Quem busca oportunidades para investir no mercado brasileiro, se depara com uma série de alternativas. Nesse contexto, é importante aprender mais sobre elas a fim de embasar as suas escolhas no momento de montar a sua carteira. Por exemplo, você sabe o que é a Letra de Crédito do Agronegócio (LCA)? 

Esse é um tipo de investimento de renda fixa que pode trazer oportunidades para quem deseja se expor ao potencial do setor agro. Contudo, antes de alocar os seus recursos, é preciso entender o funcionamento desse título para definir se ele, de fato, faz sentido para a sua estratégia. 

Tem interesse no assunto? Então continue a leitura deste conteúdo preparado pela Genial Investimentos e descubra o que é a LCA, como ela funciona e como investir na alternativa. 

Vamos lá? 

O que é LCA? 

A letra do crédito do agronegócio é um título privado que faz parte da classe de renda fixa. Ele serve como alternativa para a captação de recursos por instituições financeiras, sendo que o montante obtido deve ser destinado ao financiamento do setor agro. 

Na prática, o investidor disponibiliza capital para o emissor e, em troca, recebe os juros acordados. É como se fosse um empréstimo, no qual o investidor é o credor. Com os recursos captados, a instituição pode disponibilizar capital por meio de empréstimos e financiamentos para empresas ligadas ao agronegócio.  

A seguir, entenda mais detalhes sobre a emissão e finalidade desse título! 

Quem pode emitir? 

As LCAs foram regulamentadas no Brasil pela Lei 11.076/2004, criada a partir da Medida Provisória n.º 221, no mesmo ano. Ela foi redigida com o objetivo de fomentar o setor de agronegócio por meio de mais oportunidades para as empresas financiarem suas atividades a partir da obtenção de crédito. 

Na prática, a letra de crédito do agronegócio pode ser emitida por qualquer instituição financeira pública ou privada. Por esse motivo, é possível encontrar diversos títulos disponíveis no mercado financeiro para alocar os seus recursos.  

Por que a LCA é importante para o agronegócio? 

Ao compreender o conceito desse título e sua emissão, fica fácil identificar sua relevância para o agronegócio. Essa aplicação funciona como uma fonte de recursos para que instituições ofereçam linhas de crédito para o setor, ampliando as ofertas. 

Diante disso, as empresas podem obter empréstimos e financiamentos para comprar insumos, modernizar equipamentos e expandir as atividades, por exemplo. O capital obtido também pode ser usado para superar adversidades às quais o setor está exposto.  

Vale ressaltar que, conforme dados de agosto de 2023, a emissão de LCA junto à Cédula do Produto Rural (CPR) estava bastante aquecida. Em junho, o título teve um aumento no estoque de 58% em relação ao mesmo mês em 2022, atingindo o equivalente a R$ 420,80 bilhões. 

O desempenho mostra de que forma a disponibilização dessa aplicação no mercado financeiro ajuda a trazer mais capital para o financiamento do setor. Logo, o título se torna bastante relevante para viabilizar a sustentabilidade e o crescimento das companhias agro.  

Como funciona a rentabilidade das LCAs? 

Ao estudar sobre as LCAs, é comum se perguntar como funciona a rentabilidade. Como acontece em outros títulos de renda fixa, ela pode ser determinada de três formas: 

  • LCA prefixada: a rentabilidade é definida como um percentual anual. Por exemplo: 12% ao ano; 
  • LCA pós-fixada: os rendimentos seguem um índice de mercado previamente escolhido. Por exemplo: 105% do Certificado de Depósitos Interbancários (CDI); 
  • LCA híbrida: une as características das duas rentabilidades acima. Por exemplo: Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) + 5% ao ano. 

Como as regras são determinadas pelo emissor, é possível encontrar aplicações com diferentes características e potenciais de retorno. Por esse motivo, você deve avaliar cada LCA individualmente para entender se ela faz sentido para a sua estratégia. 

Genial Investimentos - Abra sua conta

Quais são os benefícios de investir em LCA? 

Você já viu o conceito de LCA, seu funcionamento e até aprendeu sobre os benefícios que ela traz para as empresas do agronegócio. Agora, é hora de compreender as vantagens que o título proporciona aos investidores. 

Com isso, você poderá definir se a LCA é uma alternativa que trará benefícios para a sua carteira e se ela se enquadra nos investimentos que podem ajudá-lo financeiramente. 

Saiba mais! 

Proteção do Fundo Garantidor de Créditos 

A LCA é um título conhecido por ser conservador. Afinal, além de ter a previsibilidade de retorno, com lógica de rentabilidade conhecida no momento do aporte, há a proteção do Fundo Garantidor de Créditos (FGC). 

Trata-se de uma entidade privada, sem fins lucrativos, criada para auxiliar na estabilidade do Sistema Financeiro Nacional (SFN). Ela é formada pelas principais instituições financeiras do país, que devem ser filiadas de forma obrigatória. 

Essas instituições realizam pagamentos ao FGC, uma forma de financiar o seu funcionamento e garantir que existam fundos para garantir o pagamento de investidores. 

Assim, ela cobre o pagamento devido a investidores em caso de inadimplência do emissor dos títulos que contam com essa proteção. Ou seja, se a instituição financeira que emitiu a LCA não tiver fundos para o pagamento devido à falência, por exemplo, ele será coberto pelo FGC. 

Dessa forma, você receberá o valor investido mais o rendimento da aplicação como uma forma de garantia, evitando que você tenha prejuízos e reduzindo o risco de crédito. 

Mas é preciso ficar atento aos limites do Fundo Garantidor de Créditos. Cada CPF ou CNPJ tem um teto de R$ 250 mil por instituição financeira. Portanto, se o seu investimento for maior do que esse valor, a garantia estará limitada ao teto. 

Também há um limite global de R$ 1 milhão. Ele abrange todas as instituições financeiras e se renova a cada 4 anos. 

Isenção de Imposto de Renda 

A LCA também é conhecida por ter isenção de Imposto de Renda (IR) para pessoas físicas. Isso significa que, no momento de fazer o resgate do seu investimento, não haverá o desconto de IR, que é comum a diversos tipos de aplicações, como o próprio Certificado de Depósito Bancário (CDB). 

Essa isenção traz diversas vantagens para o investidor. Primeiro, porque a rentabilidade real do investimento será maior. Afinal, o valor recebido ao final não sofrerá com descontos de Imposto de Renda. 

Também é preciso considerar a facilidade para determinar qual será a rentabilidade no momento de investir. Muitos investidores, e você pode ser um deles, preza a simplicidade ao investir e entender os investimentos. 

Com isenção de IR, fica muito mais fácil fazer os cálculos da rentabilidade esperada e determinar se a LCA é um investimento que se alinha com seu perfil de investidor e objetivos. 

Potencial de retorno 

Ela também é um investimento com baixíssimo risco e sua rentabilidade costuma ser atrativa. Isso acontece, por exemplo, devido à menor liquidez, que tende a ser compensada por taxas de juros mais favoráveis.  

Como o investimento inicial pode ser mais alto que as alternativas e há um período de carência para o resgate, o investidor precisa ser recompensado de alguma forma. 

Aqui, há um equilíbrio no tripé dos investimentos: rentabilidade, segurança e liquidez. Lembre-se de que a segurança nas LCAs é considerada alta, de forma geral, principalmente por conta da garantia do FGC. 

No entanto, a liquidez pode ser menor do que outras aplicações. Na poupança, títulos do Tesouro Direto (exceto Renda+ e Educa+) e em alguns CDBs pós-fixados, por exemplo, o resgate pode ser feito a qualquer momento, sem período de carência. 

Já nas LCAs, o prazo de carência costuma ser de, no mínimo, 90 dias. Ou seja, antes desse período, o investidor não pode resgatar a aplicação. Com essa característica, as instituições financeiras costumam promover rentabilidades mais atrativas. 

Mas fique atento: isso não é uma regra. Então é fundamental que você analise cada alternativa para entender os potenciais e detalhes. Ainda, a isenção de IR para pessoa física potencializa o retorno líquido.  

O que observar ao investir em LCA para avaliar a adequação a sua estratégia? 

Se você chegou até aqui e achou interessante o investimento em LCA, é fundamental que você saiba avaliar se essa aplicação é adequada para a sua estratégia. Para fazer isso, considere pontos importantes sobre o investimento e suas características. 

Veja a seguir o que observar nesse momento! 

Valor mínimo de aplicação 

A aplicação mínima na LCA, geralmente, é mais elevada, o que a torna um pouco menos acessível do que as LCIs e os CDBs, por exemplo. Para investir, procure um banco ou uma corretora e avalie a melhor opção que caiba no seu bolso e se adeque ao que você almeja. 

Aqui, a dica é definir se o valor necessário para investir está alinhado com os seus objetivos financeiros ou a sua disponibilidade de dinheiro no momento.  

Mesmo que você tenha capital suficiente, vale a pena entender se o seu objetivo exige todo esse investimento. Afinal, a ideia é que você alcance um objetivo com valor determinado, certo? Se você precisar investir mais do que o necessário, talvez a LCA não seja adequada para sua estratégia. 

Diversificação da carteira 

A diversificação da carteira também deve ser um fator de atenção no momento de avaliar se a LCA é uma opção adequada para a sua carteira. Diversificar significa se expor a diferentes riscos com a finalidade de equilibrar possíveis situações que afetam negativamente seus resultados. 

A ideia é a seguinte: se você se expor a somente um risco e ele se realizar, toda a sua carteira será afetada, trazendo perdas consideráveis. No entanto, se há diferentes riscos nos seus investimentos e um deles se realizar, os demais estarão seguros, trazendo mais equilíbrio. 

Portanto, verifique se o investimento em LCA trará diversificação para seu portfólio. Para tanto, entenda a exposição aos riscos, quais são seus outros investimentos e as possibilidades de perdas e ganhos atreladas a eles. 

Prazo de vencimento do título 

O prazo de vencimento demonstra o momento em que você receberá o montante alocado e os juros da aplicação. Por isso, esse é um dos pontos essenciais para se verificar antes do investimento. 

O prazo mínimo de vencimento da LCA foi ampliado dos atuais 90 dias para nove meses, de forma a induzir o alongamento dos prazos de captação. 

 A partir de 1º de julho de 2024, os recursos captados por meio de LCAs não poderão ser utilizados para a concessão de crédito rural subsidiado pela União. A partir da vigência desta regra, os recursos captados por meio de LCA somente poderão ser aplicados na contratação de crédito rural com taxas livremente pactuadas em condições de mercado. 

Foi vedada a utilização de adiantamentos sobre operação de câmbio, créditos à exportação, certificados de recebíveis e debêntures como lastro de LCA. 

Está proibida eventual sobreposição de benefícios fiscais ou de política governamental específica na emissão das LCA. Dessa forma, será restringida gradualmente, até 1º de julho de 2025, a utilização de operações de crédito rural com recursos controlados na composição do lastro da LCA. 

Veja se esse prazo se alinha com suas expectativas e objetivos financeiros e qual é o melhor momento para ele acontecer. Assim, você mantém investimentos mais conscientes e que podem trazer benefícios em curto, médio e longo prazo. 

Liquidez e resgate antecipado 

Você já aprendeu que há um período de carência nas LCAs. Portanto, esse é um dos fatores que deve ser avaliado antes do investimento. Afinal, apesar de haver objetivos claros, você também pode ter imprevistos ou mesmo mudar de ideia durante o período de alocação. 

Nesse caso, para ter mais segurança, uma possibilidade é buscar LCAs que proporcionem liquidez diária após a carência, garantindo um período durante o qual você pode resgatar o montante, mesmo antes do vencimento.   

Quais são as desvantagens da LCA? 

Além de conhecer as vantagens, você deve considerar as desvantagens das LCAs no momento de investir. Primeiro, há a questão da baixa liquidez. Caso você não tenha certeza de que, de fato, não usará o capital investido até o vencimento, pode ser mais interessante optar por outra aplicação.  

A exceção fica para os casos em que há liquidez diária após um período que você considera suficiente para ter tranquilidade.  

A Genial Investimentos oferece liquidez para a LCA, nos papéis aprovados pela corretora, em caso de necessidade do cliente. No entanto, o preço estará sujeito às condições de mercado na data de saída. Logo, há riscos de ter perdas financeiras.

Genial Investimentos - Abra sua conta

Quais são as diferenças das LCAs em relação a outros investimentos? 

Com tantas alternativas no mercado financeiro, inclusive na renda fixa, é fundamental que você saiba as principais diferenças das LCAs em relação a outros investimentos. 

Confira a seguir uma comparação com as principais alternativas: 

LCIs 

As LCIs são as Letras de Crédito Imobiliário. Elas são investimentos bastante parecidos com as LCAs, e possuem, em geral, as mesmas características. Contudo, existem diferenças pontuais.  

A primeira delas é a forma de utilização do dinheiro arrecadado pela instituição financeira emitente. Como o próprio nome sugere, as LCIs servem para financiar áreas relacionadas ao mercado imobiliário. Assim, os recursos captados são investidos em contratos relacionados a imóveis e serviços desse setor. 

Ainda, saiba que, diferente das LCAs, as LCIs não possuem isenção de IOF. Esse é um imposto com uma alíquota regressiva, que varia de 96% a 0% nos primeiros 30 dias após o investimento. Se houver resgate da LCI antes desse período, o investidor terá que pagar o IOF sobre a rentabilidade obtida. 

CDBs 

Os certificados de depósitos bancários (CDBs) são títulos de renda fixa emitidos por instituições financeiras. Eles podem ter rentabilidade prefixada, pós-fixada ou híbrida e têm garantia do FGC. Em relação às LCAs, existem duas principais diferenças. 

A primeira se refere à destinação dos recursos. No CDB, a instituição não precisa direcionar o capital para um setor específico da economia. A segunda é em relação à isenção de imposto. CDBs são tributados normalmente, com incidência de Imposto de Renda e IOF sobre os rendimentos obtidos.  

Como investir em LCA? 

Conhecendo todos esses detalhes sobre a LCA, você pode ter definido que esse título se alinha aos seus objetivos e perfil de investidor. Assim, é fundamental saber como investir em LCA de forma segura e consciente. 

Confira a seguir como proceder: 

Abertura de conta em instituição financeira 

O primeiro passo para conseguir investir em LCA é abrir uma conta em uma instituição financeira. Elas possuem um portfólio de investimentos destinados a seus clientes, oferecendo diversas alternativas do mercado financeiro. 

No caso da renda fixa, cada instituição financeira terá um portfólio diferente, por isso é fundamental contar com uma corretora de valores com experiência e um leque amplo de escolhas. 

Com uma variedade de LCAs para escolher você poderá ter mais independência e será mais fácil fazer uma boa alocação da carteira. 

O procedimento para abertura de conta costuma ser bem simples. Nós, da Genial Investimentos, proporcionamos um serviço completo totalmente online, com toda a qualidade e a segurança necessária nesse momento. 

Escolha da LCA 

Após abrir sua conta e ter sua identidade confirmada, você já poderá escolher uma LCA disponível no portfólio da corretora de valores. 

Aqui, é fundamental avaliar as alternativas com cuidado. Verifique as principais características de cada uma, como rentabilidade, prazo de carência, prazo de vencimento e aporte mínimo. 

Sabendo todos esses detalhes, você poderá comparar todas as alternativas disponíveis e filtrar melhor aquelas que fazem sentido para a sua estratégia de investimentos. 

Uso de simuladores 

Apesar de a rentabilidade não ser o fator mais importante a se avaliar, ele pode ser o que traz mais dúvidas. Principalmente em LCAs com rentabilidade pós-fixada, entender qual será o possível ganho de capital é essencial. 

Não há como prever exatamente esses ganhos, tendo em vista que os índices a que a LCA está atrelada variam conforme movimentos no mercado. No entanto, é possível utilizar simuladores para ter uma ideia mais robusta dos possíveis ganhos. 

Processo de investimento 

Por fim, escolhida a LCA, basta continuar com o processo de investimento. Novamente, uma boa corretora de valores, como a Genial Investimentos, proporciona um procedimento simples e que não acarreta dúvidas. 

Basta escolher o investimento, determinar o aporte a ser feito e confirmar a operação. Todo o processo é feito pela própria plataforma da corretora, que apresenta um funcionamento bastante simples e intuitivo.  

Conseguiu entender o que é LCA na prática? Conhecendo todos esses detalhes sobre o assunto, você poderá definir se essa aplicação é adequada para sua estratégia e investir com mais consciência e tranquilidade! 

Quer começar a investir? Abra sua conta na Genial Investimentos para conferir a oferta de LCAs e outros investimentos! 

Genial Investimentos - Abra sua conta

Genial Investimentos

Somos uma plataforma de investimentos que tem como objetivo facilitar o acesso ao mercado financeiro e ampliar a educação financeira no Brasil.

Ver todos os artigos
E-book de Renda Fixa

Navegação rápida

O link do artigo foi copiado!