatores, como disputas globais, foi impulsionada pela queda na demanda global diante das quarentenas para contenção do novo coronavírus.  

Mas além da Bolsa de Chicago, que é a referência para as cotações e precifica a oferta e a demanda global, os preços das commodities em moeda local também são formados por outros fatores, como os custos logísticos, de exportação e a variação do dólar. 

Quais são as principais commodities brasileiras 

O Brasil é um dos grandes players globais na exportação de commodities. Entre os principais produtos destinados ao mercado externo estão a soja, o milho, o café, o açúcar, o suco de laranja, o boi gordo, o petróleo, a celulose e o minério de ferro. Além de ser um dos maiores exportadores, o Brasil é um dos produtores globais mais relevantes dessas matérias-primas. Nas commodities agrícolas, por exemplo, o Brasil não só é uma potência como também o único país do mundo que pode aumentar sua produção de maneira importante, bastando transformar pastos degradáveis em áreas agriculturáveis. A pecuária brasileira ainda é bastante extensiva.  

Em 2020, o principal produto exportado pelo Brasil será a soja, que terá como principal destino a economia chinesa, de acordo com estimativas da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB). Essa é a principal commodity exportada pelo país há seis anos. Depois da soja, a Associação aponta o petróleo e o minério de ferro como as principais commodities exportadas pelo país em 2020.  

De acordo com o Índice de Comércio Exterior (Icomex), da Fundação Getulio Vargas, em maio de 2020, as commodities foram responsáveis por 71% das exportações brasileiras e tiveram como principal destino o mercado asiático, confirmando uma tendência já sinalizada em meses anteriores, segundo informações divulgadas pela Agência Brasil.  

Como investir em commodities?  

Como citamos, a referência em negociação de commodities é a Bolsa de Chicago. No Brasil, as negociações desses ativos são realizadas no ambiente da B3, resultado da fusão, em 2017, entre a Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&F Bovespa) e a Central de Custódia e Liquidação Financeira de Títulos (CETIP).  

O investimento em commodities é realizado via contratos futuros ou opções, logo são operações recomendadas apenas para investidores profissionais, traders ou com experiência nesse tipo de negociação. Em geral, esses investimentos garantem o direito de comprar ou vender o ativo (neste caso, uma commodity) por um preço e em quantidade predefinidos, porém em data futura.  

Essas ferramentas são muito utilizadas por traders e profissionais do mercado financeiro em busca de lucro nas negociações, mas também funcionam como garantia de preço (hedge) das mercadorias e, por isso, são muito exploradas por produtores, cooperativas agrícolas e indústrias alimentícias.  

Atualmente, estão listadas para negociação na B3 as seguintes commodities: petróleo; boi gordo; ouro; café arábica 4/5 e 6/7; açúcar cristal; etanol hidratado e etanol anidro; milho; soja; dólar; e o euro.  

Para negociar contratos de commodities no ambiente da B3 é preciso ter conta em uma corretora de valores, como a Genial Investimentos. A negociação acontece via home broker e pode ser feita de qualquer local com acesso à internet.  

Na Genial Investimentos, além de abertura de conta gratuita e acesso ao home broker, os clientes têm acesso a relatórios, análises de mercado e apoio técnico diário do nosso time de analistas. Abra sua conta e comece hoje mesmo a negociar contratos de commodities.  

Abra sua conta na Genial Investimentos - Banner Post

Publicado por Genial Investimentos

A Genial é a plataforma de investimentos que está democratizando o acesso aos melhores produtos do mercado, de forma simples, ágil e eficiente, através de uma assessoria financeira isenta, transparente e qualificada.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *