Já pensou ser capaz de tomar decisões de forma mais livre, sem ter que se preocupar tanto com dinheiro ou com os impactos da escolha no orçamento? Na prática, isso é possível para quem conquista a chamada liberdade financeira. 

Por meio dela, você terá uma relação diferente quanto ao uso do dinheiro e poderá aproveitar benefícios decorrentes, como o aumento da tranquilidade e do bem-estar. Mas, afinal, como obter a liberdade financeira tão desejada?  

A seguir, nós, da Genial Investimentos, apresentamos dicas para você colocar em prática. Confira! 

O que significa ter liberdade financeira? 

Falar em liberdade, normalmente, está associado a termos como flexibilidade, escolha e autonomia. A liberdade financeira envolve tudo isso, já que está relacionada à capacidade de escolher, com tranquilidade, o que fazer com seu dinheiro e como gerenciá-lo. 

Como funciona esse conceito? 

Para entender o funcionamento da liberdade financeira, vamos a um exemplo. Imagine alguém que deseja ter mais tempo para a família e para atividades de lazer, o que o faz buscar um trabalho com horários flexíveis. 

Em determinado momento, essa pessoa é abordada pelo gestor de outro negócio. Ele lhe oferece um salário maior, mas com mais responsabilidades — e que não apresenta a flexibilidade desejada. Se o profissional não for financeiramente livre, é provável que aceite a proposta. 

Afinal, ela traz impacto positivo no orçamento. Porém, se ele tiver liberdade financeira e continuar vendo como prioridade o tempo livre, pode recusar a proposta. Note que ele continuaria no trabalho atual, e não se submeteria a condições que não são interessantes apenas pelo dinheiro. 

Isso é, exatamente, a liberdade financeira ou econômica. Ou seja, ela envolve ter a tranquilidade de escolher o que quer que seja com mais autonomia. Isso é possível porque a decisão não afetará o sustento pessoal ou familiar. 

Quais as diferenças entre liberdade e independência financeira? 

É muito comum que o conceito de liberdade seja confundido com a independência financeira, mas vale frisar que são dois estágios diferentes. Enquanto a liberdade envolve maior poder de escolha, a independência está um patamar acima. 

Quem atinge a independência financeira já possui um patrimônio grande o bastante para que seus rendimentos sejam suficientes para cobrir todas as despesas. Portanto, o patrimônio pessoal passa a ser a principal (ou mesmo única) fonte de renda. 

No exemplo anterior, a pessoa não apenas teria liberdade para escolher entre dois empregos, mas poderia até mesmo optar por parar de trabalhar. Isso não significa, obrigatoriamente, aposentar-se. Há muitos exemplos de pessoas financeiramente independentes e que continuam atuando. 

A diferença é que o motivo deixa de ser a obtenção do sustento e passa a estar relacionado a aspectos como satisfação pessoal, por exemplo. Assim, pode-se dizer que toda pessoa que tem independência financeira também tem liberdade, mas o contrário nem sempre é verdadeiro. 

Por que é importante ter liberdade financeira? 

Conquistar a liberdade financeira está diretamente ligado ao bem-estar, à tranquilidade e à segurança. Em vez de tomar decisões considerando apenas o impacto do dinheiro, passa a ser possível refletir sobre outros aspectos relevantes, como a satisfação envolvida. 

Alcançar esse patamar também costuma ser sinônimo de uma vida financeira mais organizada, estruturada e segura. Isso melhora a sua proteção e a da família e diminui os impactos de imprevistos, por exemplo. 

Ser financeiramente livre, portanto, permite dar um passo importante rumo a uma gestão financeira cada vez melhor. E pode conduzir à independência, como próximo degrau a ser conquistado. 

Como obter liberdade financeira? 

Se ter liberdade financeira é tão relevante, vale a pena adotar dicas que ajudam na conquista desse desempenho. A seguir, você verá informações que podem ajudá-lo a alcançar esse patamar.  

Confira! 

Desenvolva a educação financeira 

A forma como você lida com o seu dinheiro e a relação que tem com seu patrimônio é determinante para alcançar a liberdade desejada. Para desenvolver hábitos positivos e saber identificar oportunidades, é recomendado trabalhar a educação financeira. 

Por meio de livros, cursos, vídeos e outros materiais de aprendizado, é possível conhecer as melhores práticas sobre finanças pessoais e saber como fazer escolhas conscientes. Também é uma forma de se desfazer de crenças incorretas e de criar uma estratégia com bom potencial. 

Organize as finanças  

Só será possível chegar ao nível de ter liberdade quanto ao uso do dinheiro se as suas finanças estiverem organizadas. É dessa forma que surge a chance de estruturar os valores e tomar decisões melhores, o que culmina em um desempenho que favorece a segurança. 

Para garantir que tudo fique em dia, é interessante elaborar um planejamento financeiro. Ele deve conter tudo o que você recebe e o quanto gasta, além do valor do seu patrimônio acumulado até aqui. Com essas informações, é possível criar um orçamento adequado à sua realidade. 

O planejamento também ajuda a definir objetivos que auxiliem na conquista de liberdade e serve como um mapa de ação. Desse modo, é viável atuar com mais relevância e estratégia. 

Monte uma reserva de emergência 

Contar com mecanismos que garantam a segurança é mais um passo fundamental para chegar à liberdade. Por isso, seu planejamento deve contemplar oportunidades de economizar dinheiro. E os recursos devem ser direcionados, primeiramente, para compor uma reserva de emergência

Ela deve corresponder a 6 meses da média dos seus gastos mensais. Com esse montante, você se verá em uma situação menos complicada se houver um imprevisto. Diante da perda de emprego, por exemplo, terá tempo para se reestruturar e fazer escolhas condizentes com suas necessidades. 

Comece a juntar dinheiro para investir 

Com a reserva de emergência, você já terá maior liberdade. Mas construir o patrimônio e fazê-lo evoluir também é indispensável para quem deseja ser livre ao falar de dinheiro. Para tanto, o melhor a se fazer é destinar uma parte do orçamento e começar a investir dinheiro

Por meio de uma estratégia compatível com seu perfil e com seus objetivos, há como formar o montante que será responsável por garantir mais tranquilidade na hora de tomar decisões. 

Nesse sentido, é especialmente importante focar no investimento para longo prazo. Dessa forma, é possível maximizar o potencial dos juros compostos, o que pode aumentar o acúmulo de recursos. 

Com essas informações, você está pronto para conquistar a tão desejada liberdade financeira. Que tal? Coloque as dicas em prática e não abra mão do planejamento financeiro. Ao focar em decisões estratégicas, é possível realizar seus projetos! 

Depois de conhecer mais sobre a liberdade, vale a pena saber como conquistar a sua independência financeira

Comentários