CDB 220% do CDI com liquidez diária.

Os títulos públicos estão entre os investimentos mais populares no Brasil — especialmente o Tesouro Selic. Isso porque ele tem sido visto por muitos investidores iniciantes como um bom substituto para a caderneta de poupança, por ser mais rentável.

Além disso, é considerado um dos investimentos mais seguros, devido a ser emitido pelo Governo Federal. Apesar de sua popularidade, muitas vezes ele é confundido com a taxa que leva o mesmo nome. Assim, muitos não conseguem entender se há diferença entre o Tesouro Selic e a taxa Selic.

Por isso, neste post, você verá o conceito de cada um desses termos e como eles se relacionam. Então entenderá a diferença entre taxa Selic e Tesouro Selic. Ao final, ainda descobrirá como investir nesse título público.

Confira!

O que é taxa Selic?

Para entender qual a diferença entre taxa Selic e Tesouro Selic é preciso, antes de tudo, conhecer o conceito de cada um desses termos. Por isso, vale começar com o que é taxa Selic.

A Selic é um índice econômico, também conhecido como taxa básica de juros da economia brasileira. Assim, ela funciona como referência para as demais taxas de juros cobradas no mercado. Por exemplo, em cartão de crédito, cheque especial, financiamentos, empréstimos etc.

Além disso, ela serve como um regulador da economia brasileira. Isso porque é utilizada pelo Banco Central para controlar a inflação e a emissão dos títulos públicos. Mas qual o significado da taxa Selic? Ela é a sigla para Sistema Especial de Liquidação e Custódia.

Esse é um programa virtual onde os títulos públicos são negociados por instituições financeiras. Já a taxa Selic está relacionada aos juros que o Governo Federal oferece nesse sistema. Então a taxa Selic significa a taxa básica de juros e também os juros de títulos públicos oferecidos no sistema.

Quais são os tipos de taxa Selic?

A taxa Selic não se divide em dois tipos principais: a meta e a over. A Selic meta é a taxa que surge das reuniões do Comitê de Política Monetária (COPOM). Ele se reúne oito vezes por ano para definir se a taxa básica de juros deverá ser alterada ou não.

Já a Selic Over é a taxa efetivamente cobrada nas transações entre os bancos. Elas são realizadas sob o lastro de títulos públicos. Para calculá-la considera-se a média ponderada de todas as operações feitas no sistema Selic. De modo ideal, ela deve ficar próxima à meta.

Como é definida a taxa Selic?

Como você viu, o Comitê de Política Monetária é quem decide o valor dessa taxa. Ele é um órgão do Banco Central, formado por seu presidente e diretores. A cada 45 dias esse grupo se reúne para determinar a taxa básica de juros.

Durante a reunião, os membros do COPOM analisam informações técnicas sobre a evolução e as perspectivas da economia brasileira e do mundo e sobre o comportamento do mercado. A partir daí, avaliam os riscos relacionados ao cenário macroeconômico.

Depois, todos os membros do COPOM votam para decidir se a taxa Selic aumenta, diminui ou se permanece estável. O objetivo é equilibrar a economia, visando especialmente tentar controlar a inflação no país ou incentivar o avanço econômico.

Como funciona a taxa Selic?

Para entender como funciona a taxa Selic, é preciso saber como ela impacta o mercado brasileiro na prática. Como vimos, ela é utilizada para ditar o ritmo econômico no país ao controlar a inflação. Assim, qualquer alteração resultará em uma queda ou alta na inflação.

Por exemplo, se o objetivo do Banco Central é impedir a inflação de ficar muito alta, então ele precisa desacelerar a economia. Uma maneira de fazer isso é aumentando a taxa Selic. Isso porque, com juros altos, há um encarecimento do crédito.

Isso atende a necessidade de diminuir a moeda em circulação para reduzir o poder de compra dos brasileiros. Consequentemente, há uma redução da inflação. Mas as alterações da taxa Selic não são sentidas apenas nesse aspecto.

Os efeitos na mudança na Selic também podem ser vividos pelos investidores. Afinal, ela tem uma grande influência em diferentes tipos de investimentos, como veremos mais adiante!

E o que é o Tesouro Selic?

Agora que você conhece o conceito de taxa Selic, é hora de descobrir o que é Tesouro Selic para entender a diferença entre eles. O Tesouro Selic é um dos títulos públicos de renda fixa oferecidos pelo Tesouro Nacional.

Como o nome indica, essa aplicação renda de acordo com a taxa Selic. Ele, assim como os outros títulos, está disponibilizado na plataforma do Tesouro Direto. Mas o que são e para que servem esses títulos públicos?

Eles são títulos de dívidas que o Governo emite e vende para os investidores. A partir daí, capta recursos para financiar seus projetos em áreas como educação, infraestrutura e saúde, assim como para pagar a dívida pública.

O Tesouro Selic tem características que o torna atraente entre os investidores iniciantes e conservadores, principalmente. Além disso, pode ser interessante para quem tem um perfil mais arrojado para investimentos, mas busca proteção em parte da carteira.

Quais são as características do Tesouro Selic?

Depois de saber mais sobre a taxa Selic e o título público que rende de acordo com ela, confira mais sobre as principais características do Tesouro Selic!

Rentabilidade

Os rendimentos do Tesouro Selic são pós-fixados. Esse nome indica que eles estão atrelados a um índice econômico — no caso, a Selic. Logo, as mudanças nesse índice afetam diretamente o quanto rende os investimentos que utilizam a taxa.

Liquidez diária

O Tesouro Selic tem liquidez diária. Ela se deve ao fato de o Governo Federal garantir a operação de recompra dos títulos quando você deseja resgatar seus rendimentos. Assim, você não precisa esperar até o vencimento para ter seu dinheiro em mãos.

Segurança

Outra característica marcante dos títulos públicos, como o Tesouro Selic é a segurança. Por serem atrelados ao Governo Federal, os riscos de calote são praticamente nulos. Logo, ele está entre os títulos mais seguros do mercado.

Quais são os custos do Tesouro Selic?

O investimento no Tesouro Selic pode envolver encargos. Entre eles, está o Imposto de Renda, que segue a tabela regressiva. Portanto, a alíquota do IR dependerá do prazo que você mantiver o dinheiro investido no título.

Além disso, vale lembrar que o IR incide apenas sobre o rendimento, e não sobre o montante total. Outro encargo é o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) — mas apenas em caso de resgate em até 30 dias após a aplicação financeira.

Além desses, há a taxa de custódia cobrada pela B3, a bolsa brasileira. Nesse caso, existe uma faixa de isenção: para investimentos de até R$ 10 mil no Tesouro Selic ela não é cobrada.

Por fim, ainda pode incidir sobre o Tesouro Selic uma taxa de corretagem cobrada pela corretora de valores. Contudo, você pode aplicar seus recursos no Tesouro Selic por meio de instituições que oferecem corretagem zero — como a Genial Investimentos.

Tesouro Selic e taxa Selic: afinal, qual a diferença?

Depois de conhecer o conceito de taxa Selic e Tesouro Selic, certamente fica mais fácil entender a diferença entre eles. Vamos relembrá-los. A taxa Selic é a taxa básica de juros da economia que regula as outras taxas do mercado, inclusive as de aplicações financeiras.

Enquanto isso, o Tesouro Selic é um título público de renda fixa que está atrelado à taxa Selic. Logo, ele acompanha as variações dela, pois rende 100% dessa taxa de juros básica.

Assim, as mudanças na Selic afetam diretamente os rendimentos do Tesouro Selic. Isso quer dizer que se a taxa é reduzida, a rentabilidade do título fica menor. E o mesmo vale para o contrário. Se a taxa Selic aumentar, esse título público pode se tornar mais atraente para os investidores.

Para saber o valor da taxa Selic atual, você pode consultar o site do Banco Central. Nele, encontra-se a tabela da taxa Selic. E no site do Tesouro Direto é possível conferir os títulos públicos disponíveis e ainda fazer uma simulação de investimentos.

Afinal, vale a pena investir no Tesouro Selic?

Você acabou de entender que entre a taxa Selic e o Tesouro Selic há uma diferença. Agora, provavelmente deve estar se perguntando se vale a pena investir nesse título público que oscila de acordo com os juros.

Para chegar a uma conclusão, é preciso avaliar diversos fatores. Entre eles, estão os pontos positivos e negativos do investimento.

Por isso, veja quais são as vantagens e desvantagens de investir no Tesouro Selic!

Vantagens do Tesouro Selic

Existem diversas vantagens de investir no Tesouro Selic. Uma delas é a segurança e a alta liquidez. Isso pode fazer sentido para os investidores conservadores, que tem uma grande aversão ao risco. Outra vantagem é que esse tipo de investimento tem rentabilidade superior à da poupança.

Isso faz com que o Tesouro Selic se torne uma opção para quem deseja encontrar um bom substituto para a tradicional caderneta e começar a investir com segurança e maior rentabilidade, por exemplo.

Além disso, é um investimento acessível. Com cerca de 100 reais é possível começar a investir no Tesouro Selic. Outra vantagem é a possibilidade de acompanhar uma taxa fundamental para o país, de modo que os rendimentos do título variam conforme a condição econômica brasileira.

Desvantagens do Tesouro Selic

No entanto, assim como em todo investimento — seja de renda fixa ou renda variável, há desvantagens. A primeira delas é em relação ao rendimento, quando comparado até mesmo com os outros títulos públicos.

Pelo fato dele apresentar maior segurança, as taxas podem ser menores. Contudo, em muitos casos isso não significa que você não deve investir no Tesouro Selic. Afinal, alternativas mais rentáveis podem trazer maiores riscos ou não ter a mesma liquidez, por exemplo.

Como começar a investir no Tesouro Selic?

Se você ficou interessado no Tesouro Selic depois de entender o que é e como funciona, poderá começar a investir nele. Confira os passos para iniciar seus investimentos:

Conheça seu perfil e objetivos

Antes de fazer qualquer investimento, é essencial saber se ele está alinhado ao seu perfil de investidor e seus objetivos financeiros. Como vimos, o Tesouro Selic pode agradar especialmente pessoas de perfil conservador.

Além disso, outros perfis podem se interessar, a depender dos seus objetivos. Para reserva de emergência ou oportunidade, por exemplo, a liquidez desse título público é uma vantagem — mesmo para perfis moderados ou arrojados.

Faça um planejamento financeiro

A próxima etapa é fazer um bom planejamento. Afinal, é a partir dele que você saberá quanto dinheiro terá disponível para fazer seus aportes. E, principalmente, se precisará economizar ou aumentar seus ganhos para alcançar seus objetivos no prazo desejado.

Portanto, organize as suas finanças pessoais e identifique as suas receitas e despesas. Então encontre oportunidades para economizar e poupar. Depois disso, inclua seus investimentos em Tesouro Selic no seu planejamento financeiro, caso faça sentido no seu portfílio.

Abra uma conta em uma corretora de valores

Para investir no Tesouro Selic é essencial abrir uma conta em uma corretoras de valores. É por meio dela que você terá acesso aos produtos de investimentos disponíveis no mercado financeiro, como títulos públicos, fundos imobiliários e ações.

Depois de abrir uma conta de investimentos, você precisa enviar seus recursos financeiros para ela. Assim, já poderá investir no Tesouro Selic e outros investimentos.

Comece a investir seu dinheiro no Tesouro Selic

Por fim, basta escolher o investimento que deseja aplicar. Nesse momento, é importante analisar as opções. Isso porque podem existir títulos do Tesouro Selic com taxas e prazos diferentes. Depois de fazer a sua escolha, é só investir.

Esse processo é rápido e prático já que tudo pode ser feito por meio da internet. Quando a operação for liquidada, você terá o título na sua carteira de investimentos e poderá acompanhar seu desempenho e realizar o resgate quando necessário.

Como você pode ver, entender a diferença entre o Tesouro Selic e a taxa Selic é importante para orientar as suas escolhas de investimentos. No entanto, para ter certeza de que essa alternativa é interessante para você, lembre-se de refletir sobre o seu perfil e seus objetivos.

Tem interesse nesse tipo de investimento? Acesse nossa plataforma e conheça as opções de Tesouro Selic disponíveis!

Comentários