Quem já cogitou a possibilidade de investir em empresas estrangeiras não pode deixar de conhecer o IVVB11. Trata-se de uma alternativa de investimento presente na B3 – a bolsa de valores brasileira, que permite ao interessado investir em diversas companhias do exterior de uma só vez.

A exposição ao mercado internacional pode auxiliar na diversificação do portfólio e trazer proteção contra as instabilidades da economia brasileira. Então, ao conhecer um pouco mais sobre esse investimento, ficará mais fácil de saber se ele atende aos seus objetivos.

Neste conteúdo você descobrirá o que é o IVVB11, como ele funciona e quais são algumas empresas que compõem esse fundo de índice. Vamos lá?

O que é um ETF?

ETF é a sigla para exchange traded fund, também chamado de fundo de índice. Trata-se de um fundo de investimento que tem por objetivo equiparar o seu desempenho a um índice de referência preestabelecido – ou benchmark.

Grande parte dos ETFs brasileiros espelham índices nacionais. É o caso do BOVA11 atrelado ao Ibovespa, ou SMALL11 o índice de small caps, entre outros. Entretanto, a partir de 2020, diversos outros ETFS foram criados. Inclusive, muitos baseados em índices internacionais.

Investir em ETFs com lastro estrangeiro é uma estratégia de diversificar a carteira, com a vantagem de alcançar esse objetivo sem sair do Brasil. Logo, basta acessar a bolsa de valores e adquirir uma cota do ETF desejado.

Dessa forma, o portfólio é gerido de acordo com que foi proposto pelo ETF em seu prospecto e lâmina. Assim, essa se torna uma alternativa para quem não dispõe de tempo, alto capital ou mesmo conhecimento para escolher e investir em ativos internacionais diretamente.

O que é o IVVB11?

O IVVB11 é o ticker de negociação do ETF iShares S&P 500 Fundo de Investimento – Investimento no exterior. Sua administração fica a cargo do Banco BNP Paribas e o gestor é BlackRock Brasil, uma das maiores gestoras de ETF do mundo.

Esse fundo de índice tem como benchmark o índice S&P500 (Standard and Poor’s 500). O índice conta com uma carteira teórica com 500 ações diferentes das maiores companhias do mercado americano – entre elas, empresas de tecnologia, saúde, varejo etc.

Ele é considerado um dos índices mais importantes da economia norte-americana. Cada ação tem um peso no índice, a depender do seu valor de mercado e da quantidade de papéis negociados. Assim, o ETF IVVB11 é uma forma de brasileiros terem acesso fácil à movimentação do S&P500.

Como ele funciona?

Ao conhecer o que é um ETF e o IVVB11 é interessante compreender como ele funciona. Assim, você poderá verificar se essa é uma modalidade de investimento que atende aos seus objetivos.

O funcionamento do ETF IVVB11 é semelhante aos demais fundos de índice. O gestor procura refletir o desempenho do benchmark ao investir em ativos que compõe a sua carteira teórica. Por isso, sua performance pode não ser idêntica ao do índice de referência, mas deve ser muito próxima.

Nesse sentido, um ponto de destaque é que a gestão do ETF é passiva. Ou seja, o gestor não precisa superar o índice de referência em questão. Esse fato contribui para que a taxa de administração dos ETFs seja menor, em comparação com os fundos de gestão ativa.

Frequentemente, há uma reavaliação da carteira do índice. Isso acontece para rebalancear o indicador excluindo e adicionando empresas, com base no valor de mercado das ações ou volume de negociação. Portanto, o ETF também replicará essas modificações.

Como você viu, o ETF IVVB11 é negociado diretamente na B3. Então, você pode investir com exposição ao exterior sem precisar se vincular a bolsas ou corretoras estrangeiras. Ao adquirir as cotas, o preço delas terá movimentação de acordo com o índice norte-americano.

Quais são as empresas que compõe o IVVB11?

Como visto, o IVVB11 é um ETF que espelha o índice S&P 500. E como esse indicador é formado por muitas empresas, vale a pena conhecer algumas das principais companhias.

Veja!

Microsoft Corporation (MSFT)

A Microsoft Corporation é uma das maiores produtoras de softwares, produtos eletrônicos e computadores, mundialmente conhecida pelo Windows, Office, LinkedIn e Skype. Também é produtora dos videogames modelo Xbox. Ela está entre as empresas mais valiosas do mundo.

Apple Inc. (AAPL)

A Apple inc. é uma empresa dedicada à produção de eletrônicos, software e hardware. Entre seus produtos, destacam-se os celulares modelo iPhone, os Macbooks, iPads, Airpods, Apple Watch e outros.

Amazon.com Inc. (AMZN)

A Amazon.com inc. é uma gigante varejista mundial, tendo muita força no e-commerce. Além disso, também está presente no desenvolvimento de streaming, inteligência artificial, computação em nuvem e outras frentes.

Facebook Inc. (FB)

O Facebook inc. é uma empresa responsável por uma das primeiras redes sociais criadas. No ano de 2010, ela adquiriu o Instagram e, em 2014, o WhatsApp. Com isso, aumentou seu valor de mercado e se tornou uma das maiores responsáveis por conectar pessoas ao redor do mundo.

Tesla inc. (TSLA)

A Tesla inc. é uma companhia que trabalha com a produção de automóveis e baterias elétricas. Seu objetivo é produzir automóveis elétricos de alto padrão e desempenho, além de componentes para motor, câmbio e baterias.

Nvidia (NVDA)

A Nvidia Corporation é uma companhia que produz placas gráficas (GPUs) para desktops, notebooks e consoles. Também está presente no mercado de computação móvel, produzindo processadores para smartphones, tablets, bem como sistemas de navegação para GPS.

Além dessas, existem centenas de outras empresas americanas que fazem parte do S&P500. Ao investir no IVVB11, portanto, é possível se expor aos resultados delas de maneira diversificada, sem concentrar em apenas uma companhia.

Assim, o IVVB11 pode ser uma alternativa para diversificar sua carteira com exposição a grandes empresas internacionais. Contudo, lembre-se de que a decisão de se expor a esse ETF depende do seu perfil e objetivos pessoais.

Que tal contar com o suporte da melhor corretora na hora de fazer seus investimentos? Contate nossa equipe, temos profissionais preparados para ajudar você!

Comentários