Muitas pessoas não sabem, mas investir no mercado imobiliário não se restringe à compra e venda e aluguel de imóveis. É possível também lucrar com outras operações, como os Fundos Imobiliários.

Os Fundos de Investimento Imobiliário (FII’s) são um tipo de aplicação que reúne uma série de investidores e utiliza o recurso destes para adquirir ativos. Esses ativos são vendidos, alugados ou aplicados, de modo que tragam retorno para todo o conjunto de participantes.

Na prática, os fundos imobiliários representam uma maneira de você ganhar dinheiro com imóveis sem precisar se preocupar com questões como a locação, a valorização e desvalorização do bem, sinistros, entre outros. E o melhor: sem gastar a quantia necessária para adquirir um imóvel.

Quer saber como entrar nesse negócio? Então acompanhe o passo a passo para começar a investir em FII’s já!

Passo 1: fazer cadastro em uma corretora de valores

Você não precisa sair de casa para investir em fundos imobiliários. Basta abrir sua conta em uma corretora de valores como a Genial, pois será por meio dela que as operações serão realizadas. Como os FII’s são negociados na Bolsa de Valores, a única exigência é que você tenha um agente de custódia para mediar o processo.

O ideal é que você recorra a uma corretora que não cobre valores excessivos para intermediar a sua relação com a Bolsa e que conte com uma plataforma de investimentos sofisticada e ao mesmo tempo intuitiva para você operar na compra e venda de ativos.

Passo 2: a elaboração do plano de investimento

Por se tratar de um ativo de renda variável, sempre é válido investir com critérios, pois há riscos envolvidos. Portanto, avalie se esse tipo de investimento é compatível com a sua realidade. Para isso, é essencial fazer uma análise do seu perfil de investidor. Em função dela, você poderá estabelecer objetivos financeiros e determinar os melhores produtos e prazos para alcançá-los, seja em curto, médio ou longo prazo.

Com uma boa estratégia, o investidor pode fazer aportes iniciais mínimos em FII’s e ir aumentando a quantidade de cotas ao longo do tempo. Essa dica é especialmente interessante para quem não tem um salário fixo, como profissionais autônomos.

Passo 3: a observação do mercado

Já sabe o que fazer? Decidiu que os FII’s são o investimento ideal para você? Então é hora de avaliar o que o mercado oferece. Existem diferentes tipos de fundos imobiliários e eles variam em função de elementos como:

  • portfólio;
  • histórico de rendimento;
  • taxas;
  • gestão.

É essencial ficar atento a esses fatores para garantir que a sua escolha seja a mais adequada. Analisando o histórico dos fundos imobiliários, por exemplo, você pode comparar as rentabilidades apresentadas ao longo dos anos. Ainda que, em renda variável, rentabilidade seja apenas um balizador para os resultados futuros, o fato é que essa informação dá a você indício de que o investimento tende a ser bom.

Passo 4: a compra dos ativos

Uma vez cadastrado em uma corretora, você só precisa transferir seu dinheiro do banco para a sua conta nessa instituição financeira e usar o dinheiro para investir no Home Broker, o sistema online no qual é possível enviar ordens de compra para a Bolsa de Valores. Basta conhecer o código do fundo escolhido e digitá-lo no espaço apropriado dentro da plataforma.

Feito isso, você só precisará acompanhar os resultados da sua aplicação, uma vez que caberá ao gestor do fundo tomar todas as medidas necessárias para que ele traga rentabilidade para o conjunto de investidores.

Os riscos de investir em fundos imobiliários

É preciso considerar fatores como o risco de varejo, comum em propriedades como shoppings. Em lugares assim, é natural que exista uma cobrança percentual em relação ao faturamento dos lojistas, o que pode dificultar o aluguel e em maior escala, comprometer a rentabilidade do fundo.

Outro risco está na especificidade do imóvel no qual o fundo investe. Galpões industriais, por exemplo, são montados em função das necessidades das empresas, o que significa que, em caso de vacância, pode ser mais difícil alugar novamente o imóvel se o compararmos a empreendimentos tradicionais, como prédios residenciais, por exemplo.

Esses são apenas alguns exemplos. É preciso ter atenção também a fatores como o movimento do mercado, a inadimplência, a liquidez, entre outros.

Os custos envolvidos em investimentos em FIIs

Fundos imobiliários são atrativos por apresentarem custos reduzidos para o investidor. Como a maior parte das cobranças diz respeito à corretagem, dependendo do tipo de corretora com a qual você trabalha, os gastos podem ser amenizados.

No geral, é preciso arcar com:

  • taxa de corretagem, que aparece sempre que o investidor emite uma ordem para a Bolsa de Valores;
  • taxa de administração, que diz respeito à gestão do fundo;
  • Imposto de Renda, que no caso, não incide sobre a renda obtida com os resultados do fundo, aparecendo somente quando o investidor vende os ativos por preços superiores aos de sua aquisição.

Principais motivos para investir em Fundos imobiliários

A própria facilidade de fazer as movimentações é um atrativo dos fundos imobiliários. Como visto, basta se cadastrar em uma corretora, identificar o código do fundo escolhido e fazer as aplicações no Home Broker.

Além disso, é possível contar com a competência de gestores especializados para adquirir participação nos empreendimentos.

Essa é uma solução para quem quer se associar a grandes projetos, ainda que não tenha recursos para arcar com custos elevados como os que geralmente envolvem o mercado de ações.

Também é importante destacar a isenção de Imposto de Renda em relação à distribuição dos aluguéis pelo fundo, o que impede que a rentabilidade total seja prejudicada nesse tipo de aplicação.

Agora que você já sabe os benefícios de investir em fundos imobiliários, se quiser começar a investir, fale com a Genial. Nossos analistas vão ajudá-lo a fazer as melhores escolhas para seu dinheiro render mais. Abra já a sua conta!  

abra sua conta

Publicado por Genial

A Genial é a plataforma de investimentos que está democratizando o acesso aos melhores produtos do mercado, de forma simples, ágil e eficiente, através de uma assessoria financeira isenta, transparente e qualificada.

Contentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *