Ações e FuturosInvestimentos

As ações que mais se valorizaram em 2017

Por 4 de janeiro de 2018 Nenhum comentário

A ação do Magazine Luiza (MGLU3) foi a mais valorizada de 2017, com alta de 511,03%, seguida da Vulcabras (VULC3), com alta de 279,17%, e da Unipar (UNIP6), com alta de 277,97%. No ano passado, o Ibovespa, principal índice da bolsa, teve alta de 26,86%.

As 10 ações que mais se valorizaram em 2017

Empresa Código Retorno
Magazine Luiza MGLU3 511,03%
Vulcabras VULC3 279,17%
Unipar UNIP6 277,97%
PetroRio PRIO3 275,57%
Gol GOLL4 216,02%
Indústrias Romi ROMI3 205,23%
Ferbasa FESA4 183,58%
Portobello PTBL3 175,91%
Tegma TGMA3 165,70%
Guararapes GUAR3 149,74%

Fonte: Economatica

Dentre as principais empresas cujas ações estão entre as dez mais valorizadas, três são ligadas ao setor de consumo: a varejista Magazine Luiza (MGLU3), a calçadista Vulcabras (VULC3), dona da marca Azaleia, e a empresa de vestuário Guararapes (GUAR3), dona da rede Riachuelo.

Segundo Filipe Villegas, analista da GENIAL Investimentos, isso se deve a uma melhora na confiança do consumidor, devido aos primeiros sinais de recuperação econômica.

Magazine Luiza

O caso do Magazine Luiza, entretanto, é especial. Em 2017, a varejista teve a ação mais valorizada da bolsa pelo segundo ano consecutivo, com alta bem superior à segunda colocada.

A valorização do ano passado, de 511,03%, foi similar à de 2016, quando o preço do papel também subiu mais de 500%.

O grande volume de negociação em 2017 levou a ação a integrar o Ibovespa neste ano. A carteira teórica do Ibovespa é formada pelas ações mais negociadas da bolsa.

Os últimos dois anos de valorização excepcional se seguiram a um 2015 duro, quando a ação sofreu um tombo de mais de 70%.

Desde a sua abertura de capital, o Magazine Luiza passou por altos e baixos. As coisas começaram a melhorar quando a varejista fez um acordo com a financeira Losango para concessão de crédito a clientes de maior risco, que eram recusados pelo braço financeiro do Magazine Luiza, resultando em um aumento das vendas.

Mas o grande diferencial da companhia certamente foi o seu pioneirismo na área digital, que tem se traduzido em grande investimento em tecnologia, logística e na integração da estrutura on-line com as lojas físicas. Tornando-se uma empresa multicanal, ultrapassou os concorrentes, que só começaram esse movimento mais tarde.

Atualmente, um mesmo centro de distribuição é capaz de atender aos canais on-line e às lojas físicas, gerando ganhos de eficiência significativos.

Segundo o jornal Valor Econômico, o plano do Magazine Luiza é abrir 100 novas lojas em 2018 e implementar um plano de investimento recorde de 250 bilhões de reais. No ano passado, foram abertas 60 lojas.

De acordo com a companhia, a estratégia de marketplace (venda de produtos de terceiros, geralmente on-line) deve ser expandida em 2018, com aumento do número de vendedores (hoje 700) e expansão da oferta de produtos de marketplace inclusive nas lojas físicas.

Outro plano para este ano é a oferta da possibilidade de comprar on-line e pegar o produto nas lojas físicas, além de frete grátis em todas as plataformas até o fim do ano. Assim, cada loja funcionará como uma espécie de centro de distribuição e poderá, ainda, oferecer mais produtos e serviços aos clientes que comprarem on-line e buscarem o produto na loja.

O Brasil Plural, empresa do mesmo grupo financeiro da GENIAL Investimentos, ainda vê o papel com bons olhos para 2018. Em relatório publicado em dezembro, nossos analistas dizem esperar que a companhia continue ultrapassando a concorrência e ganhando participação de mercado neste ano, tanto nas lojas físicas quanto no segmento on-line.

Interessado em investir em ações? Conheça o home broker da GENIAL e saiba como habilitá-lo!

Genial

Genial

A Genial é a plataforma de investimentos que está democratizando o acesso aos melhores produtos do mercado, de forma simples, ágil e eficiente, através de uma assessoria financeira isenta, transparente e qualificada.