Investir em ações é uma solução que pode fazer você prosperar financeiramente. O motivo é a alta rentabilidade que esse tipo de prática oferece. Escolhendo as empresas certas e sabendo extrair o máximo das possibilidades do mercado, é possível conseguir resultados expressivos.

Para isso, é essencial dominar os mecanismos que envolvem esse tipo de investimento, a começar pela questão técnica.

É sobre isso que trataremos nesse post . Confira na sequência as informações mais importantes para que você aplique seu dinheiro em empresas capazes de fazer com que ele renda consideravelmente.

Como são as operações de compra e venda na Bolsa

O mercado de ações tem um funcionamento simples. Ele conecta o investidor interessado em vender ativos a quem pretende comprá-los. Tudo isso sem a necessidade de se encontrarem em um ambiente físico, pois toda a negociação ocorre dentro de um sistema. Assim, cabe ao interessado em investir em ações, emitir uma ordem de compra ou venda utilizando seu computador ou celular para fazer a oferta.

O investidor pode ganhar dinheiro nesse mercado de diferentes formas: quando os ativos se valorizam e ele os vende, quando as empresas fazem o repasse de seus lucros aos acionistas, quando o investidor aluga suas ações ou quando faz contratos futuros.

Existem diferentes estratégias para investir em ações, como o Day Trade, que é uma operação que se concentra no intervalo de 24 horas. O trader é aquele que compra ações por valores baixos e as revende quando elas se valorizam. Tudo isso em pouco tempo.

Outra opção é comprar ativos de empresas com potencial de valorização em longo prazo para receber proventos, ou seja, repasses de acordo com o lucro que essas companhias apresentam. Reinvestindo esses valores em novas ações, o investidor cria uma forma de gerar renda passiva.

O que é Home Broker?

É o sistema onde esse processo ocorre. Ele funciona como uma plataforma para investir em ações, ou seja, reúne todas as funcionalidades necessárias para que os investidores comprem ou vendam ativos. Ele costuma ser oferecido pelas corretoras e pode ser diferente em função daquilo que cada uma consegue apresentar como diferencial para seus clientes, mas em resumo, o Home Broker serve para conectar o cliente à sua corretora para movimentar seu dinheiro no mercado de ações.

A plataforma elimina a necessidade de um espaço físico para os operadores atuarem. Esse é um dos avanços da tecnologia. Hoje, diferentemente do que acontecia há cerca de quinze anos, basta acessar o Home Broker para se comunicar com o agente de custódia para que esse se comunique com a Bolsa de Valores.

Com o Home Broker é possível enviar ordens em diferentes momentos do dia, mesmo fora do horário em que a Bolsa opera. Quando isso acontece, a ordem fica armazenada no sistema da corretora para que seja registrado assim que o sistema da Bolsa esteja disponível.

O que é necessário para investir em ações

Sempre que uma empresa negocia parte de seu capital na Bolsa de Valores, ela cria meios para financiar seus projetos e crescer. Assim, se você quer se tornar sócio de uma companhia que emite ações, valores imobiliários, entre outros, precisa contar com um agente de custódia, que será o intermediário entre você e a Bolsa. Custódia é um termo que diz respeito a quem tem a guarda e pode exercer direitos em relação a títulos e valores que pertencem a terceiros.

O primeiro passo para investir em ações é abrir uma conta em uma corretora de valores. A partir do momento em que você faz o seu cadastro, basta transferir o dinheiro da sua conta bancária para a conta da instituição escolhida para ser o seu agente de custódia. A partir de então será possível acessar o Home Broker para enviar ordens de compra ou venda dos ativos. O ideal é que você faça uma minuciosa avaliação de seu perfil e defina seus objetivos para que, em função deles, invista com estratégia. Consequentemente, será mais fácil alcançar melhores resultados.

Como funcionam os horários da Bolsa

Quem determina as diretrizes é a B3, a Bolsa de Valores oficial do Brasil. Em geral, o mercado tem uma pré-abertura entre as 9h45 e 10h. Esse período corresponde ao momento em que a Bolsa aceita ofertas, mas não efetua negociações, pois o horário é dedicado à formação dos preços de abertura.

A partir das 10h é possível de fato investir em ações. Desse horário até às 17h, o investidor pode comprar e vender ativos como ações nos mercados à vista, fracionário, de balcão e no Bovespa Mais, além de ETFs e fundos imobiliários.

Das 16h55 às 17h, ou seja, nos cinco minutos finais do pregão, ocorre o chamado call de fechamento. Nesse tempo, são definidos os preços de fechamentos de ações que compõem os índices da Bolsa ou aqueles que apresentaram oscilações atípicas ao longo do pregão no dia. No caso das ETFs, o horário da call de fechamento vai das 16h55 até as 17h15.

Existe também o after-market, período de negociação que acontece após o fechamento do pregão e que contempla os mercados à vista e fracionário das 17h30 às 18h. É o prazo para quem não teve como acompanhar o pregão ao longo do dia ou quem pretende fazer ajustes.

A Bolsa nos feriados e fins de semana

A B3 costuma divulgar anualmente um calendário de negociação. Assim, de acordo com datas comemorativas e feriados regionais, ela pode operar com horários diferenciados ou até suspender as negociações na data.

Segundo o calendário de 2019, não ocorrerão movimentações no segmento BM&FBOVESPA na Central Depositária, negociações nos mercados de renda fixa e variável, além de liquidações de operações, entre outros, nos dias de feriado nacional.

Também no segmento Cetip UTVM, deixarão de ocorrer as negociações no mercado de títulos públicos federais, liquidação de operações no Subsistema de Compensação e Liquidação e movimentações no Subsistema de Depósito Centralizado.

Vale lembrar que a Bolsa não opera nos fins de semana.

Agora você já sabe os horários e os principais pontos referentes à parte burocrática da Bolsa. Agora é hora de começar a investir em ações. Quer saber como começar? Entre em contato com a Genial e abra já a sua conta! abra sua conta

A Genial é a plataforma de investimentos que está democratizando o acesso aos melhores produtos do mercado, de forma simples, ágil e eficiente, através de uma assessoria financeira isenta, transparente e qualificada.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *