Investir em renda fixa é uma solução para quem procura fazer o seu dinheiro render. Entre as diferentes ofertas que o mercado apresenta, duas se destacam: o Tesouro Direto e o CDB. Ambas são boas opções para o investidor, principalmente, quando comparadas à caderneta de poupança, uma vez que ambas oferecem maior rentabilidade e ainda garantem a segurança necessária.

Quer saber mais sobre essas possibilidades e como elas diferem entre si? Então, acompanhe este artigo!

O Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um tipo de investimento que vem ganhando popularidade nos últimos anos. A explicação é simples. De fácil manuseio, visto que é possível investir pela Internet, ele permite ao investidor lucrar mais do que se estivesse investindo na Poupança e ainda proteger seu dinheiro da inflação.

Um diferencial desse produto é o fato de ser garantido pelo Tesouro Nacional, o que faz deste um investimento seguro já que o governo assume os riscos sobre ele,  independentemente do valor investido.

Assim, existem diferentes tipos de títulos pré e pós-fixados no Tesouro Direto. Eles são:

  • Tesouro Prefixado (LTN);

  • Tesouro Prefixado com Juros Semestrais (NTN-F);

  • Tesouro Selic (LFT);

  • Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais (NTN-B);

  • Tesouro IPCA+ (NTN-B Principal)

Para saber mais sobre cada um dos investimentos em Tesouro Direto clique aqui.

ebook tesouro direto

O CDB

CDB é a sigla para Certificado de Depósito Bancário. Diferentemente do Tesouro, que é oferecido pelo governo, trata-se  de uma solução disponibilizada pelos bancos, que o utilizam como meio para obter recursos e assim viabilizar uma série de projetos.

Os diferenciais do Certificado de Depósito Bancário estão na liquidez e rentabilidade, ou seja, em geral, esse tipo de investimento rende acima da inflação e costuma ser de fácil resgate, embora a maioria dos títulos permita a retirada do dinheiro somente a partir de seu vencimento.

Enquanto o Tesouro Direto é garantido pelo governo brasileiro, quem assegura o CDB é o Fundo Garantidor de Crédito, conhecido como FGC, instituição privada que arca com até R$ 250 mil por CPF. Na prática, quer dizer que, se houver qualquer problema com o banco emissor do título, o FGC arca com o prejuízo do investidor até esse valor.

CDB X Tesouro Direto

De maneira geral, é preciso destacar que ambos investimentos são rentáveis e seguros, mas é preciso saber que existem diferenças entre eles.

O primeiro ponto está na segurança. Como o Tesouro Direto é garantido pelo governo, instituição que apresenta risco muito menor do que qualquer empresa privada, e o Certificado de Depósito Bancário é garantido de maneira limitada (R$ 250 mil) pelo FGC, naturalmente, o Tesouro leva vantagem nesse quesito. Se você tiver um prejuízo acima do limite garantido pela instituição, poderá perder dinheiro.

Já em termos de rentabilidade, quando o CDB supera 100% do CDI, ele passa a ser a melhor opção. Do contrário, os rendimentos do Tesouro são mais interessantes. Assim, é preciso ficar de olho nas ofertas apresentadas pelos bancos para conferir quais delas valem a pena.

Outro aspecto a ser considerado é a liquidez. CDBs com boa rentabilidade costumam oferecer liquidez somente na data de vencimento, ou seja, você precisa esperar um prazo maior para fazer o resgate. Enquanto o Tesouro Direto, como sabemos, apresenta liquidez diária.

Assim, dependendo do investimento feito e dos seus interesses, esperar muito tempo para movimentar seu dinheiro pode estar fora das suas pretensões.

Não confunda CDB com CDI!

Cuidado com as siglas! Como no universo dos investimentos elas são bastante comuns, muitas vezes, uma única letra pode confundir o investidor.

CDI é a sigla para Certificado de Depósito Interbancário. Quando dizemos que o CDB rende 100% do CDI, isso significa que sua rentabilidade será a mesma da variação do CDI naquele período. Ainda confuso?

Então, pense que os bancos tomam empréstimos entre si, esses são chamados de CDIs. Os empréstimos apresentam uma taxa e é ela que precisamos ter em mente, pois no Certificado de Depósito Bancário, ela representará o que você receberá com o investimento realizado.

Assim, na prática, o CDI indica o rendimento do investimento realizado no Certificado de Depósito Bancário.

Quando o CDB rende, por exemplo, 100% do CDI,  quer dizer que na operação realizada você emprestará seu dinheiro para o banco e como retorno receberá 100% da taxa usada por essas instituições nos empréstimos.

Para simplificar: entre os bancos, o CDI representa um investimento. Para os investidores ele é uma taxa usada para definir os juros do Certificado de Depósito Bancário.

Para quem os títulos são indicados

É importante salientar que os diferentes produtos que o mercado apresenta precisam ser considerados em função do perfil de cada investidor. Sendo assim, antes de recorrer a essas soluções, defina com critérios bastante claros quais são seus objetivos. Essa etapa será útil para fazer com que suas aplicações atinjam os resultados desejados e você corra menos riscos.

Em geral, o Tesouro é a opção mais indicada para o novo investidor que deseja um investimento tão seguro quanto a Poupança, porém, com rentabilidade superior. Opções como o Tesouro Selic, por exemplo, são acessíveis e permitem que você invista de forma recorrente, sempre que tiver dinheiro disponível para fazer novas aplicações.

O Certificado de Depósito Bancário, por sua vez, aparece como solução mais interessante do que o Tesouro Direto, quando a rentabilidade supera 100% do CDI. Pois, assim, o investidor tem como ganhar mais dinheiro. Na prática, o ideal é recorrer a ele, se considerando os juros em função do CDI, você identifica a possibilidade de superar os ganhos com o Tesouro Direto.

Por fim, vale lembrar: tanto o Tesouro Direto quanto o Certificado de Depósito Bancário são boas possibilidades para o investidor que pretende lucrar investindo em renda fixa. É viável até mesmo investir nas duas opções ao mesmo tempo para diversificar os produtos, dependendo da sua estratégia. Lembre-se: uma boa carteira de investimentos reúne diferentes ativos. Isso faz com que você não fique dependente de uma única aplicação e se proteja melhor dos riscos.

Certificado de Depósito Bancário e Tesouro Direto são apenas alguns dos investimentos superiores melhores que a Poupança. Conheça outras opções vantajosas.

Na Genial você tem diversas opções de CDB ou títulos públicos do Tesouro Direto. Então, abra sua conta na Genial e invista já em renda fixa!

abra sua conta

A Genial é a plataforma de investimentos que está democratizando o acesso aos melhores produtos do mercado, de forma simples, ágil e eficiente, através de uma assessoria financeira isenta, transparente e qualificada.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *