O Tesouro Direto é um programa criado pelo governo federal para facilitar a compra e venda de títulos públicos pelos investidores. Dentro das opções de ativos do tesouro disponíveis para investir, existe o Tesouro Selic, uma categoria de título pós-fixado.

O Tesouro Selic é um investimento de renda fixa que traz resultados de acordo com a taxa básica de juros da economia, a taxa Selic. Isso quer dizer que, se ela está em 6%, por exemplo, esse será o retorno do investidor nas suas aplicações no período.

Uma das características do Tesouro Selic é a simplicidade. Trata-se de um produto seguro que pode ser uma ótima alternativa à poupança. Confira na sequência mais informações para avaliar se deve ou não investir no Tesouro Selic. 

O Tesouro Selic

O Tesouro Direto se divide em três categorias: Pós-fixado (Tesouro Selic), híbridos (Tesouro IPCA) e Tesouro Prefixado. Dos três, o Selic é considerado o mais conservador, e apresenta duas características importantes para o investidor iniciante: segurança e liquidez.

A segurança é resultado de o investimento ser garantido pelo governo brasileiro de maneira integral. Para fins de comparação, saiba que a Poupança é protegida em, no máximo, R$ 250 mil pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

Já a liquidez, que representa a velocidade de resgate do dinheiro investido, tem a ver com o fato de o Tesouro Selic oferecer resgate diário, ou seja, você pode ter acesso ao seu investimento em 24 horas.

Em termos de rentabilidade, o Tesouro Selic deixa a desejar em relação a outras opções mais atrativas no mercado, justamente pela característica da taxa Selic de oscilar em função das demandas da economia.

Entretanto, em comparação com a Poupança, ela segue sendo mais vantajosa. Quando a Selic está abaixo de 8,5%, a Poupança rende 70% dela mais a Taxa Referencial. Já quando a Selic está acima de 8,5%, o rendimento da Poupança é fixado em 0,5% ao mês, o que faz com que, em qualquer circunstância, sua rentabilidade seja inferior ao do Tesouro Selic.

A taxa Selic

Essa taxa é determinada pelo Banco Central do Brasil, com o objetivo de impactar a economia. Como a Selic funciona como base para as demais taxas de juros presentes no mercado, ela representa um importante instrumento da política monetária do país.

Em resumo, funciona assim: com a Selic em alta, os juros envolvidos em operações como financiamentos, empréstimos e compras no cartão de crédito fazem com que a dívida final do comprador fique mais alta, o que inibe o consumo. Com a Selic em baixa, os juros caem e isso torna o consumo mais atrativo.

A cada 45 dias, o Comitê de Política Monetária (Copom), composto pelo presidente e os principais diretores do Banco Central, se reúne para reavaliar a taxa básica de juros do Brasil, tendo em vista as necessidades de ajustes em função de fatores como a inflação, a atividade econômica no país e as contas do governo.

Para o investidor, importa saber o que isso tem a ver com o Tesouro Selic como ativo de renda fixa. Pensando em objetivos conservadores (que deve ser o foco de quem opta por esse investimento), a rentabilidade importa menos que a segurança e a liquidez, então, mesmo que a Selic esteja baixa, o Tesouro Selic continua sendo atrativo para objetivos de curto prazo, como mostraremos na sequência.

Para quem serve o Tesouro Selic

Investir bem depende de fatores como a definição do perfil do investidor e o conhecimento dos produtos financeiros disponibilizados no mercado. Assim, o Tesouro Selic costuma surgir como alternativa para a formação da chamada reserva financeira de emergência, que na prática, é uma espécie de proteção que o investidor adquire por um período.

Um bom exemplo para ilustrar isso é o da pessoa que ganha R$ 3.000 e junta R$ 36.000 pensando na possibilidade de perder o emprego. Caso isso aconteça, tendo esse montante em um lugar seguro e de fácil resgate, ela garante a manutenção de sua renda por até um ano enquanto não se recoloca no mercado.

A reserva de emergência é um investimento que precisa de segurança e liquidez. Quando queremos alavancar o capital, precisamos pensar em rentabilidade. Caso o seu objetivo seja ganhar mais investindo, então seu foco deve ser outro tipo de ativo.

As vantagens do Tesouro Selic

Segurança

O Tesouro Direto é uma iniciativa do governo brasileiro, um agente capaz de emitir moeda caso seja necessário. Ainda que governos também possam atravessar momentos de crise, é muito menos provável que não tenham condições de pagarem suas dívidas do que outros agentes com arrecadações menores, como os bancos e as empresas.

Liquidez

Investimentos como o Tesouro IPCA+ e o Tesouro Prefixado também permitem resgate diário dos rendimentos, entretanto, eles usam todo o período estabelecido no prazo para gerar resultados, o que significa que, tirando dinheiro antes do vencimento, o investidor perde em termos de rentabilidade.

Já outros ativos sem liquidez “prendem” o dinheiro do investidor à data acordada para seu vencimento, sem que ele possa retirar parte do montante quando precisar.

No Tesouro Selic, ainda que exista uma data de vencimento, o resgate pode ser feito em um dia útil, sem que a rentabilidade seja comprometida.

Facilidade para investir

A compra do Tesouro Selic pode ser feita diretamente junto ao Tesouro Direto, sem a necessidade de o investidor sair de casa. Basta se cadastrar em uma corretora de valores e enviar as ordens de serviço. Toda a movimentação financeira pode ser acompanhada via internet, seja por computador ou smartphone.

Adaptação

Conhecendo como funciona a taxa Selic, é possível usar o Tesouro Selic para diferentes finalidades. Estando ela em alta, esse ativo pode até mesmo ser um instrumento para aumentar a rentabilidade, como aconteceu entre 2015 e 2016, quando chegou a 14%. Estando em baixa, ele é útil para a formação de uma reserva de emergência.

Como garante segurança e rentabilidade, de maneira geral, o Tesouro Selic é sempre uma boa opção para objetivos conservadores.

Entendeu como o Tesouro Selic funciona? Então não deixe de conferir também as diferenças entre os outros tipos de títulos disponíveis no Tesouro.

Quer investir no mercado de ações? Venha para a Genial. Nossos especialistas na Bolsa de Valores vão te ajudar a investir seu dinheiro com mais eficiência e melhores rentabilidades. Abra sua conta já!

abra sua conta

Publicado por Genial

A Genial é a plataforma de investimentos que está democratizando o acesso aos melhores produtos do mercado, de forma simples, ágil e eficiente, através de uma assessoria financeira isenta, transparente e qualificada.

Contentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *