Macarena Onelink Baixe o App

Se você investe em renda variável ou pretende investir, não pode deixar de conhecer e acompanhar os principais índices das bolsas mundiais. Afinal, é preciso observar o comportamento do mercado global para tomar decisões mais acertadas.

Isso porque os acontecimentos dos grandes mercados podem impactar as demais bolsas do mundo — inclusive, a brasileira. Desse modo, mesmo quem investe apenas no Brasil precisa ficar atento ao movimento das bolsas internacionais.

Para conhecer as bolsas mundiais e seus principais índices, continue a leitura. Neste post, você entenderá mais sobre o assunto!

O que são bolsas de valores?

Para iniciar, é importante saber exatamente o conceito de bolsa de valores. Trata-se de um mercado organizado de negociação de valores mobiliários. Assim, as ações, os fundos de investimentos, as opções, os contratos futuros e outras alternativas são negociadas nesse ambiente.

Além disso, a bolsa de valores é responsável por outras funções no mercado financeiro, como:

  • estabelecer as regras para que as transações aconteçam de maneira transparente e segura;
  • gerenciar os riscos das operações realizadas pelos investidores;
  • fazer a compensação, o registro e a atualização das operações;
  • deter a guarda centralizada das negociações.

As bolsas de valores podem ser organizadas como uma sociedade civil sem fins lucrativos ou como sociedades anônimas que obtêm lucros por meio de seus serviços. O segundo modelo é o mais usual.

O que são índices mundiais?

Agora que você já aprendeu o que são as bolsas de valores, deve entender o que são os índices de referência. Eles se referem a carteiras teóricas compostas por ativos que seguem critérios específicos.

Os índices refletem a movimentação de seu segmento e do mercado, servindo como parâmetro de referência para os investidores. Um exemplo é o índice Small Cap (SMLL B3) da bolsa de valores brasileira (B3).

Ele é composto pelas empresas com menor valor de mercado, se comparadas às companhias gigantes conhecidas como blue chips. Além do SMLL, existem diversos outros indicadores com especificidades próprias — considerando, por exemplo, critérios como governança corporativa, pagamento de dividendos, liquidez etc.

Quais são as principais bolsas do mundo e seus principais índices?

Sabendo mais sobre o assunto, é o momento de descobrir as principais bolsas mundiais e seus respectivos indicadores.

Veja!

New York Stock Exchange (NYSE)

A primeira bolsa a conhecer é a NYSE. Ela fica em Nova Iorque, nos Estados Unidos e apresentava um valor de mercado de mais de 21 trilhões de dólares em 2022. Nessa bolsa, são negociados papéis de companhias relevantes no cenário norte-americano e mundial, como:

  • American Express;
  • Boeing;
  • Coca-Cola;
  • FedEx;
  • General Motors;
  • McDonald’s;
  • Nike;
  • Pfizer.

Ainda, é possível encontrar ações de empresas de outros países. Isso acontece porque muitas grandes companhias mundiais optam por abrir seu capital em bolsas dos Estados Unidos, já que o país tem um mercado mais consolidado.

A bolsa New York Stock Exchange é considerada a mais importante do mundo, por isso seus principais índices são termômetros do comportamento do mercado internacional. Entre os indicadores de mais destaque nela estão:

  • Standard & Poor’s 500, S&P ou S&P 500: sua carteira teórica é composta pelas empresas norte-americanas com maior volume de negociação nas bolsas norte-americanas;
  • Dow Jones Industrial Average, Dow 30 ou DJIA: em seu portfólio estão as 30 maiores companhias de maior capitalização das bolsas dos EUA, exceto nos setores de transporte e serviços de utilidade pública.

National Association of Securities Dealers Automated Quotations (Nasdaq)

Outra bolsa que vale a pena conhecer é a americana Nasdaq, que ficou em segundo lugar no ranking de relevância mundial em 2022. Ademais, ela é considerada o primeiro mercado de valores eletrônico do mundo, inaugurando as negociações pela internet.

Entre as companhias com ações que já foram negociadas em seu ambiente estão:

  • Apple;
  • Dell;
  • Ebay;
  • Google;
  • Netflix.

Além dos índices que você viu no tópico anterior, a Nasdaq conta com um indicador próprio, o Nasdaq 100 ou NDX. Ele é composto por 100 companhias não financeiras listadas nessa bolsa. Desse modo, o Nasdaq 100 apresenta ações de empresas do novo mercado e ativos de alta tecnologia.

Shanghai Stock Exchange (SSE)

Embora o mercado de ações chinês tenha restrições para investimentos estrangeiros e seja um ambiente ainda jovem, é interessante acompanhar a bolsa de valores de Shanghai, na China. Afinal, esse país desponta como potência econômica no mundo.

A seguir, confira algumas das principais empresas listadas na bolsa de Shanghai:

  • Agricultural Bank;
  • Alibaba;
  • Bank of China;
  • China Petrol;
  • Eagle Mining;
  • Foshan Haitian Flavouring.
  • ICBC.

Em relação aos seus índices de referência, o principal é o Shanghai Composite (SSCE). Ele apresenta uma visão panorâmica do desempenho do mercado de valores chinês, pois contém todas as empresas listadas nessa bolsa.

Tokyo Stock Exchange (TSE)

Além da bolsa chinesa, outro mercado de ações de destaque no continente asiático é a bolsa de Tóquio. Afinal, ela também é uma das maiores e mais importantes bolsas de valores do mundo. As ações apresentadas na TSE são divididas em seções de acordo com o porte das companhias.

A Primeira Seção representa as grandes empresas, enquanto a Segunda Seção contém as organizações de médio porte. Por fim, a Seção Mothers inclui as empresas emergentes.

Entre as companhias que já fizeram parte da bolsa de Tóquio, estão:

  • Honda;
  • Mitsubishi;
  • SoftBank;
  • Sony.

O seu principal índice, o Nikkei 225, mede o desempenho das 225 maiores empresas listadas e costuma ser referência para outros mercados.

London Stock Exchange (LSE)

A bolsa de Londres é a mais antiga do mundo, tendo início em 1571, quando a então Rainha Elizabeth I fez sua abertura. Na época, essa bolsa era nomeada como Royal Exchange. Em relação às suas ações, grandes empresas já foram listadas na LSE, como:

  • AstraZeneca;
  • HSBC;
  • Unilever;
  • GlaxoSmithKline.

Já no que se refere aos índices, o seu principal é o FTSE 100 — que indica as 100 maiores empresas listadas nela, britânicas ou não. Como diversas multinacionais e grandes grupos europeus fazem parte do portfólio teórico desse indicador, ele é utilizado para avaliar a economia europeia.

Além disso, o FTSE 100 representava, em 2022, cerca de 80% do valor de mercado da bolsa de Londres. Logo, ele é um dos mais importantes do mercado financeiro.

Frankfurt Stock Exchange (FSE)

A bolsa de Frankfurt é a principal bolsa de valores da Alemanha, representando 85% das transações do país em 2022. Entre as companhias listadas nessa bolsa, já estiveram grandes nomes, como:

  • Bayer;
  • Siemens;
  • Allianz;
  • Deutsche;
  • BMW;
  • Deutsche Bank.

O principal índice da FSE é o DAX 40, composto pelas 40 empresas com maior capitalização financeira da Alemanha. Vale saber que, antes de setembro de 2021, ele era denominado DAX 30, pois continha 30 organizações. Porém, após uma reestruturação, o índice recebeu mais 10 empresas.

Brasil, Bolsa, Balcão (B3)

A B3 é a bolsa de valores brasileira e já foi considerada a quinta maior bolsa no mercado de capitais do mundo em 2017.

Ela surgiu da fusão de outras entidades relacionadas ao mercado financeiro do país: a Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&FBOVESPA) e a Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos (CETIP).

Entre as principais empresas já listadas na B3 estão:

  • Ambev;
  • Petrobras;
  • Magazine Luiza;
  • Vale;
  • Itaú Unibanco;
  • Avon;
  • Lojas Americanas.

O seu principal índice de referência é o Ibovespa, também conhecido como IBOV, que contém as ações mais negociadas do Brasil. Desse modo, ele serve como termômetro para analisar a economia do país.

O Ibovespa não apresenta um número limite de companhias que podem participar de seu portfólio. Sendo assim, desde que a empresa cumpra todos os requisitos, ela pode compor esse índice.

Quais os principais índices de ações mundiais?

Como você viu, as principais bolsas de valores mundiais apresentam índices de referência igualmente importantes para o mercado financeiro global. Além disso, você conferiu um pouco sobre os indicadores centrais de cada bolsa mundial apresentada.

A seguir, relembre e confira alguns dos indicadores nacionais e internacionais que merecem atenção do investidor:

  • Ibovespa;
  • Nikkei 225;
  • DAX 40;
  • Dow Jones;
  • Russel 2000;
  • Shanghai Composite;
  • S&P 500;
  • FTSE 100;
  • Nasdaq 100.

Como acompanhar as bolsas e os índices?

Após descobrir e entender mais sobre as principais bolsas mundiais e seus índices, vale saber como acompanhar esses indicadores. Afinal, eles ajudam a compreender o mercado e fazer escolhas mais adequadas.

Para monitorar a movimentação desses índices, basta pesquisar em um buscador na internet. Logo nos primeiros resultados, é possível visualizar informações relevantes e atualizadas sobre cada um dos principais indicadores mundiais.

Ademais, no próprio home broker que você utiliza para fazer as negociações na bolsa constam os dados dos indicadores. Para saber quais bolsas acompanhar, além de considerar os exemplos que você viu neste artigo, é necessário verificar alguns critérios.

Entre essas características estão o valor e o tempo de mercado da bolsa, a quantia movimentada anualmente, a quantidade de negociações e o número de ativos e derivativos listados. Quanto maior e mais movimentada ela for, maiores são as chances de encontrar oportunidades de investimentos.

Ao longo deste post, você conheceu as principais bolsas e seus índices mundiais e entendeu como acompanhá-los. Agora, você tem informações relevantes que podem ser utilizadas nas suas análises de ativos e na escolha da sua carteira de investimentos!

Para continuar bem informado sobre o mercado financeiro, não deixe de nos seguir nas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn e YouTube!

Comentários