O trader é uma figura muito emblemática no mercado financeiro, afinal são eles os responsáveis por comprar e vender ativos na Bolsa, seja para terceiros ou para eles próprios como investidores. Esse profissional, basicamente, ganha dinheiro por saber a hora certa de comprar e vender ações, ETFs, dólar e qualquer outro ativo na Bolsa.

O trader, na maioria dos casos, é um autônomo, com um computador instalado em casa e que, por meio de uma plataforma, consegue acessar o ambiente da Bolsa de valores de forma personalizada e realizar lucros em semanas ou até dias. Sim! É possível ganhar milhares de reais em um dia.

Claro que, para tanto, é preciso muita competência e sabedoria na hora de investir. Fazer trading é uma verdadeira arte. Essa atividade é considerada a mais arriscada no mundo dos investimentos. Da mesma forma que é possível lucrar muito em pouquíssimo tempo, o contrário também ocorre.

E é comum ouvir de traders experientes que é preciso saber perder dinheiro para ganhar muito. Manter a cabeça no lugar é um dos grandes desafios. Por isso, ser trader é conviver com prejuízos e lucros o tempo todo, o que explica a grande atração por esse mercado fascinante.

O que é Trade?

Trade é uma palavra da língua inglesa que significa “troca”. Ou seja, no caso específico da Bolsa de Valores as trocas são as compras e vendas dos ativos. É uma lógica de mercado. O trader é o profissional que executa essas ordens de compra e de venda. E trading é o nome dado à atividade.

O que é preciso para ser um trader?

Se quiser começar de forma muito simples a atuar como trader, você precisa de três coisas, no mínimo, para treinar, sentir o mercado e iniciar:

  1. Dinheiro 
    “Mas é preciso muito dinheiro para investir e começar como trader?”. Essa pergunta é extremamente normal e válida. E a resposta é simples: comece com o quanto você puder, mas não coloque todo o seu dinheiro. Investir o dinheiro de forma gradativa é o mais recomendado. Portanto, tente começar com R$ 100 e veja o quanto você consegue lucrar. E, depois, vá administrando e colocando um pouco mais. Assim, no começo, os riscos diminuem e você pode iniciar sem nenhum empecilho.
  2. Notebook e internet com boa conexão
    Um computador ou um notebook é a ferramenta fundamental para começar a operar como trader. Os grandes profissionais da área têm várias telas e investem bastante em tecnologia para otimizar as operações. No entanto, o início deve ter apenas o básico: um computador funcionando bem e uma internet com boa conexão.
  3. Conhecimento
    Trading é uma atividade muito específica do mercado financeiro e, para lucrar, é preciso bastante estudo sobre metodologias, análises, economia, matemática financeira, entre outros assuntos. A melhor parte é não ser necessário ter formação específica para operar. Claro que quem tem graduação na área de finanças pode sair na frente. Mas isso não é regra. Grande parte dos traders é autodidata e vem de outros mercados.
  4. Corretora e plataforma
    Para começar a operar como trader é necessário abrir uma conta em uma corretora de valores, como a Genial Investimentos, que ajuda o profissional nessa jornada. Avalie os custos envolvidos e as margens exigidas pela corretora a cada operação. Em seguida, é necessário escolher uma plataforma de negociação que atenda às suas expectativas como trader.

Agora que você já sabe as questões básicas de um trader, abra sua conta na Genial Investimentos para começar a operar e conhecer a profissão!

Leonardo é jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, com passagens por grandes veículos da imprensa brasileira, como TV Cultura, Veja e Estadão. Especializou-se em jornalismo econômico, com aprovação pela FGV, no curso de trainee promovido pelo Grupo Estado.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *