Muitos investidores que têm o objetivo de receber dividendos costumam dar atenção às ações da Petrobras. Afinal, ouvimos muito falarem sobre os famosos dividendos da Petrobras. Isso acontece porque essa companhia de economia mista se destacou nos últimos anos como uma boa pagadora de proventos aos acionistas.

Nesse contexto, vale a pena saber qual foi o histórico de repasse da Petrobras aos investidores ao longo de 2022. Afinal, os números podem servir de referência para sua análise e para você projetar eventuais retornos que o investimento pode gerar.

Quer saber mais sobre o tema? Neste conteúdo, nós, da Genial, apresentamos o histórico de dividendos da Petrobras em 2022.

Qual o histórico de dividendos da Petrobras?

Chegando aqui, você já compreendeu a relevância que a Petrobras tem para a economia brasileira, certo? Pensando em seus resultados, apenas no 3º trimestre de 2022 ela registrou um lucro líquido de 8 bilhões de dólares.

Ao longo dos últimos anos, ela se destacou por remunerar os investidores com certa frequência com dividendos e JCP. Também em 2022, ela repassou quase 180 bilhões de reais aos acionistas. No ano, a empresa repassou proventos em 3 oportunidades.

O primeiro processo de distribuição de 2022 para os donos de ações da Petrobras foi divulgado no dia 5 de maio. Ele se destinou aos acionistas que mantiveram a sua posição na companhia até o dia 23 de maio.

A primeira etapa da distribuição contemplou dividendos e JCP. O pagamento aconteceu no dia 20 de junho e os acionistas receberam R$ 1,42 em dividendos e R$ 0,36 de juros sobre capital próprio por ação. Já a segunda etapa de pagamento foi em 20 de julho, e os investidores receberam R$ 1,85 por papel em dividendos.

O anúncio do segundo processo de distribuição ocorreu em 28 de julho e foi destinado para acionistas que estavam posicionados na companhia até 11 de agosto. O pagamento também ocorreu em duas fases.

A primeira etapa da segunda distribuição ocorreu no dia 31 de agosto, sendo de R$ 2,93 de dividendos por ação e de R$ 0,42 de JCP por ação. Por sua vez, a segunda etapa aconteceu em 29 de setembro e distribuiu R$ 3,36 em dividendos por papel.

O último processo de 2022 foi anunciado a R$ 3,3489 por ação preferencial e ordinária. As duas fases somam R$ 1,674 em dividendos por ação, com o primeiro pagamento no dia 20 de dezembro e o segundo em 20 de janeiro de 2023.

Inscreva-se no nosso canal do YouTube

Devo investir em PETR4 ou PETR3?

Agora que você entendeu mais sobre a trajetória da Petrobras e como ela se consolidou como uma das maiores empresas do Brasil, vale a pena saber se você deve investir em PETR4 ou PETR3.

Isso acontece porque a empresa de economia mista conta com ações preferenciais (PN), PETR4, e ordinárias (ON), PETR3, em circulação. Assim, compreender as diferenças entre ambas pode contribuir para você escolher o melhor ativo para sua carteira.

As distinções entre elas são referentes aos direitos que concedem aos acionistas. Por exemplo, os papéis ON são identificados pelo número 3 no fim do ticker e garantem direito ao voto durante as assembleias da empresa.

Por sua vez, as ações PN podem ser encontradas pelo número 4 no código da empresa. Além disso, eles asseguram ao acionista a preferência para receber proventos, como dividendos e juros sobre capital próprio (JCP), durante os processos de distribuição.

Desse modo, a escolha dependerá dos seus objetivos com o investimento. Entretanto, nos últimos anos, a Petrobras equiparou os repasses de proventos entre quem investe em ações ordinárias e preferenciais.

Entenda melhor a diferença de PETR3 e PETR4!

Vale a pena investir por conta dos dividendos da Petrobras?

Por ser uma das maiores empresas de todo o mundo, a Petrobras chama a atenção de muitos investidores. A seguir, você entenderá se vale a pena trazer as ações da empresa para sua carteira.

Confira!

Oportunidades

O investimento na Petrobras pode ser uma oportunidade para sua estratégia de investimentos. Primeiramente, você estará expondo seu capital ao desempenho de uma das maiores empresas do país e que é referência global no mercado de exploração de petróleo e gás natural.

Além disso, junto de empresas como Vale, Eletrobras (ELET3) e Gerdau, a Petrobras é uma das blue chips da bolsa brasileira, a B3. O termo é usado para categorizar as empresas de maior valor de mercado e que se destacam pela sua robustez.

Outro ponto positivo é a liquidez dos papéis. Como a Petrobras é uma empresa que pode despertar grande interesse dos investidores, é comum que o volume de negociações seja alto — proporcionando um nível elevado de liquidez.

Por último, é pertinente lembrar das oportunidades que a empresa pode oferecer com dividendos e juros sobre capital próprio. Os repasses que ela fez nos últimos anos, especialmente em 2022, a posicionam como uma das melhores pagadoras da bolsa. Entretanto, isso não traz garantias de distribuições futuras.

Riscos

Além de avaliar oportunidades, é preciso conhecer os riscos envolvidos nessa alternativa. Em primeiro lugar, pense que o investimento em ações acontece na bolsa de valores e está presente na renda variável — sem garantias de retorno positivo.

Dessa forma, apesar do mais alto potencial de retorno, você também pode ter prejuízos caso a empresa registre má performance. Por esse motivo, o investimento costuma ser mais adequado para investidores que tenham tolerância ao risco.

Também vale destacar que resultados passados não garantem lucro no futuro. Portanto, mesmo com o histórico positivo da Petrobras, os números servem apenas como referência para você conduzir projeções, por exemplo.

Ademais, mesmo tendo o capital aberto, a Petrobras é uma empresa de economia mista e tem o Governo brasileiro como seu controlador. Logo, ela pode estar mais vulnerável a sofrer com impactos de crises políticas e mudanças de estratégia no poder público.

Qual a história da Petrobras?

Antes de saber qual o histórico de dividendos da Petrobras em 2022, é oportuno aproveitar o momento para conhecer um pouco mais sobre a trajetória da empresa. Essas informações podem contribuir para sua tomada de decisão de investimento.

Confira!

Criação

A Petrobras é uma companhia petrolífera brasileira fundada no ano de 1953. Ela foi criada como uma empresa estatal, no governo de Getúlio Vargas, com objetivo de assegurar ao Estado o monopólio para explorar petróleo e seus derivados no país.

À época, a decisão foi pauta de diversos debates. Muitas alas econômicas e políticas tinham interesse em permitir que empresas estrangeiras e demais organizações privadas desenvolvessem atividades do tipo no Brasil.

Entretanto, o movimento conhecido como “O Petróleo É Nosso” também angariou apoio de muitos setores econômicos e sociais. Assim, a Petrobras foi fundada e sua operação teve início logo no ano seguinte, em 1954.

No começo de suas atividades, a companhia detinha monopólio sobre as principais áreas do mercado de petróleo e seus derivados no Brasil. As únicas tarefas que não eram exclusivas da Petrobras eram a revenda no varejo pelos postos e a distribuição atacadista.

Expansão

Nas décadas após sua fundação, a Petrobras expandiu sua operação. O processo contou com a inclusão de novas atividades no seu escopo de operações e com a internacionalização da marca — explorando o mercado de outras regiões, como o Oriente Médio.

A expansão foi possível devido aos constantes investimentos no desenvolvimento tecnológico. O aparato financeiro viabilizou a descoberta de importantes reservas petrolíferas ao longo da costa brasileira, como a Bacia de Campos.

A descoberta de reservas de petróleo e gás na camada pré-sal da costa brasileira, no final dos anos 2000, foi um dos maiores marcos na trajetória da Petrobras. A exploração delas elevou exponencialmente a capacidade diária de produção de barris pela empresa.

Em 2020, por exemplo, a exploração das camadas pré-sal foi responsável por 60% da produção local de petróleo. Já em 2022, o valor de mercado da Petrobras superou os 100 bilhões de dólares — consolidando a empresa como uma das maiores do Brasil.

Abertura de capital

Até aqui, você já entendeu que a Petrobras foi fundada nos anos de 1950, durante o governo de Getúlio Vargas. Além de deter o monopólio de exploração do petróleo e seus derivados no território nacional, ela era totalmente estatal.

Contudo, a Petrobras deu início ao processo de subscrição pública de ações entre os anos de 1957 e 1963. O objetivo com o processo era aumentar o capital social da empresa.

Já a quebra de monopólio da Petrobras aconteceu em 1997. O processo foi parte do plano de desestatização, que começou no governo de Fernando Collor de Mello e continuou no mandato de Fernando Henrique Cardoso.

A Petrobras, então, se tornou uma companhia de economia mista. No entanto, o Governo brasileiro mantém o controle sobre mais da metade dos papéis, o que garante autonomia nas decisões sobre o planejamento e os rumos da empresa.

Áreas de operação

Como você viu, a Petrobras é uma das maiores empresas do Brasil e deteve o monopólio de exploração do mercado petrolífero do Brasil durante anos. Entretanto, as áreas de atuação da companhia não se limitam a essa atividade.

Afinal, a Petrobras é proprietária de importantes refinarias e petroleiros no Brasil e em outros países — sua operação se estende para mais de 14 nações, por exemplo.

Além da exploração, a companhia trabalha com produção, refino, comercialização e transporte de petróleo e gás natural — bem como de seus derivados.

A sua exploração de águas profundas, como com o pré-sal, a transformou em uma das principais referências do setor em escala mundial. A companhia também é destaque no desenvolvimento de novas tecnologias para essas atividades.

O que considerar antes de investir em Petrobras?

Existem elementos importantes para você considerar antes de tomar a decisão de investir nas ações da Petrobras. Portanto, avaliá-los será positivo para você identificar se a empresa se alinha com sua carteira de investimento.

Saiba mais!

Vantagens e desvantagens das ações Petrobras

Como todo investimento no mercado financeiro, o aporte nas ações da Petrobras envolve vantagens e desvantagens. Por isso, esse é um dos pontos que você deve avaliar antes de tomar a sua decisão sobre comprar ou não os papéis da empresa.

As principais vantagens envolvem o porte da empresa. Como a Petrobras é uma blue chip, ela é uma das companhias mais líquidas da bolsa brasileira. Ela também pode ser uma oportunidade para investidores que desejam obter renda passiva a partir da carteira de investimentos.

Porém, a forte influência governamental pode ser um ponto de atenção. Durante a crise política que o Brasil viveu nos anos 2010, a empresa foi uma das mais afetadas na economia. Por isso, você deve equilibrar esses aspectos para fundamentar sua escolha.

Objetivos financeiros pessoais

Após atentar para as vantagens e desvantagens do investimento, é interessante alinhar as características da empresa com seus objetivos financeiros pessoais. Para tanto, é oportuno definir o papel que a ação cumprirá na sua carteira.

Nesse sentido, é natural que o investimento nas ações da Petrobras seja mais adequado para investidores com foco no longo prazo. Isso acontece porque a empresa já ocupa uma parcela considerável do seu mercado.

Dessa forma, a solidez da operação pode ser benéfica para aqueles que investem com foco no buy and hold. Isto é, a ideia é comprar as ações para mantê-las na carteira por muitos anos — visando a valorização em horizontes amplos de tempo.

Outro ponto que pode transformar a Petrobras em ações alinhadas com o longo prazo é o potencial para renda passiva. Assim, elas podem gerar rendimentos regulares para sua carteira, favorecendo o acúmulo de resultados ao longo do tempo.

Indicadores fundamentalistas da empresa

Além dos pontos que você já entendeu, é pertinente avaliar os indicadores fundamentalistas da empresa. Esses são números relevantes para mostrar a saúde financeira da organização e seu potencial para o futuro.

Para embasar sua decisão, existem muitos indicadores relevantes para incluir na sua análise fundamentalista. O lucro por ação (LPA), o valor patrimonial da ação (VPA) e o dividend yield (DY) são exemplos, mas há outros indicadores para incluir.

Ainda, vale a pena usar mais de um indicador durante a avaliação para garantir mais solidez aos seus estudos. Afinal, considerar poucos números pode gerar uma análise equivocada da empresa e, consequentemente, uma má condução de projeções para o futuro.

Projeções para os setores de atuação

Por último, você também precisa entender quais são as projeções para o setor da empresa. No caso da Petrobras, vale a pena conhecer as perspectivas nacionais e internacionais para o mercado de exploração de petróleo, gás natural e seus derivados.

Logo, é pertinente ir além da análise fundamentalista e estudar o mercado como um todo. Essa pesquisa, inclusive, gera oportunidades para você conhecer mais sobre a economia e facilitar o processo de diversificação do portfólio — o que é importante para o equilíbrio de riscos.

Em vista disso, acompanhe os materiais publicados por profissionais do mercado financeiro. Com a Genial Investimentos, por exemplo, isso é possível a partir do Genial Analisa.

Com ele, você terá recomendações sobre compra e venda de ativos, acesso a carteiras recomendadas focadas em dividendos e informações relevantes sobre a economia. Então será possível complementar suas avaliações para tomar as melhores decisões para sua carteira.

A Petrobras continuará entre as melhores pagadoras de dividendos da bolsa?

Ao longo dos últimos anos e, especialmente, em 2022, a Petrobras se consolidou como uma das principais pagadoras de dividendos da bolsa brasileira. Isso porque ela fez distribuições mais significativas que outras grandes companhias internacionais do mercado petroleiro.

Dessa maneira, muitos investidores com foco em dividendos incluíram a companhia em seu radar. No entanto, como você acompanhou, os investimentos de renda variável não oferecem garantias de lucro para sua carteira.

Nesse sentido, é essencial pensar que o mercado financeiro é cíclico. Então as ações se valorizam e desvalorizam conforme os resultados da empresa e o interesse de outros investidores em torno dos papéis.

Essa volatilidade constante também tem o potencial de impactar eventuais processos de distribuição de dividendos. Então, se a empresa registrar menos faturamento ou perder espaço de mercado, podem não acontecer novos repasses aos acionistas em determinado período.

No caso da Petrobras, também há a questão da influência governamental. Isto é, se o Governo, que controla a empresa, optar por não repassar dividendos e reinvestir os lucros na operação, a Petrobras pode deixar de ser uma das melhores pagadoras de proventos da B3.

Como investir em ações da Petrobras?

Para investir nas ações da Petrobras, além de avaliar as oportunidades e riscos da empresa, você precisa ter sua conta de investimentos em uma corretora de valores. Afinal, será na plataforma em que acontecerão as suas movimentações e você acompanhará a performance da carteira.

Nesse sentido, vale a pena dar preferência para instituições sólidas e que ofereçam as melhores soluções para seus investimentos, como a Genial. Conosco, você tem atendimento 24 horas e investe no seu ritmo com nossa plataforma completa e aberta.

Em relação à Petrobras, basta acessar o home broker e fazer a busca pelo ticker — PETR3 ou PETR4. Analise a cotação do momento e emita a ordem de compra com a quantidade de papéis desejados. Assim que a operação for liquidada, as ações estarão na sua carteira.

Como você aprendeu, o histórico de dividendos da Petrobras em 2022 coloca a empresa como uma das melhores pagadoras de proventos do Brasil e do mundo. Entretanto, existem outras informações importantes para você avaliar antes de tomar a decisão de incluir as ações dela para sua carteira. Quer investir no mercado de ações com taxa zero de corretagem? Então abra sua conta na Geniale conte com as melhores soluções para seus objetivos

Genial Investimentos

Somos uma plataforma de investimentos que tem como objetivo facilitar o acesso ao mercado financeiro e ampliar a educação financeira no Brasil.

Ver todos os artigos
Campanha Institucional - Ativação - Abra sua conta

Navegação rápida

O link do artigo foi copiado!