Você deseja investir em um CDB com liquidez diária, mas não sabe como escolher e fazer a aplicação? O certificado de depósito bancário é uma alternativa de renda fixa com funcionamento simples, mas que demanda algumas análises para se adequar à sua estratégia. 

Assim, é relevante entender as características desses títulos e os passos para adicioná-los à carteira. Com isso, você faz uma escolha mais racional, capaz de beneficiar os resultados desejados no mercado financeiro, além de respeitar o seu perfil de investidor. 

Neste artigo, você conhecerá mais sobre o CDB e como funcionam os títulos com liquidez diária. Acompanhe! 

O que é e como funciona o CDB? 

Antes de conhecer os CDBs com liquidez diária, é relevante entender mais sobre os certificados de depósitos bancários em geral. Eles consistem em títulos de renda fixa emitidos por bancos e outras instituições financeiras como forma de captar recursos para as suas operações. 

Dessa maneira, eles funcionam de forma semelhante a um empréstimo. O investidor aplica seu dinheiro e o emissor usa os recursos para suas transações — como a oferta de linhas de crédito aos seus clientes. No resgate, o dinheiro é devolvido com uma remuneração por participar da operação. 

Entenda algumas características importantes desses títulos! 

Rentabilidade 

Os CDBs oferecem previsibilidade em relação aos resultados, tendo um sistema de rendimento conhecido pelo investidor no momento do aporte. A remuneração pode se dar de três formas: 

  • prefixada: o investimento rende uma taxa de juros fixa durante toda a aplicação; 
  • pós-fixada: a rentabilidade acompanha o desempenho de um índice de mercado, como o CDI (Certificado de Depósito Interbancário); 
  • híbrida: a rentabilidade tem uma taxa fixa mais a variação de um índice de mercado, como o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que mede a inflação brasileira. 

Prazos 

Ainda, é válido saber que os CDBs têm um prazo de vencimento. Em alguns casos, é possível realizar o resgate antecipado, mas é importante conhecer as regras para o processo, pois ele tende a impactar os resultados da aplicação, certo? 

Tenha em mente que os títulos ficam sujeitos a marcação a mercado quando resgatados antes do vencimento. Ela consiste no processo de avaliação das alternativas com base em seus preços de mercado do momento, refletindo o valor justo na negociação. 

Isso significa que o saque antecipado da quantia investida pode gerar um resultado diferente do que foi definido no aporte. Os CDBs prefixados e híbridos ficam mais expostos à marcação a mercado, pois neles é fixada uma taxa estabelecida pelas condições e expectativas do mercado no momento da emissão. 

Consequentemente, eventuais mudanças nas condições podem gerar oscilações nos resultados dos títulos. Portanto, mesmo que os investimentos tenham liquidez diária, é fundamental avaliar o prazo e a rentabilidade, bem como a sua intenção de levar a alternativa até o vencimento, combinado? 

Impostos 

Também é preciso estar ciente de que esses investimentos são tributados pelo Imposto de Renda (IR) pela tabela regressiva. Isso significa que quanto mais tempo a aplicação for mantida, menor será a alíquota aplicada. 

Ela fica da seguinte maneira:  

  • até 180 dias: 22,5%; 
  • de 181 a 360 dias: 20%; 
  • de 361 a 720 dias: 17,5%; 
  • a partir de 721 dias: 15%. 

Ademais, o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) incide sobre investimentos resgatados em menos de 30 dias após o aporte. Ele também segue uma tabela regressiva, que chega a zero no trigésimo dia da aplicação. 

Cabe destacar que os impostos nesses investimentos são calculados apenas sobre os rendimentos e não o montante total, ok? 

Genial Investimentos - Abra sua conta

Como funciona um CDB com liquidez diária? 

Após saber mais sobre os CDBs, você deve entender como funcionam os títulos com liquidez diária. A liquidez em um investimento é a velocidade para que ele seja convertido em caixa. Trata-se de um ponto de atenção importante, afinal, ele impacta no seu planejamento financeiro. 

Existem no mercado CDBs com liquidez apenas no vencimento, ou seja, somente nessa data é possível fazer o resgate. Caso precise dos recursos antes, será preciso negociá-lo no mercado secundário. Então será preciso ter interessados no título e há riscos de perdas, a depender da precificação do título na data.  

Já nos CDBs com liquidez diária, você pode resgatar o seu dinheiro a qualquer momento, solicitando a transferência dos recursos para a sua conta. Contudo, alguns deles podem ter um período de carência, que permite o saque apenas a partir de uma data futura. 

Por exemplo, imagine um CDB com vencimento em um ano e carência de 60 dias. Você não poderá resgatar o montante aplicado antes de completar dois meses de investimento, mas, a partir desse momento, passa a valer sua característica de liquidez diária. 

Como, em geral, os títulos do tipo são pós-fixados, com rentabilidade diária, há proteção contra prejuízos. Portanto, na hora de adicionar um certificado de depósitos bancários à sua carteira, é fundamental avaliar o prazo da alternativa e a liquidez. Assim, você tem condições de alinhar as características do título aos seus objetivos. 

Por que investir em um CDB com liquidez diária? 

Ciente do que é e de como funciona o CDB com liquidez diária, o passo seguinte é conhecer as razões para realizar esse investimento. Ele pode atender a algumas estratégias e perfis de investidor, logo, é válido ter em mente quando ele tende a ser vantajoso. 

Confira! 

Reserva de emergência 

Os CDBs com liquidez diária são frequentemente utilizados para alocar a reserva de emergência. Esse é um dinheiro correspondente a pelo menos seis meses do seu custo de vida, separado para lidar com situações imprevistas. Dessa maneira, você pode resolver os problemas sem comprometer o orçamento doméstico. 

Quando há um acontecimento inesperado, é necessário ter a facilidade para resgatar o dinheiro reservado para essa finalidade, não é mesmo? Logo, esse colchão financeiro deve ficar alocado em uma alternativa segura e com alta liquidez. 

Portanto, CDBs com liquidez diária são capazes de atender a esse objetivo. Especialmente quando pós-fixados, o montante aplicado não fica sujeito à mesma volatilidade que outras alternativas do mercado. Já a alta liquidez garante a eficiência para o resgate da quantia quando ela for necessária. 

Objetivos de curto prazo 

Assim como no caso da reserva de emergência, os objetivos de curto prazo podem exigir alternativas com alta liquidez para permitir o resgate no momento certo. Para esses investimentos, o potencial de retorno tende a ser mais limitado, porém, ainda é possível ter ganhos superiores aos da poupança ou à inflação. 

Contudo, é preciso analisar os CDBs individualmente para verificar como funciona a remuneração e avaliar se ela atende a sua expectativa. Portanto, a alternativa oferece a flexibilidade necessária para um objetivo que tenderá a ser concretizado em um período menor.  

Dinheiro sem objetivos definidos 

Outra situação em que pode ser interessante investir em CDBs de liquidez diária é a alocação daquele dinheiro para o qual você ainda não definiu os objetivos. Nesses casos, os títulos seguros e fáceis de serem resgatados se destacam.  

Então você mantém o montante rendendo e garante a facilidade para recorrer a ele se necessário. Como resultado, a quantia contribui com o planejamento financeiro e pode também ser um investimento intermediário, até você definir as metas para o dinheiro aplicado. 

Percentual de segurança da carteira 

Ainda, ter uma margem de segurança na carteira é fundamental para preservar o seu patrimônio e equilibrar o portfólio. Mesmo investidores com perfil moderado e arrojado precisam de uma parte dos recursos em alternativas com menor exposição aos riscos. 

Para atingir esses objetivos, os investidores costumam buscar aplicações de renda fixa. Portanto, os CDBs com liquidez diária, assim como os demais títulos da classe, são possibilidades para compor o percentual de diversificação e segurança na carteira dos investidores. 

O que considerar antes de realizar esse investimento? 

Até aqui, você conheceu situações em que os CDBs com liquidez diária são boas alternativas. Mas também é necessário realizar algumas considerações antes de adicionar os títulos à carteira. 

Veja quais fatores observar! 

Custos da aplicação 

Como você viu, os CDBs são tributados pelo Imposto de Renda pela tabela regressiva e pelo IOF em aplicações com menos de 30 dias. Desse modo, quanto menor o tempo de aplicação, mais elevados tendem a ser os seus custos

Da mesma forma, os títulos podem ter outros custos operacionais repassados ao investidor. Esses fatores devem ser observados na hora de investir, pois eventuais cobranças consomem parte da rentabilidade obtida.  

Risco de crédito 

Você já sabe que os investimentos de renda fixa se destacam pela segurança e previsibilidade, certo? No entanto, vale ressaltar que essas alternativas não são isentas de riscos. Nesse caso, o principal ponto de atenção é o risco de crédito. 

Ele diz respeito à possibilidade de inadimplência do emissor do título. Para lidar com essa característica, é fundamental avaliar a solidez da instituição que oferece o CDB antes de fazer o aporte.  

Apesar disso, é válido considerar que esses títulos são cobertos pelo FGC (Fundo Garantidor de Créditos). Essa é uma instituição privada que cobre investimentos de até R$ 250 mil por CPF e instituição, com teto global de R$ 1 milhão. O limite se renova a cada 4 anos. 

Adequação ao perfil de investidor 

Ainda, para um investimento consciente, é necessário analisar o alinhamento dos CDBs com o seu perfil de investidor. Mesmo que ele seja adequado a conservadores, moderados e arrojados, é importante avaliar qual proporção a alternativa deve ocupar no portfólio. 

Ao selecionar os investimentos conforme o seu perfil de risco, a carteira fica mais eficiente e ajustada ao que você busca no mercado financeiro.  

Objetivos 

Por fim, é essencial considerar os seus objetivos na hora de realizar os investimentos. Como foi possível aprender, os CDBs com liquidez diária são adequados para alguns casos. No entanto, existem metas que podem se beneficiar mais de alternativas com resgate apenas no vencimento, que tendem a proporcionar maior rentabilidade. 

Uma escolha inteligente faz com que você consiga aproveitar o melhor que cada investimento pode proporcionar à sua estratégia. Como resultado, as suas chances de alcançar os resultados financeiros desejados aumentam. 

Como investir em CDB com liquidez diária? 

Você já conhece as principais informações sobre os CDBs com liquidez diária. Portanto, se optar por investir nesses títulos, o passo seguinte é saber como fazer o aporte. 

Veja como realizar essa aplicação! 

Escolha uma corretora de valores de confiança 

Primeiramente, você deve escolher a corretora de valores pela qual fará os seus investimentos. É por meio dela que as operações serão realizadas, portanto, é necessário que essa intermediária ofereça um bom serviço. 

Na hora de selecionar a sua corretora, pesquise fatores como: 

  • regulamentação junto aos órgãos fiscalizadores; 
  • reputação no mercado; 
  • tecnologias e mecanismos de segurança; 
  • suporte ao cliente; 
  • diversidade de ativos e produtos financeiros; 
  • taxas cobradas; 
  • qualidade da plataforma. 

Tenha em mente que, além dos CDBs, você pode desejar compor uma carteira de investimentos mais abrangente. Portanto, para ter mais praticidade e uma boa experiência no mercado financeiro, escolha cuidadosamente a sua corretora. 

Compare as alternativas 

Como foi possível aprender, nem todo CDB tem liquidez diária. Da mesma forma, os títulos têm diferentes características em termos de rentabilidade. Portanto, na hora de investir, você deve comparar as alternativas disponíveis na plataforma da corretora para avaliar a mais adequada ao seu caso. 

Na Genial Investimentos, por exemplo, você pode aproveitar a campanha de CDBs com liquidez diária e remuneração de 220% do CDI. Eles conseguem superar o rendimento da poupança, mantendo a margem de segurança da carteira. 

Também não se esqueça de analisar o rating da alternativa. Essa é a avaliação da qualidade e do risco de crédito do emissor do CDB, fornecida por agências de classificação de risco. Ainda que eles contem com a proteção do FGC, é fundamental escolher títulos com bom rating para a sua carteira. 

Realize o aporte 

Após todos esses passos, com os títulos selecionados, basta transferir os recursos para a corretora e realizar o aporte. Assim, o seu CDB logo estará em sua carteira com os rendimentos definidos na hora do investimento. Por fim, você pode acompanhar o desempenho das aplicações pela plataforma escolhida. 

Viu só como os CDBs com liquidez diária podem contribuir para a sua estratégia no mercado financeiro? Esses investimentos atendem a diversos perfis e objetivos, se destacando pela segurança, previsibilidade e facilidade no aporte ou resgate. 

Quer investir em CDBs, além de explorar as demais alternativas do mercado financeiro? Então abra a sua conta na Genial Investimentos e construa a sua carteira! 

Genial Investimentos - Abra sua conta

Genial Investimentos

Somos uma plataforma de investimentos que tem como objetivo facilitar o acesso ao mercado financeiro e ampliar a educação financeira no Brasil.

Ver todos os artigos
Lançamento App 30

Navegação rápida

O link do artigo foi copiado!