Quais são as empresas que se destacam entre os melhores pagadores de dividendos? Essa é a pergunta que ronda a cabeça de muitos investidores no mercado de Ações. Afinal, o objetivo de muitos é ter uma renda passiva.

Uma carteira com boas pagadoras também pode significar que o seu dinheiro é investido em companhias sólidas. O que aumenta a segurança e as possibilidades de rendimento dos investimentos.

Embora não seja possível prever quais serão as melhores pagadoras de dividendos em 2021, é viável realizar algumas avaliações. Por exemplo, a análise do histórico de pagamentos passados e a consistência de lucro fornecem pistas dos prováveis melhores papéis para o próximo ano.

Neste post, vamos tirar suas principais dúvidas sobre o pagamento de dividendos e apresentar as perspectivas para 2021, segundo analistas!

Por que algumas empresas pagam mais dividendos?

Companhias que atuam em um mercado consolidado e que não têm uma política forte de expansão costumam pagar bons dividendos. Elas têm uma demanda por reinvestimentos em suas atividades menor e, portanto, podem repassar aos acionistas uma parcela maior dos lucros.

Assim, empresas líderes em mercados consolidados, com lucros altos e constantes, como os bancos e empresas de saneamento, geralmente, são boas pagadoras de dividendos. Vale lembrar que, no Brasil, os recursos provenientes de dividendos são isentos da cobrança de Imposto de Renda.

Com isso, eles são uma vantagem ao investidor em busca de ganhos mensais passivos e rentáveis. Mas nem todas as companhias pagam proventos bons. As que atuam em mercados em expansão, ou que possuem políticas agressivas de crescimento tendem a reinvestir mais e distribuir menos.

Logo, as pessoas que buscam renda costumam preferir as boas pagadoras de dividendos. Encontrar organizações que paguem bons dividendos é também um dos principais objetivos dos investidores que buscam mais estabilidade na renda variável.

Por exemplo, investidores que, diante das consecutivas quedas na taxa Selic, decidiram sair da renda fixa em busca de mais rendimentos. Mesmo que isso represente um risco maior ao investir.

Como descobrir se uma empresa paga bons dividendos?

Para descobrir se um negócio paga bons dividendos, existem alguns indicadores fundamentalistas que ajudam a analisar a empresa.

Conheça dois dos mais importantes:

Dividend Yield

Quando o assunto são os melhores pagadores de dividendos, você não deve deixar de analisar um indicador chamado Dividend Yield (DY). O DY mede o quanto uma empresa paga de dividendos em relação ao preço de suas Ações.

Na prática, quanto maior o DY de uma empresa, maior é a distribuição de dividendos que ela realizou nos últimos 12 meses. Em geral, boas pagadoras devem ter Dividend Yield de, no mínimo, 6% a.a. e, claro, consistência na manutenção dos pagamentos.

A periodicidade dos pagamentos, ou seja, de quanto em quanto tempo a empresa pagará dividendos, depende da política de cada organização. Há empresas que distribuem dividendos mensalmente – o que é menos frequente, a cada trimestre, semestre ou uma vez ao ano, por exemplo.

Além disso, um DY não significa que a empresa seja um bom ativo para a sua carteira. Outros fatores, como a saúde financeira da companhia, devem ser analisados antes do investimento. Lembre-se de que, ao investir em uma empresa, você se torna sócio dela.

Para calcular o DY deve-se dividir os rendimentos distribuídos aos acionistas em um determinado período pela cotação atual das Ações. Mas você não precisa fazer o cálculo. Ele está disponível nos relatórios das companhias, nos portais especializados em economia e finanças e no próprio website da empresa, na seção Relação com Investidores (RI).

Em relação ao resultado, tenha atenção: bruscas oscilações no preço do ativo podem interferir no resultado do indicador. Esse é mais um motivo para observar outros dados da companhia, além do DY, na hora de investir.

Dividend Payout

Outro indicador relevante é o Dividend Payout. Ele mostra a taxa de distribuição do lucro líquido de uma empresa para os acionistas em forma de dividendos nos últimos 12 meses. Por meio desse parâmetro, é possível saber qual a porcentagem do lucro líquido é distribuída e qual é retida.

Ele ajuda a complementar a análise, indicando a relação entre o lucro e a distribuição de dividendos. Com isso, é possível entender se a distribuição dos lucros é atrativa e está sendo sustentável.

Quais empresas devem pagar mais dividendos em 2021?

O relatório Genoma Ações, realizado pela Genial Optimum Market Analysis, em dezembro de 2020, mostrou que existe uma expectativa de crescimento econômico à frente, mas com alguns pontos que trazem peculiaridades. Afinal, a recessão causada pela COVID-19 ainda traz muitas incertezas sobre o “Novo Normal”.

Segundo o levantamento, empresas do setor bancário, elétrico, varejo, vestuário e construção civil podem apresentar performance acima da média do mercado.

Por causa da rotação setorial, setores que apresentaram bom desempenho em 2020, como tecnologia, e-commerce e empresas de qualidade estão “fora da moda” do mercado.

É importante destacar que os dividendos pagos no passado não são uma promessa de bons pagamentos no futuro. Mas algumas empresas têm mantido a distribuição aos acionistas e, portanto, têm boas perspectivas de pagamentos.

De olho nos melhores papéis para 2021, o relatório assinado pelo analista Filipe Correa Villegas analisou as empresas com cases mais consolidados, com distribuição de dividendos acima da média do mercado.

Foram consideradas as receitas recorrentes mais estáveis e previsíveis, com baixo nível de alavancagem. Em dezembro de 2020, a equipe da Genial mudou de categoria as Ações da B3, que antes faziam parte do fator crescimento (Momentum).

Confira como ficou a tabela de recomendação e as empresas que podem pagar bons dividendos em 2021:

NomeTickerDY (12m)
ValeVALE37,6%
B3B3SA34,0%
ItausaITSA44,3%
EcorodoviasECOR3
EnautaENAT38,3%
Fonte: Genial Optimum Market Analysis

Como receber dividendos?

Os dividendos são pagos de acordo com o calendário da empresa, e o saldo é creditado diretamente na sua conta da corretora. Os critérios para distribuição de dividendos são determinados conforme o estatuto de cada companhia. Assim, o percentual e a frequência constam nele.

É preciso saber, contudo, que, em vez de ter lucros, a companhia pode registrar prejuízos em um exercício. Nesse caso, não há pagamentos ao acionista. Por isso, é importante verificar a saúde financeira de uma organização antes de investir.

Se o seu objetivo é construir uma carteira com bons pagadores de dividendos, o ideal é buscar empresas sólidas e consolidadas no mercado. Não se esqueça da importância de diversificar o portfólio para mitigar os riscos.

Por fim, os seus investimentos devem estar alinhados com o seu perfil de investidor. Para quem busca ganhos com dividendos, devem ser consideradas os investimentos de longo prazo. Assim, é mais fácil alcançar seus objetivos!

Para investir em boas pagadoras de dividendos, abra hoje mesmo a sua conta gratuita na Genial Investimentos. Tenha acesso às melhores oportunidades para aumentar seu patrimônio com segurança e sustentabilidade!

Comentários