Quais são os 4 erros que a maioria dos investidores iniciantes comete? Será que é possível evitá-los mesmo conhecendo muito pouco sobre o mercado financeiro?

Mas é claro que sim! Aqui, vamos te mostrar rapidamente os principais erros que os investidores iniciantes, em geral, cometem. Aproveite, ouça e não cometa essas mesmas falhas que você terá muito sucesso em investir o seu dinheiro!

Aqui vão alguns dos principais erros que você deve evitar nesse início de jornada:

1) Não respeitar o seu perfil de investidor

O que quer dizer isso? Se você é conservador, não vá investir em ações que você vai se dar mal e ficar frustrado. Ou se você tem um perfil de investidor mais agressivo e quer se arriscar mais não aplique em uma poupança ou num CDB que você também ficará frustrado. O importante aqui é entender qual é o seu perfil e encontrar o investimento perfeito para o que você quer!

2) Esperar resultados muito rápidos

Os investimentos em geral são muito amigos do longo prazo. Sabe por quê? Existem uma coisinha chamada juros compostos. Os juros, basicamente, são a rentabilidade dos investimentos. E os juros compostos nada mais são do que os juros sobre os juros, o que te garante um efeito bola de neve que vai aumentar exponencialmente o seu dinheiro. Ou seja, quanto mais tempo o seu dinheiro estiver aplicado mais rentabilidade você terá, de forma geral. Lembre-se: a pressa costuma ser inimiga dos investimentos, principalmente para os iniciantes.

3) Colocar tudo o que você tem um investimento

Esse é um erro muito simples de entender e uma das bases de se investir. Quando você for aplicar o seu dinheiro, você precisa de diversificação. Mas por que? É muito simples: a diversificação feita da maneira correta reduz o risco total da sua carteira de investimentos, ajudando seu patrimônio a crescer com um bom nível de segurança.

O raciocínio é o seguinte, pensa comigo. Manter todos os ovos na mesma cesta tem um perigo óbvio: se a cesta cair no chão, quebram-se muitos, senão todos. Em cestas diferentes, porém, eles estão mais protegidos. Se uma ou duas cestas caírem no chão, ainda lhe restam outras, com ovos intactos.

4) Ignorar os impostos e taxas

Na maioria das aplicações, há a cobrança do imposto de renda. Você sabia? De forma geral, a cobrança padrão de IR vai de 22,5%, para aplicações de até 180 dias, a 15%, para aplicações mantidas em até 720 dias. Além disso, há IOF para aplicações de até 30 dias.

Sem contar que no mercado acionário há as corretagens e cobrança de IR de 15%, para aplicações de mais de 20 mil por mês, e nos fundos de investimento têm as taxas de administração e de performance, que podem “comer” boa parte dos rendimentos. Portanto, é sempre válido colocar tudo no papel para saber se realmente vale a pena.

Você que está começando a se aventurar no universo dos investimentos já sabe o que não deve fazer né? Assim, fica muito mais fácil! Então, agora corra para investir e abra sua conta na Genial Investimentos.

abra sua conta

Leonardo é jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, com passagens por grandes veículos da imprensa brasileira, como TV Cultura, Veja e Estadão. Especializou-se em jornalismo econômico, com aprovação pela FGV, no curso de trainee promovido pelo Grupo Estado.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *