O mercado financeiro tem oportunidades para todos os tipos de investidores e objetivos. Ao pensar na renda fixa, os títulos de crédito privado podem ser interessantes. Nesse sentido, saber o que são Debêntures incentivadas permitirá que você conheça uma dessas possibilidades. 

Esses títulos de dívida se destacam pela forma de tributação e por vantagens quanto ao potencial de rendimento. Porém, é preciso estar atento aos riscos e considerar, com base em uma análise completa, se a alternativa é ideal. 

Para saber o que são e como investir em Debêntures incentivadas, separamos as informações que você deve conhecer. Venha com a Genial Investimentos e continue a leitura! 

O que são Debêntures? 

As Debêntures são títulos de dívidas de empresas públicas ou privadas. Trata-se de um investimento de renda fixa, o que permite que o investidor saiba como será remunerado no momento do vencimento do ativo. 

Pensando em suas principais características, as Debêntures servem para que as empresas captem recursos de uma forma mais barata. Isso porque os juros oferecidos para o investidor são menores do que os cobrados em financiamentos bancários tradicionais, por exemplo. 

Os recursos tomados junto aos investidores são usados em projetos ou iniciativas organizacionais. Em troca, a empresa se compromete a pagar uma taxa de juros. O registro e a liquidação desses títulos acontecem na Central de Custódia e Liquidação Financeira de Títulos Privados (Cetip). 

O que são Debêntures incentivadas e como se diferenciam? 

Após conhecer os títulos de dívidas de empresas de capital aberto ou fechado desde que seja uma S.A., é interessante considerar que há dois tipos de aplicações. Um são as Debêntures tradicionais e outro são Debêntures incentivadas. 

Elas funcionam de maneira semelhante, mas têm como grande diferença a tributação. As Debêntures incentivadas recebem esse nome porque contemplam um incentivo fiscal e são isentas do pagamento de Imposto de Renda (IR) para pessoa física. 

Isso acontece porque a Debênture incentivada é uma das fontes de financiamento para projetos de infraestrutura e cujo desenvolvimento é de interesse do país. Esses títulos foram criados e são regulamentados pela Lei nº 12.431/11

Como não é necessário pagar imposto, é comum que eles atraiam mais investidores pessoa física. Como consequência, as empresas conseguem captar os recursos desejados com maior facilidade e podem alocá-los na realização de obras de melhoria e infraestrutura do Brasil. 

Quais são as vantagens de investir em Debêntures incentivadas? 

Escolher os títulos traz benefícios que você precisa ponderar para tomar uma decisão informada. Primeiramente, vale lembrar que estamos falando de um título de renda fixa e que, portanto, oferece a previsibilidade quanto aos recebimentos. 

Contudo, assim como outros investimentos, elas têm riscos. Eles são diferentes dos riscos associados à renda variável, por exemplo, mas ainda existem. 

Por não terem cobrança de IR, as Debêntures incentivadas podem ter um rendimento maior, em comparação a investimentos que realizam a cobrança de imposto. Dependendo da sua estratégia, podem ser uma forma de melhorar a construção de patrimônio. 

Outro ponto importante é que elas podem servir para a diversificação de investimentos. Embora sejam de renda fixa, costumam oferecer taxas maiores. Como consequência, é possível aumentar as chances de ganhos, sem abrir mão da segurança da renda fixa. 

Quais são os riscos associados? 

Apesar dos benefícios, as Debêntures incentivadas também têm pontos que exigem atenção. Caso seja necessário efetuar o resgate antes do vencimento da debênture, existe a possibilidade de que o valor resgatado seja menor do que o investido devido a oscilações no mercado secundário. Porém, o inverso é verdade. Algumas vezes, o valor resgatado pode ser maior do que o esperado, caso as taxas no mercado secundário sofram uma queda. Além disso, há risco de crédito e de mercado e ambos podem afetar o rendimento de Debêntures. Ao investir, é importante saber que há o perigo de o empreendimento emissor do título não conseguir honrar com o pagamento. 

Se o negócio já estiver endividado ou passar por problemas com as condições de mercado, ele pode ter dificuldades para realizar o pagamento aos investidores. Em termos de garantias para Debêntures incentivadas ou não, não há cobertura do Fundo Garantidor de Crédito (FGC).  

Com isso, não contam com a segurança a mais oferecida por ele. Algumas empresas podem apresentar garantias nas próprias Debêntures. Assim, se a segurança é importante para você, vale a pena avaliar esse ponto. 

Quando vale a pena incluí-las em seu portfólio? 

Sabendo o que são Debêntures incentivadas e como elas funcionam, você tem uma ideia geral do que essa oportunidade oferece. Agora, falta saber se é interessante ou não incluir tais títulos em sua carteira de investimentos. 

A verdade é que isso depende, primeiramente, de características individuais. É essencial avaliar seu perfil de investidor e os riscos que está disposto a correr. Para quem for muito conservador, por exemplo, pode não ser a melhor escolha, mesmo sendo de renda fixa. 

Também é necessário considerar seus objetivos. Se a sua intenção for resgatar o investimento rapidamente, o ideal é buscar outra alternativa e que tenha alta liquidez. Se estiver buscando investimentos de médio/longo prazo, por outro lado, pode ser uma opção interessante. 

Além de tudo, é preciso avaliar criteriosamente o título, o emissor e as características, de modo a definir qual é a melhor Debênture para você. 

Como investir em Debêntures incentivadas? 

Se decidir que o investimento faz sentido para você e para o seu perfil de investidor, é o momento de saber o que fazer para adquirir esses títulos e conquistar rentabilidade com eles. 

Para investir, é possível aplicar no mercado primário e adquiri-las diretamente da empresa emissora quando houver uma oferta primária. Também há possibilidades no mercado secundário, por meio da aquisição com outro investidor que queira resgatar seu dinheiro. 

Em ambos os casos é necessário ter uma conta em corretora de valores para realizar a negociação. Nela, você pode conferir todas as informações antes de efetuar o aporte. 

Após saber o que são Debêntures incentivadas, você tem à disposição mais uma alternativa de investimento de renda fixa. Agora, com a vantagem da isenção de IR. Não deixe de analisar seu perfil, seus objetivos e os títulos antes de tomar a decisão de incluí-las em seu portfólio! 

Se quiser conhecer mais sobre investimentos para aproveitar as oportunidades do mercado financeiro, curta nossa página no Facebook e siga nosso perfil no Instagram

Comentários